CBO 2033-20 - Pesquisador em saúde coletiva - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos pesquisadores das ciências da saúde

O profissional no cargo de Pesquisador em saúde coletiva CBO 2033-20 planeja e desenvolve pesquisa para promoção da saúde coletiva, elaborando e executando projetos para analisar, de forma articulada, a ocorrência de doenças em um grupo social e as situações de vida – nas dimensões social, econômica, entre outras – que podem estar afetando as condições física e mental das pessoas da localidade Utiliza métodos qualitativos e quantitativos de pesquisa.

Submete projetos à aprovação do comitê de ética em pesquisa e à aprovação institucional Supervisiona equipe, orientando trabalhos de pesquisa Divulga resultados de estudos às redes nacionais e internacionais de pesquisa e aos órgãos responsáveis por políticas públicas.

Realiza serviços de extensão na área da saúde, prestando assistência comunitária Cumpre normas técnicas, de qualidade e de biossegurança, e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 2033-20 é o Código Brasileiro da Ocupação de pesquisadores das ciências da saúde que pertence ao grupo dos pesquisadores e profissionais policientíficos, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Pesquisador em saúde coletiva, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Pesquisadores das ciências da saúde CBO 2033-20 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2033-20

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Pesquisadores das ciências da saúde.
      • Pesquisadores e profissionais policientíficos.

O que faz um Pesquisador em saúde coletiva

O Pesquisador em saúde coletiva CBO 2033-20 planeja pesquisa científica de saúde coletiva, considerando que o estado de saúde de uma pessoa é um processo complexo, que envolve os agentes etiológicos – tais como vírus e bactérias - mas também fatores biológicos, sociais, econômicos, políticos, culturais e ambientais, entre as possíveis causas para o surgimento de uma enfermidade Faz análise da bibliografia relacionada ao tema da pesquisa.

Redige projeto de pesquisa, definindo objeto de estudo, objetivos e cronograma físico e financeiro de execução.

Seleciona o método de pesquisa, de acordo com o seu estudo, podendo adotar abordagem qualitativa – com a aplicação da técnica do grupo focal, entrevistas em profundidade, entre outras – e/ou abordagem quantitativa – em que a investigação se apoia predominantemente em dados estatísticos, com aplicação de instrumentos de pesquisa previamente estruturados - e decorrentes estratégias de coleta, tratamento, interpretação e análise de dados Elabora justificativas para o desenvolvimento da pesquisa.

Avalia a viabilidade econômica e técnica do projeto Identifica parceiros e colaboradores.

Submete o projeto à aprovação do comitê de ética e à aprovação institucional.

Realiza diagnósticos comunitários e intervenções para o planejamento, a implementação e a avaliação de ações, serviços e políticas de promoção da saúde e da qualidade de vida de grupos sociais De acordo com os objetivos do projeto, analisa dados da área de saúde – tais como longevidade, mortalidade por doenças específicas, ocorrência de epidemias, entre outros – e os DSS-Determinantes Sociais da Saúde – fatores sociais, culturais, econômicos, políticos e ambientais relacionados, de forma positiva ou negativa, à saúde de grupos sociais -, para oferecer os resultados do estudo aos gestores, decisores políticos, líderes comunitários, entre outros.

Divulga informações e resultados de pesquisa em saúde coletiva, produzindo material técnico-científico e material educativo, apresentando pesquisas realizadas em eventos científicos, em palestras e em entrevistas, e submetendo artigos ou outros textos para publicação.

Estimula parcerias com redes nacionais e internacionais de pesquisa, desenvolvimento e inovação Participa de programas de cooperação técnica e científica Providencia a disseminação dos resultados de pesquisa aos órgãos responsáveis por políticas públicas – visando o planejamento e a organização dos serviços da saúde, para aumentar o tempo de vida e a qualidade de vida da população – e ao grupo social objeto de estudo, fornecendo às pessoas acesso às informações sobre proteção contra os fatores de adoecimento, indicação de práticas – tais como esportivas, de alimentação, de higiene, entre outras - para reduzir os fatores de risco, e formas de obter aconselhamento e, quando necessário, tratamento adequado.

Pode prestar serviços de extensão na área da saúde, prestando assistência comunitária e orientando ações voltadas para políticas públicas na área da saúde Seleciona e capacita recursos humanos para a pesquisa de saúde coletiva, prestando informações a técnicos e profissionais da saúde, orientando trabalhos acadêmicos, organizando cursos, e ministrando aulas Supervisiona equipe na realização de trabalhos técnico-científicos de pesquisa em saúde coletiva, orientando projetos.

Pode prestar assessoria e consultoria, realizando vistorias na área de saúde e emitindo laudos e pareceres técnico-científicos.

Funções do cargo

O funcionário CBO 2033-20 deve planejar projetos e pesquisas em ciências da saúde, prestar serviços de extensão na Área de saúde, demonstrar competências pessoais, elaborar projetos de pesquisa em ciências da saúde, capacitar recursos humanos em ciências da saúde, divulgar resultados e informações, comunicar-se, desenvolver pesquisas em ciências da saúde.

Condições de trabalho dessas profissões

Pesquisadores das ciências da saúde atuam em pesquisa básica e experimental, em desenvolvimento experimental e também no ensino. Geralmente são empregados com carteira assinada. Trabalham predominantemente em instituições de pesquisa, em universidades e em grandes empresas públicas ou privadas voltadas para atividades da agropecuária e da saúde humana e animal. Costumam integrar equipe multidisciplinar de profissionais, estando submetidos a supervisão ocasional. No exercício das suas atividades podem estar sujeitos à exposição a patógenos e a material tóxico.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 2033-20

O exercício ocupacional requer curso superior completo na área de ciências da saúde, sendo freqüentes as titulações de especialistas, mestres, doutores. O tempo mínimo de experiência em pesquisa para atingir a titularidade ocupacional está entre quatro e cinco anos.

Atividades exercidas por um Pesquisador em saúde coletiva CBO 2033-20

Um Pesquisador em saúde coletiva (ou sinônimo) deve produzir material educativo, captar recursos financeiros, analisar resultados, analisar bibliografia, demonstrar altruísmo, produzir produtos e processos, demonstrar perspicácia, treinar equipe de pesquisa e profissionais da área de saúde, evidenciar objetividade, conceder entrevistas, selecionar recursos humanos, desenvolver compreensão de linguagem corporal, organizar bancos de dados, emitir laudos e pareceres técnico-científicos, definir cronograma físico e financeiro de execução de pesquisa, elaborar justificativa de desenvolvimento de pesquisa, submeter projeto a aprovação institucional, orientar políticas públicas na área da saúde, ministrar aulas, recrutar sujeitos de pesquisa, submeter projeto a aprovação junto ao comitê de ética, atualizar-se na profissão, demonstrar persistência, desenvolver expressão oral, demonstrar flexibilidade, avaliar viabilidade técnica e de pessoal, desenvolver expressão escrita, identificar parceiros e colaboradores, diagnosticar necessidades sanitárias, evidenciar atenção para detalhes, levantar demandas científicas, trabalhar em equipe, orientar trabalhos acadêmicos, executar projeto piloto, desenvolver tecnologia aplicada a area , prestar assistência comunitária, organizar eventos, proferir palestras, avaliar viabilidade econômica, selecionar amostra de pesquisa, submeter trabalhos para publicação, organizar cursos, realizar diagnósticos e vistorias na área de saúde, monitorar desenvolvimento da pesquisa, prestar assessorias e consultorias, produzir material técnico-científico, coletar dados de pesquisa, definir objeto de pesquisa, redigir projeto de pesquisa, definir metodologia, trabalhar com organização, orientar ações de saúde voltadas para políticas públicas, apresentar trabalhos científicos, definir objetivos de pesquisa, avaliar tecnologia aplicada a área , aplicar métodos e procedimentos, desenvolver capacidade de concentração, orientar técnicos e profissionais, detectar demandas de mercado.

Cargos e salários CBO 2033-20 - Pesquisadores das ciências da saúde

Salário Pesquisador em Saúde Coletiva

Pesquisador em Saúde Coletiva: Brasil

  • 668
  • Brasil
  • 6.756 - 14.277
  • 35h
O profissional no cargo de Pesquisador em Saúde Coletiva CBO 2033-20 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.756 e 14.277 para uma jornada de trabalho média de 35h semanais de acordo com dados salariais de 668 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2033-20.
Salário Pesquisador em Saúde Coletiva

Pesquisador em Saúde Coletiva: São Paulo

  • 275
  • São Paulo
  • 7.127 - 14.001
  • 40h
O profissional no cargo de Pesquisador em Saúde Coletiva CBO 2033-20 trabalhando em São Paulo, ganha entre 7.127 e 14.001 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 275 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2033-20.