Início Cargos CBO 342535

CBO 3425-35 - Técnicos em transportes aéreos - Salário 2020, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 3425-35 é o Código Brasileiro da Ocupação de técnicos em transportes aéreos que pertence ao grupo dos técnicos em transportes (logística), segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Técnicos em transportes aéreos CBO 3425-35 em todos os estados e cidades do Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 3425-35

  • Técnicos de nível médio.
    • Técnicos de nível médio em serviços de transportes.
      • Técnicos em transportes (logística).
        • Técnicos em transportes aéreos.

Descrição dos cargos da categoria Técnicos em transportes aéreos

Os Técnicos em transportes aéreos CBO 3425-35 elaboram e implementam programa de segurança de vôo e plano de emergência aeronáutica. Controlam tráfego aéreo em solo e no ar, promovem a segurança aeroportuária. Planejam vôos, despacham vôos, embarcam e desembarcam passageiros. Realizam inspeção em áreas restritas de segurança. Fiscalizam atividades do sistema de aviação civil e ministram treinamento.

Condições de trabalho

Técnicos em transportes aéreos trabalham na infraero, em órgãos e em empresas de transportes aéreos e afins. São civis e militares da aeronáutica, assalariados, com carteira assinada. Organizam-se em equipe, sob supervisão permanente ou ocasionais. Trabalham em ambiente fechado e a céu aberto. Os horários de trabalho podem ser diurnos, noturnos, irregulares e em rodízio de turnos sendo o trabalho presencial. Há regras especiais para o controlador de voo. Algumas das atividades exercidas estão sujeitas à exposição de ruídos e ao estresse.

Exigências do mercado de trabalho

O exercício dessas ocupações requer escolaridade mínima de ensino médio mais cursos de especialização que variam de duzentas a mais de quatrocentas horas-aula. Há tendência de aumento de qualificação e parte dela é adquirida no próprio emprego há tendência de rodízio de funções nas empresas aéreas com a configuração de um novo tipo de profissional, polivalente. Para o pleno exercício das atividades, requer-se de três a cinco anos de experiência. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos, nos termos do artigo 429 da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT.

Funções dos Técnicos em transportes aéreos CBO 3425-35

Técnicos em transportes aéreos devem:

  • prover segurança de voos;
  • ministrar treinamento;
  • demonstrar competências pessoais;
  • desembarcar passageiros;
  • realizar inspeção em Áreas restritas de segurança (ars);
  • comunicar-se;
  • atender clientes e usuários do sistema de aviação civil;
  • embarcar passageiros e bagagens;
  • despachar voos;
  • promover segurança aeroportuária;
  • planejar voo;
  • controlar tráfego aéreo;
  • Atividades dos cargos CBO 3425-35

    Entre as principais atribuições dos Técnicos em transportes aéreos CBO 3425-35 estão as de:

    • iniciativa;
    • acuidade visual;
    • notificar comandante sobre existência de passageiros armados a bordo;
    • acondicionar, segundo legislação vigente, objetos especiais declarados;
    • solicitar isolamento de áreas;
    • usar epi;
    • efetuar comunicação terra e ar via radiotelefonia;
    • providenciar atendimento de emergências médicas;
    • conferir total de passageiros embarcados;
    • informar tripulação quantidade de pessoas a bordo e existência de passageiros especiais;
    • falar em público;
    • guardar bagagem desacompanhada (rush, extraviada ou esquecida);
    • vender bilhetes;
    • acompanhar estagiários e treinandos;
    • retirar bagagem dos passageiros faltantes ao embarque;
    • encaminhar passageiros em conexão;
    • recolher assinaturas no manifesto de peso e balanceamento;
    • autorizar fechamento da porta da aeronave;
    • alimentar o sistema informativo de voo (siv) com dados atualizados;
    • acompanhar fechamento das portas da aeronave;
    • conferir documentação específica para transporte de objetos atípicos;
    • chamar lista de espera;
    • capacidade de visão sistêmica;
    • informar comandante sobre boletim meteorológico atualizado;
    • organização;
    • providenciar recolhimento de objetos que possam causar danos às aeronaves;
    • providenciar acomodações e indenizações em casos de overbooking, cancelamento, atraso e retorno conforme legislação específica;
    • fornecer informações gerais;
    • efetuar chamadas de embarque segundo prioridades;
    • enviar relatório de perigo para órgãos pertinentes;
    • identificar objetos que possam causar danos às aeronaves/passageiros;
    • informar passageiros armados sobre existência de outros na mesma situação;
    • informar quantidade de serviços de bordo;
    • destacar cartão de embarque;
    • abrir processo de falta ou danificação de bagagem;
    • recolher informações passadas pelo planejamento de voo;
    • rapidez de reflexos;
    • divulgar a filosofia do sistema de investigação e prevenção de acidentes aeronáuticos (sipaer);
    • capacidade de liderança;
    • trabalhar em equipe;
    • comunicar à administração sobre presença de objetos abandonados;
    • acompanhar procedimentos de segurança;
    • registrar reclamações de clientes e usuários;
    • direcionar passageiros para sala de desembarque;
    • contornar situações adversas;
    • resolução de problemas;
    • desembarcar passageiros especiais (doentes, prisioneiros, grávidas e com dificuldade de locomoção);
    • capacidade de síntese;
    • capacidade de observação;
    • acionar órgão competente;
    • determinar distribuição de carga e bagagem nos porões;
    • etiquetar bagagem;
    • fazer reservas de voo;
    • elaborar relatórios;
    • agir com autocontrole;
    • capacidade sensorial;
    • atenção focada e difusa;
    • acionar mecanismos para atendimento de aeronaves em emergência aeronáutica;
    • clareza;
    • participar de reuniões;
    • identificar passageiros faltantes ao embarque;
    • instruir pessoal em cursos de qualificação;
    • objetividade;
    • conferir documentação e bilhete;
    • preencher formulário de manifesto de peso e balanceamento;
    • notificar à administração sobre focos de incêndio e invasão no sítio aeroportuário;
    • manter certificado de habilitação em dia (certificado de habilitação técnica-cht e certificado de habilitação em segurança-chs);

    Cargos e salários CBO 3425-35 - Técnicos em transportes aéreos

    Salário Operador de Atendimento Aeroviário

    Operador de Atendimento Aeroviário: Brasil

    • 4.721
    • Brasil
    • 1.508 - 2.498
    • 36h
    O profissional no cargo de Operador de Atendimento Aeroviário CBO 3425-35 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.508 e 2.498 para uma jornada de trabalho média de 36h semanais de acordo com dados salariais de 4.721 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.
    Salário Atendente de Aeroporto

    Atendente de Aeroporto: Brasil

    • 4.721
    • Brasil
    • 1.508 - 2.498
    • 36h
    O profissional no cargo de Atendente de Aeroporto CBO 3425-35 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.508 e 2.498 para uma jornada de trabalho média de 36h semanais de acordo com dados salariais de 4.721 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.
    Salário Operador de Atendimento Aeroviário Fortaleza

    Operador de Atendimento Aeroviário: Fortaleza, CE

    • 47
    • Fortaleza, CE
    • 1.408 - 2.332
    • 35h
    O profissional no cargo de Operador de Atendimento Aeroviário CBO 3425-35 trabalhando em Fortaleza - CE, ganha entre 1.408 e 2.332 para uma jornada de trabalho média de 35h semanais de acordo com dados salariais de 47 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.
    Salário Operador de Atendimento Aeroviário Rio de Janeiro

    Operador de Atendimento Aeroviário: Rio de Janeiro, RJ

    • 488
    • Rio de Janeiro, RJ
    • 1.661 - 2.750
    • 35h
    O profissional no cargo de Operador de Atendimento Aeroviário CBO 3425-35 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 1.661 e 2.750 para uma jornada de trabalho média de 35h semanais de acordo com dados salariais de 488 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.
    Salário Operador de Atendimento Aeroviário São Paulo

    Operador de Atendimento Aeroviário: São Paulo, SP

    • 325
    • São Paulo, SP
    • 1.457 - 2.413
    • 37h
    O profissional no cargo de Operador de Atendimento Aeroviário CBO 3425-35 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 1.457 e 2.413 para uma jornada de trabalho média de 37h semanais de acordo com dados salariais de 325 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.
    Salário Atendente de Aeroporto Salvador

    Atendente de Aeroporto: Salvador, BA

    • 45
    • Salvador, BA
    • 1.328 - 2.200
    • 34h
    O profissional no cargo de Atendente de Aeroporto CBO 3425-35 trabalhando em Salvador - BA, ganha entre 1.328 e 2.200 para uma jornada de trabalho média de 34h semanais de acordo com dados salariais de 45 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.
    Salário Atendente de Aeroporto Campinas

    Atendente de Aeroporto: Campinas, SP

    • 152
    • Campinas, SP
    • 1.405 - 2.326
    • 37h
    O profissional no cargo de Atendente de Aeroporto CBO 3425-35 trabalhando em Campinas - SP, ganha entre 1.405 e 2.326 para uma jornada de trabalho média de 37h semanais de acordo com dados salariais de 152 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.
    Salário Atendente de Aeroporto Rio de Janeiro

    Atendente de Aeroporto: Rio de Janeiro, RJ

    • 488
    • Rio de Janeiro, RJ
    • 1.661 - 2.750
    • 35h
    O profissional no cargo de Atendente de Aeroporto CBO 3425-35 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 1.661 e 2.750 para uma jornada de trabalho média de 35h semanais de acordo com dados salariais de 488 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.
    Salário Atendente de Aeroporto Florianópolis

    Atendente de Aeroporto: Florianópolis, SC

    • 76
    • Florianópolis, SC
    • 1.497 - 2.479
    • 37h
    O profissional no cargo de Atendente de Aeroporto CBO 3425-35 trabalhando em Florianópolis - SC, ganha entre 1.497 e 2.479 para uma jornada de trabalho média de 37h semanais de acordo com dados salariais de 76 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.
    Salário Atendente de Aeroporto Recife

    Atendente de Aeroporto: Recife, PE

    • 97
    • Recife, PE
    • 1.365 - 2.260
    • 36h
    O profissional no cargo de Atendente de Aeroporto CBO 3425-35 trabalhando em Recife - PE, ganha entre 1.365 e 2.260 para uma jornada de trabalho média de 36h semanais de acordo com dados salariais de 97 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.
    Salário Atendente de Aeroporto Fortaleza

    Atendente de Aeroporto: Fortaleza, CE

    • 47
    • Fortaleza, CE
    • 1.408 - 2.332
    • 35h
    O profissional no cargo de Atendente de Aeroporto CBO 3425-35 trabalhando em Fortaleza - CE, ganha entre 1.408 e 2.332 para uma jornada de trabalho média de 35h semanais de acordo com dados salariais de 47 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3425-35.