CBO 2035-25 - Pesquisadores das ciências sociais e humanas - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 2035-25 é o Código Brasileiro da Ocupação de pesquisadores das ciências sociais e humanas que pertence ao grupo dos pesquisadores, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Pesquisadores das ciências sociais e humanas CBO 2035-25 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2035-25

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Pesquisadores e profissionais policientíficos.
      • Pesquisadores.
        • Pesquisadores das ciências sociais e humanas.

Descrição dos cargos da categoria Pesquisadores das ciências sociais e humanas

Os Pesquisadores das ciências sociais e humanas CBO 2035-25 formulam objeto de estudo e pesquisa sobre relações humanas e sociais nas áreas das ciências sociais e humanas. Realizam procedimentos para coleta, tratamento, análise de dados e informações e disseminam resultados de pesquisa. Planejam e coordenam atividades de pesquisa. Podem dar aulas.

Condições de trabalho

Pesquisadores das ciências sociais e humanas atuam em uma grande gama de atividades econômicas, dentre as quais os serviços sociais e de saúde, a administração pública, as atividades recreativas, esportivas e culturais, a pesquisa e desenvolvimento, o ensino. Costumam trabalhar em fundações, instituições de pesquisa, universidades e organizações não- governamentais (ONGs), empresas ou instituições federais, estaduais e municipais de planejamento e estatística, como assalariados registrados, estatutários e também como autônomos, prestando serviços. Desenvolvem suas atividades individualmente e em equipes compostas por profissionais com formação em diversas áreas do conhecimento.

Exigências do mercado de trabalho

As ocupações requerem, para o seu exercício, no mínimo o curso universitário completo e mestrado ou cursos de especialização nas áreas de conhecimento abrangidas nesta família, quais sejam: Filosofia, História, Psicologia, Teologia, Sociologia, Antropologia, Arqueologia, Ciências políticas, Educação, Economia, Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências da informação, Comunicação, Demografia, Direito, Museologia, Planejamento urbano e regional, Serviço social e turismo. É comum o ingresso e a progressão na carreira por intermédio de concursos, no caso de pesquisadores vinculados à área pública. De uma forma geral, considera-se que os titulares das ocupações devam ter desenvolvido suas atividades durante, pelo menos, três a quatro anos, sob supervisão de outros pesquisadores.

Funções dos Pesquisadores das ciências sociais e humanas CBO 2035-25

Pesquisadores das ciências sociais e humanas devem:

  • disseminar resultados de pesquisa;
  • proceder ao tratamento, análise de dados e informações de pesquisa em ciências humanas e sociais;
  • coordenar atividades de pesquisa;
  • demonstrar competências pessoais;
  • coletar dados e informações de ciências humanas e sociais;
  • planejar atividades de pesquisa sobre relações humanas e sociais;
  • formular objeto de estudo e pesquisa sobre relações humanas e sociais;
  • Atividades dos cargos CBO 2035-25

    Entre as principais atribuições dos Pesquisadores das ciências sociais e humanas CBO 2035-25 estão as de:

    • definir atividades de trabalho;
    • realizar entrevistas;
    • supervisionar cumprimento de atividades de pesquisa;
    • definir forma de divulgação de resultado de pesquisa;
    • formatar projeto de pesquisa;
    • analisar dados e informações de fontes primárias e secundárias;
    • formular problemática de pesquisa;
    • elaborar instrumentos para obtenção de dados primários;
    • supervisionar trabalho de campo;
    • evidenciar sensibilidade social;
    • pré-testar instrumentos e procedimentos para obtenção de dados primários;
    • orçar custos de pesquisa;
    • captar recursos financeiros;
    • especificar referencial teórico;
    • elaborar trabalhos científicos;
    • demonstrar criatividade;
    • participar de grupos de estudos e discussão;
    • selecionar dados e informações;
    • administrar testes pedagógicos e psicológicos;
    • sistematizar dados e informações;
    • elaborar questionários e roteiros;
    • coletar dados e informações de fontes primárias;
    • desenvolver métodos e procedimentos de pesquisa;
    • formular teorias;
    • restituir resultados aos sujeitos pesquisados;
    • planejar avaliação de andamento da pesquisa;
    • definir recursos humanos e materiais;
    • desenvolver expressão oral;
    • elaborar boletim informativo;
    • formular hipóteses;
    • elaborar instrumento de acesso a acervo;
    • justificar relevância da pesquisa;
    • definir cronograma físico e financeiro;
    • identificar aspectos éticos e legais para viabilização da pesquisa;
    • cotejar hipóteses e resultados de pesquisa;
    • analisar impactos da pesquisa para sociedade;
    • desenvolver capacidade de análise crítica;
    • realizar observação participante;
    • apresentar resultados de pesquisa em meios de comunicação;
    • selecionar equipe de trabalho;
    • emitir parecer sobre trabalhos científicos;
    • organizar dados e informações;
    • desenvolver expressão escrita;
    • compatibilizar necessidades materiais aos recursos financeiros;
    • realizar procedimentos de crítica e validação de dados coletados;
    • demonstrar capacidade de reflexão;
    • especificar resultados esperados de pesquisa;
    • coletar informações de fontes secundárias;
    • trabalhar em equipe;
    • apresentar resultados de pesquisa em encontros e seminários;
    • revisar bibliografia;
    • solicitar compra de materiais, contratação de pessoal e de serviços;
    • organizar acervos;
    • coletar depoimentos;
    • dirigir dinâmicas de grupo;
    • avaliar andamento de pesquisas;
    • especificar objetivos de pesquisa;
    • promover interdisciplinaridade;
    • definir metas de pesquisa;
    • elaborar relatórios de pesquisa;
    • identificar fontes de financiamento de pesquisa;
    • demonstrar alteridade;
    • determinar procedimentos para obtenção de dados primários;
    • classificar dados e informações;
    • definir amostra;
    • especificar metodologia de pesquisa;
    • fornecer subsídios para formulação de políticas públicas;
    • treinar equipe de trabalho;

    Cargos e salários CBO 2035-25 - Pesquisadores das ciências sociais e humanas

    Salário Pesquisador em Psicologia

    Pesquisador em Psicologia: Brasil

    • 77
    • Brasil
    • 3.721 - 8.275
    • 38h
    O profissional no cargo de Pesquisador em Psicologia CBO 2035-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 3.721 e 8.275 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 77 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2035-25.