CBO 3117-05 - Colorista de papel - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos coloristas

O profissional no cargo de Colorista de papel CBO 3117-05 desenvolve cores em laboratórios, preparando tinturas e testando a sua qualidade para produção de papéis coloridos e para impressão gráfica Elabora cartelas de amostras de cores.

Controla a qualidade dos processos de impressão e tingimento de papéis e produtos em papel, quanto à conformidade da cor Segue procedimentos, normas técnicas e normas regulamentadoras de prevenção de incêndios, de biossegurança, de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 3117-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de coloristas que pertence ao grupo dos técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Colorista de papel, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Coloristas CBO 3117-05 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 3117-05

  • Técnicos de nível médio.
    • Coloristas.
      • Técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia.

O que faz um Colorista de papel

O Colorista de papel CBO 3117-05 recebe, inspeciona e testa corantes, pigmentos e demais materiais utilizados na coloração de papéis, para garantir a conformidade com as especificações Desenvolve cores em laboratórios, selecionando, pesando e misturando pigmentos, corantes e materiais auxiliares, para preparar tinturas de acordo com especificações.

Coleta amostras de materiais ou produtos intermediários e acabados para testes laboratoriais.

Testa a qualidade de tinturas aplicadas em papel, comparando a cor com os padrões estabelecidos - seja visualmente ou usando equipamentos como colorímetros ou espectrofotômetros -, ajustando e padronizando cores Desenvolve cores e elabora cartelas de amostras de cores de acordo com tendências e em conformidade com padrões internacionais.

Controla a qualidade do processo de tingimento e impressão, verificando a viscosidade e o pH de tintas pastosas e examinando a densidade e a espessura de camada de tinta nas impressões Pode operar e manter máquinas utilizadas no processo de coloração de papel.

Registra os dados operacionais ou de produção em formulários especificados.

Conserva local de trabalho limpo e organizado Armazena corantes, pigmentos e demais materiais.

Destina adequadamente os resíduos gerados, reciclando papel e realizando descarte de acordo com as normas ambientais.

Zela pela segurança, prevenindo acidentes, eliminando condições inseguras e utilizando equipamentos de proteção individual.

Funções do cargo

O funcionário CBO 3117-05 deve controlar a qualidade de processo de tingimento, estamparia e impressão, desenvolver coloração para tinturaria, estamparia e impressão, implementar receitas de cores para produção de artigos têxteis, couros e papéis, demonstrar competências pessoais, trabalhar com segurança, controlar a qualidade de artigos e produtos para tingimento, estamparia e impressão, desenvolver cartela de cores de produtos têxteis, de vestuários, de couros, de papéis, desenvolver cores em laboratórios.

Condições de trabalho dessas profissões

Coloristas esses profissionais estão presentes em empresas de fabricação de produtos têxteis, de confecção de artigos de vestuário e acessórios, de preparação de couros e fabricação de artefatos de couro, de fabricação de celulose, papel e produtos de papel e gráficas (impressão e reprodução de gravações). Mantêm vínculo formal como empregados registrados nas empresas e trabalham com supervisão permanente, em ambientes fechados, organizando-se em equipes. O horário de trabalho para o colorista de papel e colorista têxtil é diurno e com rodízio de turnos para os demais. Eventualmente, em algumas atividades, esses trabalhadores podem estar expostos a materiais tóxicos e ruído intenso.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 3117-05

Trata-se de profissão cujo exercício requer capacidade de discriminar um amplo espectro de cores. Portanto, o nível de escolaridade passa a ser fator secundário. O acesso ao emprego ocorre por meio de testes, seguidos de cursos profissionalizantes básicos de até duzentas horas- aula. Para o exercício pleno das atividades, requer-se dos coloristas de papel e têxtil experiência de um a dois anos e escolaridade mínima do ensino médio. Para as outras ocupações é exigido menos de um ano de experiência e, no mínimo, ensino fundamental concluído. Há tendência de aumento de requisito de escolaridade, embora o conhecimento tácito, adquirido no trabalho, seja uma das características dessas ocupações.

Atividades exercidas por um Colorista de papel CBO 3117-05

Um Colorista de papel (ou sinônimo) deve comparar visualmente cores elaboradas com cores requisitadas, demonstrar flexibilidade, medir cores com colorímetro ou espectrofotômetro, conferir concentração de corantes no tingimento ou impressão, pesquisar tendências de cores, manter atenção concentrada, analisar resultados da impressão de estampas, demonstrar acuidade visual, controlar viscosidade de tintas, pastas, vernizes, trabalhar em equipe, selecionar cores para artigos têxteis, papéis, couros e peles, inspecionar, visualmente, as cores de materiais para tingimento, estamparia ou impressão, preparar receitas de cores, selecionar corantes, pigmentos e produtos auxiliares, codificar receitas de cores para estamparia, tinturaria e impressão, medir concentração de produtos auxiliares para tingimento, estamparia ou impressão, distinguir cores., consultar catálogos de tendências de cores, verificar validade de pigmentos, corantes, produtos auxiliares para tingimentos, estamparias e impressão, utilizar corantes, pigmentos, produtos auxiliares conforme recomendações do fabricante., avaliar resultados das amostragens, harmonizar cores em cartelas, demonstrar iniciativa, controlar ph de pastas, demonstrar responsabilidade, montar catálogos para representantes, especificar cores de acordo com os segmentos de mercado - masculino, feminino, infantil e decoração, testar receitas em materiais têxteis, papéis, couros e peles, utilizar equipamentos de proteção individual e coletiva, testar cores na produção, controlar densidade e espessura de camada de tinta nas impressões, ajustar equipamentos para impressão de estampas, identificar cores com códigos em conformidade com padrões internacionais, inspecionar percentual de sólidos dos produtos auxiliares para tingimento, estamparia ou impressão, distinguir imagens, definir cores para artigos tintos, estampados e impressos, colorir estampas conforme tendências da moda, padronizar receitas de cores, eliminar condições inseguras, ajustar receitas de cores a produção, realizar amostragens na produção, identificar produtos de riscos ambientais, selecionar ferramentas para tingimento, estamparia, impressão, evidenciar criatividade, manter-se atualizado tecnologicamente, conferir concentração de pigmentos na estamparia ou impressão, selecionar cores para cartelas.

Cargos e salários CBO 3117-05 - Coloristas

Salário Colorista de Papel

Colorista de Papel: Brasil

  • 213
  • Brasil
  • 2.335 - 4.592
  • 43h
O profissional no cargo de Colorista de Papel CBO 3117-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.335 e 4.592 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 213 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3117-05.