CBO 2112-10 - Estatístico (estatística aplicada) - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos profissionais de estatística

O profissional no cargo de Estatístico (estatística aplicada) CBO 2112-10 Planeja e organiza a coleta e síntese de dados estatísticos de áreas especializadas do conhecimento, definindo tamanho de amostra em função do objetivo da pesquisa Analisa dados segundo técnicas e modelos estatísticos, projetando e interpretando resultados.

Faz o processamento e tabulação dos dados e analisa sua validade e consistência estatística Estrutura instrumentos de coleta de dados, selecionando e ordenando variáveis e realizando teste piloto Cria banco de dados, descrevendo seu conteúdo e acrescentando variáveis.

Atualiza e avalia qualidade dos dados Desenvolve sistemas de codificação de dados, definindo seu nível de agregação e plano de classificação Planeja pesquisa, definindo cronograma e recursos necessários.

Exerce função pautada em preceitos éticos, observando sigilo das informações e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 2112-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de profissionais de estatística que pertence ao grupo dos profissionais das ciências exatas, físicas e da engenharia, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Estatístico (estatística aplicada), atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Profissionais de estatística CBO 2112-10 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2112-10

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Profissionais de estatística.
      • Profissionais das ciências exatas, físicas e da engenharia.

O que faz um Estatístico (estatística aplicada)

O Estatístico (estatística aplicada) CBO 2112-10 planeja e dirige a execução de pesquisas ou levantamento estatístico, envolvendo coleta, sistematização e análise de dados, contemplando aplicabilidade em áreas como bioestatística, estatística experimental, controle estatístico de produção, qualidade e confiabilidade, marketing, estatística nas ciências sociais, econometria, ciências atuariais, estatística espacial, estatística ambiental, agricultura, dentre outras Organiza o tratamento dos dados, cálculos de médias, índices, distribuições, coeficientes de correlação e outros elementos, orientando as tarefas de codificação e de representação de medidas de concentração em quadros e gráficos.

Interpreta as teorias e comprovações matemáticas básicas da estatística, analisando fórmulas, efetuando trabalhos de cálculos e investigações.

Desenha e seleciona amostras, calcula sua precisão, identifica objetivo e dimensiona universo da pesquisa Define fator de expansão do resultado, compõe cadastro e revisa plano amostral.

Avalia os dados brutos coletados, procedendo à crítica dos formulários e outros instrumentos de coleta, para constatar sua complexidade e exatidão Analisa e interpreta dados, correlacionando os valores segundo a natureza, frequência ou grandeza, para estabelecer padrões mais ou menos constantes no comportamento de determinados fenômenos.

Desenvolve e implementa técnicas e aplicativos de análise para transformar grandes conjuntos de dados brutos (“big data”) em informações úteis, usando linguagens de programação orientadas a dados e software de visualização.

Minera e modela dados, estruturados e não estruturados, utilizando processamento de linguagem natural e aprendizado de máquina (“machine learning”) Estrutura armazenagem de dados e desenvolve aplicativos ou programação para modelagem estatística e análise gráfica.

Realiza adaptação de métodos estatísticos para aplicação em pesquisa de áreas técnicas e científicas específicas.

Adota modelo para análise estatística de pesquisas e valida resultados fornecidos pelos indicadores Faz análise descritiva e projeções e elabora relatórios e quadros especiais sobre questões de metodologia, planejamento, execução e resultados das investigações Realiza controle estatístico de processo e analisa tecnicamente os dados, auxiliando na interpretação interdisciplinar da coleta.

Aprimora técnicas estatísticas, constrói indicadores e calcula números, índices e coeficientes Sugere mudanças em processos a partir da análise de dados Elabora sistemas e métodos de entrada de dados e programas de processamento e tabulação.

Critica dados, averiguando sua validade, consistência e estatística Define processo de tabulação e prepara apresentação dos resultados.

Produz sínteses numéricas e gráficas dos dados, por meio da construção de índices, mapas e gráficos Realiza pesquisas por sondagem, elaborando questionários e instruções Estrutura instrumentos de coleta de dados, seleciona e ordena variáveis segundo estratégia de coleta e redige instruções.

Prepara material de divulgação de pesquisas, treina entrevistador e pesquisador e realiza teste piloto Seleciona variáveis dos componentes do banco de dados e avalia sua qualidade e aderência Cria dicionário de dados, descreve seu conteúdo, acrescenta variáveis e estabelece nível de agregação a ser disponibilizado.

Presta suporte na utilização dos dados e informações e procede à sua atualização Define plano de classificação e nível de agregação dos dados Cria e atualiza livro de códigos e estabelece codificação de identificação do questionário.

Atualiza catálogo de dados Define tipo de pesquisa estatística, indicando se o levantamento é amostral, censitário, experimental, dentre outros Planeja trabalho de campo, elabora cronograma, lista equipamentos, suprimentos e recursos humanos necessários Elabora padronizações estatísticas e efetua perícias na área, assinando laudos e emitindo pareceres.

Funções do cargo

O funcionário CBO 2112-10 deve desenhar amostras, construir instrumentos de coleta de dados, desenvolver sistemas de codificação de dados, planejar atividades de pesquisas, demonstrar competências pessoais, criar banco de dados, processar dados, analisar dados, comunicar-se.

Condições de trabalho dessas profissões

Profissionais de estatística atuam em três grandes áreas da estatística: a industrial, a aplicada às ciências biológicas e da saúde e a aplicada às ciências humanas e sociais. No exercício das suas atividades se utilizam da estatística como ferramenta de trabalho. Podem trabalhar em institutos de pesquisa, planejamento e estatística, instituições de ensino, empresas e fundações públicas ou privadas. Organizam-se em equipe e também de forma individual (Estatístico teórico). Atuam com supervisão permanente e também ocacional, dependendo da ocupação. Trabalham em ambientes fechados, no período diurno. Em algumas de suas atividades, podem trabalhar em posições desconfortáveis por longos períodos, bem como estar expostos à radiação dos monitores de computadores.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 2112-10

Para o acesso às ocupações requer-se curso superior completo, sendo desejável curso superior de tecnologia (tecnólogo), cursos de especialização ou de pós-graduação. O exercício pleno das atividades, em média, ocorre no período que pode variar de três a quatro anos de experiência profissional.

Atividades exercidas por um Estatístico (estatística aplicada) CBO 2112-10

Um Estatístico (estatística aplicada) (ou sinônimo) deve estabelecer nível de agregação a ser disponibilizado, tabular dados, listar equipamentos e recursos computacionais, demonstrar raciocínio lógico, selecionar amostra, elaborar cronograma, listar suprimentos, realizar controle estatístico de processo, definir tipo de pesquisa - amostral, censitária, experimental, etc., criar dicionário de dados, demonstrar capacidade de comunicação, identificar a demanda, atualizar dados, definir processo de tabulação, selecionar variáveis componentes do banco de dados, definir cadastro, demonstrar organização, aprimorar técnicas estatísticas, matemáticas e/ou computacionais, auxiliar na interpretação interdisciplinar dos dados, elaborar material para apresentação dos resultados, definir fator de expansão do resultado, demonstrar capacidade de flexibilidade, criticar dados - validade, consistência e estatística, listar recursos humanos, definir tamanho da amostra, selecionar variáveis, treinar entrevistador e pesquisador, interpretar resultados das análises de dados, atualizar tabela de códigos, definir nível de agregação dos dados, redigir instruções de coleta e preenchimento, validar resultados fornecidos pelos indicadores, realizar teste piloto, demonstrar capacidade de trabalhar em equipe, elaborar métodos de imputação de dados, desenvolver perspicácia, elaborar sistema de entrada de dados, elaborar relatórios técnicos, demonstrar raciocínio matemático, demonstrar capacidade de observação, calcular precisão da amostra, descrever conteúdo dos dados - meta-dados, estruturar instrumentos de coleta, planejar trabalho de campo - coleta, supervisão, etc., desenhar plano amostral, demonstrar capacidade de negociação, ordenar variáveis segundo estratégia de coleta, desenvolver capacidade analítica, selecionar métodos para análise estatística, construir indicadores, fazer análise exploratória, utilizar técnicas estatísticas, matemáticas e/ou computacionais, criar tabela de códigos, demonstrar empatia, acrescentar variáveis ao banco de dados, escolher forma de coleta, definir plano de classificação, dimensionar universo da pesquisa, demonstrar capacidade de síntese, compor cadastro, dar suporte na utilização dos bancos de dados, demonstrar objetividade, avaliar qualidade do banco de dados, estabelecer codificação de identificação do questionário, redigir material de divulgação da pesquisa, desenvolver programas de processamento, tabulação de dados.

Cargos e salários CBO 2112-10 - Profissionais de estatística

Salário Estatístico (Estatística Aplicada)

Estatístico (Estatística Aplicada): Brasil

  • 167
  • Brasil
  • 6.973 - 16.324
  • 42h
O profissional no cargo de Estatístico (Estatística Aplicada) CBO 2112-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.973 e 16.324 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 167 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2112-10.
Salário Bioestatístico

Bioestatístico: Brasil

  • 167
  • Brasil
  • 6.973 - 16.324
  • 42h
O profissional no cargo de Bioestatístico CBO 2112-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.973 e 16.324 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 167 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2112-10.
Salário Demógrafo

Demógrafo: Brasil

  • 167
  • Brasil
  • 6.973 - 16.324
  • 42h
O profissional no cargo de Demógrafo CBO 2112-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.973 e 16.324 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 167 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2112-10.
Salário Econometrista

Econometrista: Brasil

  • 167
  • Brasil
  • 6.973 - 16.324
  • 42h
O profissional no cargo de Econometrista CBO 2112-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.973 e 16.324 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 167 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2112-10.