CBO 2234-25 - Farmacêutico práticas integrativas e complementares - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos farmacêuticos

O profissional no cargo de Farmacêutico práticas integrativas e complementares CBO 2234-25 realiza ações específicas de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS), tais como homeopatia, fitoterapia, terapia de florais, entre outras reconhecidas pelo Ministério da Saúde Atua em equipes multiprofissionais, planejando e executando a articulação de práticas terapêuticas convencionais e práticas integrativas e complementares, para ampliar as abordagens de cuidado e as possibilidades terapêuticas.

Dependendo do campo em que atua, pode efetuar preparação de produtos, fazer prescrição e realizar consulta farmacêutica Pode participar em pesquisas de produtos utilizados nas práticas integrativas e complementares Supervisiona o trabalho de equipe.

Atua com ética profissional Cumpre legislação, normas técnicas, normas higiênico-sanitárias e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de biossegurança e de preservação ambiental

CBO 2234-25 é o Código Brasileiro da Ocupação de farmacêuticos que pertence ao grupo dos profissionais das ciências biológicas, da saúde, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Farmacêutico práticas integrativas e complementares, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Farmacêuticos CBO 2234-25 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2234-25

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Farmacêuticos.
      • Profissionais das ciências biológicas, da saúde.

O que faz um Farmacêutico práticas integrativas e complementares

O Farmacêutico práticas integrativas e complementares CBO 2234-25 planeja a adoção de recursos terapêuticos - Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) – de forma integrada e complementar às práticas terapêuticas convencionais, a partir de uma visão ampliada do processo saúde-doença e da promoção global do cuidado humano, considerando o paciente como um todo, incluindo os aspectos físico, psíquico, emocional e social Baseia-se no princípio de que as práticas integrativas e complementares buscam a prevenção de doenças e a recuperação da saúde, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade.

Atua em uma ou mais práticas integrativas e complementares – tais como homeopatia (tratamento com base em sintomas específicos de cada indivíduo, utilizando substâncias altamente diluídas que buscam desencadear o sistema de cura natural do corpo), fitoterapia (tratamento terapêutico caracterizado pelo uso de plantas medicinais em suas diferentes formas farmacêuticas, sem a utilização de substâncias ativas isoladas, ainda que de origem vegetal), terapia de florais (prática terapêutica que utiliza essências derivadas de flores para atuar nos estados mentais e emocionais), entre outras reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

Participa de equipes multiprofissionais no diagnóstico, na avaliação e no cuidado do paciente, planejando e executando a articulação de práticas terapêuticas convencionais e práticas integrativas e complementares, para ampliar as abordagens de cuidado e as possibilidades terapêuticas Dependendo do campo em que atua, pode realizar a preparação de produtos - como os homeopáticos e os florais -, assegurando o cumprimento das Boas Práticas de Fabricação (BPF) e garantindo a qualidade físico-química e microbiológica, quando aplicável, dos produtos diluídos, adicionados, misturados ou de alguma maneira manuseados.

No atendimento ao paciente, combina práticas relacionadas ao acolhimento e ao atendimento da demanda espontânea com a consulta farmacêutica, com o plano de cuidado e com as ações de rastreamento em saúde Realiza consulta farmacêutica relacionada à prática integrativa e complementar, em consultório que observe os requisitos de licenciamento sanitário preconizados pela vigilância sanitária.

Faz o atendimento do paciente, familiares e cuidadores no consultório, com garantia de privacidade.

Quando necessário, solicita a concordância do paciente quanto ao procedimento a ser submetido, por meio de um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) Executa a prescrição de produtos, em dose correspondente aos requisitos individuais do paciente, com tempo de tratamento estabelecido e com o menor custo social possível para o indivíduo e sua família.

Acompanha os resultados do tratamento, analisando-os junto aos demais profissionais da equipe que realiza o atendimento do paciente.

Pode participar em pesquisas de produtos utilizados nas práticas integrativas e complementares – como os homeopáticos -, visando a análise de sua eficácia no tratamento e de sua segurança para pacientes Supervisiona equipe de trabalho, avaliando seu desempenho Mantém-se atualizado na sua área de atuação, acompanhando os avanços da ciência e analisando estudos científicos sobre os resultados – tais como prevenção de doenças, aumento do bem-estar, redução da intensidade dos sintomas da doença, potencialização do resultado de outros tratamentos, e contribuição para redução do uso de medicamentos - do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares.

Atua como educador em saúde, orientando os pacientes nas ações relacionadas à Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) Insere dados sobre pacientes e evolução de tratamentos em sistemas informatizados Acessa informações fornecidas pelos outros profissionais da equipe responsável pelo atendimento dos mesmos pacientes.

.

Funções do cargo

O funcionário CBO 2234-25 deve demonstrar competências pessoais, prestar serviços farmacêuticos, realizar análises - clínicas, toxicológicas, fisico-químicas, biológicas, microbiológicas e bromatológicas, administrar estabelecimentos farmacêuticos, produzir em escala industrial e magistral produtos farmacêuticos, controlar qualidade de produtos e serviços farmacêuticos, efetuar pesquisas técnico-científicas, dispensar produtos e serviços farmacêuticos, coordenar política de assistência farmacêutica, atuar na regulação e fiscalização de estabelecimentos, produtos e serviços farmacêuticos, gerenciar armazenamento, distribuição e transporte de produtos farmacêuticos.

Condições de trabalho dessas profissões

Farmacêuticos trabalham em instituições públicas ou privadas, em farmácias e redes de distribuição de remédios, nas indústrias de produtos farmacêuticos e correlatos, nas indústrias de produtos alimentares, de cosméticos, dentre outras. Trabalham majoritariamente com carteira assinada, mas também podem trabalhar por conta própria ou como empregador.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 2234-25

O exercício dos cargos de Farmacêuticos requer curso superior em Farmácia. Atualmente a formação é única, substituindo as duas formações anteriores: a de farmácia e a de bioquímica.

Atividades exercidas por um Farmacêutico práticas integrativas e complementares CBO 2234-25

Um Farmacêutico práticas integrativas e complementares (ou sinônimo) deve emitir laudos, pareceres e relatórios, realizar seguimento farmacoterapêutico, orientar coleta de amostras, estruturar protocolo, contornar situações adversas, aferir parâmetros bioquímicos, aferir pressão arterial, participar da elaboração de protocolo de uso de medicamentos, participar da apuração de denúncias, demonstrar capacidade de organização, interagir com prescritor e equipe de saúde, realizar gerenciamento de resíduos, coletar amostras, realiazar consulta farmacêutica, participar da elaboração de protocolos de tratamento, indicar medicamentos isentos de prescrição, trabalhar com biossegurança, manipular alimentos e cosméticos, avaliar conformidades de instalações físicas - certificar área, estabelecer critérios e sistemas de dispensação, realizar pequenos curativos, definir especificações técnicas de matéria prima, embalagem, materiais, equipamentos e instalações, participar de ações de políticas de saúde, eleger medicamentos, imunobiológicos, cosméticos, alimentos e produtos de saúde, demonstrar capacidade de atentar para detalhe, orientar pacientes, cuidadores e clientes, produzir insumos e matéria prima, verificar temperatura corporal, captar recursos, implantar política de serviço farmacêutico, participar de pesquisa clínica, realizar serviços de acupuntura, montar equipe, participar da promoção do uso racional de medicamento, analisar indicadores de qualidade, coordenar ações de assistência farmacêutica, administrar recursos humanos, financeiros e materiais, analisar resultados, executar análises, coordenar centros de informação de medicamentos e toxicológicos, avaliar prescrição, preparar amostras, planejar ações de assistência farmacêutica, qualificar fornecedores, cultivar microorganismos, trabalhar em equipe, instituir normas de fiscalização, efetuar análise crítica dos resultados, selecionar fornecedores, realizar vigilância pós-comercialização em produtos farmacêuticos, mostrar capacidade de liderança, demonstrar habilidade técnico analítico, colher dados, participar de comitê / comissão de ética em pesquisa, participar na elaboração de políticas de medicamento, demonstrar criatividade, prestar serviços de inaloterapia, programar processo magistral, elaborar formulários e normas técnicas, eleger método de análise, emitir laudo de resultados de análises, demonstrar destreza manual, participar de ações de promoção da saúde e prevenção de doenças, operar equipamentos, participar do licenciamento de estabelecimentos farmacêuticos, validar produtos, processos, áreas e equipamentos, tomar decisões, implementar ações de fármaco-vigilância, diagnosticar áreas de interesse, registrar dados em prontuário, adquirir matéria prima, materiais e equipamentos, embalar produtos, gerenciar documentação, orientar no cumprimento das normas, notificar desvios de qualidade de produtos e serviços, definir indicadores de qualidade, comprovar origem dos produtos, elaborar procedimento operacional padrão, participar na discussão de políticas públicas de saúde, participar em comissões técnicas, monitorar processos, prestar assessoria e consultoria, coordenar programas de assistência farmacêutica, identificar reações adversas e interações medicamentosas, determinar procedimentos de manipulação, fracionar produtos, demonstrar habilidade de comunicação, definir logística de distribuição, determinar descarte de produtos, sugerir mudança de processos, participar de ações de vigilância epidemiológica, elaborar projetos, validar método de análise, participar de elaboração da política de serviço farmacêutico, corrigir procedimentos, manipular medicamentos, supervisionar envase, embalagem e acondicionamento, inspecionar estabelecimentos, produtos e serviços, estudar viabilidade de pesquisa, elaborar relações de medicamentos, realizar serviços de fitoterapia, demonstrar empatia, indicar alimentos, cosméticos e produtos de saúde, avaliar conformidades de produtos e equipamentos, administrar estoques, perfurar lóbulo auricular, demonstrar credibilidade, divulgar produtos e serviços farmacêuticos, realizar visitas domiciliares, aplicar injetáveis.

Cargos e salários CBO 2234-25 - Farmacêuticos

Salário Farmacêutico em Termalismo Social/crenoterapia

Farmacêutico em Termalismo Social/crenoterapia: Brasil

  • 48
  • Brasil
  • 4.224 - 8.180
  • 41h
O profissional no cargo de Farmacêutico em Termalismo Social/crenoterapia CBO 2234-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.224 e 8.180 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 48 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2234-25.
Salário Farmacêutico Fitoterapeuta

Farmacêutico Fitoterapeuta: Brasil

  • 48
  • Brasil
  • 4.224 - 8.180
  • 41h
O profissional no cargo de Farmacêutico Fitoterapeuta CBO 2234-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.224 e 8.180 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 48 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2234-25.
Salário Farmacêutico Homeopata

Farmacêutico Homeopata: Brasil

  • 48
  • Brasil
  • 4.224 - 8.180
  • 41h
O profissional no cargo de Farmacêutico Homeopata CBO 2234-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.224 e 8.180 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 48 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2234-25.
Salário Farmacêutico Práticas Integrativas e Complementares

Farmacêutico Práticas Integrativas e Complementares: Brasil

  • 48
  • Brasil
  • 4.224 - 8.180
  • 41h
O profissional no cargo de Farmacêutico Práticas Integrativas e Complementares CBO 2234-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.224 e 8.180 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 48 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2234-25.
Salário Farmacêutico Antroposófico

Farmacêutico Antroposófico: Brasil

  • 48
  • Brasil
  • 4.224 - 8.180
  • 41h
O profissional no cargo de Farmacêutico Antroposófico CBO 2234-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.224 e 8.180 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 48 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2234-25.
Salário Farmacêutico em Plantas Medicinais e Fitoterapia

Farmacêutico em Plantas Medicinais e Fitoterapia: Brasil

  • 48
  • Brasil
  • 4.224 - 8.180
  • 41h
O profissional no cargo de Farmacêutico em Plantas Medicinais e Fitoterapia CBO 2234-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.224 e 8.180 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 48 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2234-25.