CBO 7827-35 - Marinheiro auxiliar de máquinas (marítimo e aquaviário) - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos trabalhadores aquaviários

O profissional no cargo de Marinheiro auxiliar de máquinas (marítimo e aquaviário) CBO 7827-35 auxilia na operação de máquinas e sistemas e na manutenção preventiva e corretiva da praça de máquinas de embarcações, na navegação marítima e fluvial da marinha mercante Pode auxiliar na atracação e na desatracação da embarcação e na operação de compressores e de guincho de reboque.

Realiza procedimentos de segurança a bordo Cumpre normas da autoridade marítima da Diretoria de Portos e Costas da Marinha do Brasil e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 7827-35 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores aquaviários que pertence ao grupo dos trabalhadores de funções transversais, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Marinheiro auxiliar de máquinas (marítimo e aquaviário), atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Trabalhadores aquaviários CBO 7827-35 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 7827-35

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Trabalhadores aquaviários.
      • Trabalhadores de funções transversais.

O que faz um Marinheiro auxiliar de máquinas (marítimo e aquaviário)

O Marinheiro auxiliar de máquinas (marítimo e aquaviário) CBO 7827-35 auxilia na operação de variados tipos de máquinas e sistemas de embarcação, tais como geradores, sistema de ventilação, caldeiras, sistemas de água e esgoto sanitário, purificadores, sistemas de transferência e estocagem de líquidos, propulsores, sistemas de compressão de ar, bombas de carga, sistemas de refrigeração e climatização, grupo destilatório e sistemas separadores de água e óleo Controla temperatura, pressão, volumes e outros parâmetros nas máquinas e realiza seu abastecimento.

Drena tanques de combustível, trata água de caldeiras e sistemas de resfriamento de motores.

Realiza ramonagem nas caldeiras Desgaseifica o tanque.

Limpa tanques de óleo e carga Aciona gerador de emergência.

Monitora quarto de serviço e procede às sondagens diárias.

Anota dados dos equipamentos no bandalho de máquina Auxilia na manutenção preventiva e corretiva da praça de máquinas, lubrificando máquinas e motores, engaxetando válvulas e bomba e engraxando transducers e acomplamento da bomba da máquina do leme.

Esgota ralos e pocetos e limpa acessórios e equipamentos.

Dosa produtos químicos nas águas dos motores e caldeiras Recolhe amostras de água e óleo, descarboniza motores e limpa caixão de ar de lavagem e válvula de suflação Auxilia na reparação de equipamentos e efetua pequenos reparos nas máquinas.

Descreve manutenção realizada no livro/diário de máquinas Conserva pintura da praça de máquinas Registra o descarte de efluentes oleosos e lixo.

Controla entrada e saída de materiais sobressalentes Pode auxiliar na atracação e na desatracação da embarcação, na operação de compressores e de guincho de reboque e no manuseio de guinchos.

Pode participar das fainas de lastreamento da embarcação Nas pequenas embarcações, confere condições gerais de operação da embarcação – motor, bateria, porão, combustível, água potável, óleo, reversor, bandeira e outras – e auxilia na manutenção de equipamento de combate a incêndio Auxilia no embarque e no desembarque e verifica cumprimento dos procedimentos de bordo, no transporte de passageiros.

Auxilia o comandante na administração de bordo e no serviço de manobra Pode atuar como chefe de máquinas de pequenas embarcações, conforme limites estabelecidos pelas normas da autoridade marítima Realiza procedimentos de segurança a bordo, participando de treinamentos previstos por lei e aplicando procedimentos decorrentes do Código Internacional de Gerenciamento de Segurança (International Safety Management Code–ISM Code).

Usa equipamentos de proteção individual e aplica procedimentos de primeiros socorros Aciona sistema de combate a incêndio e conserva seus postos e mangueiras Aplica procedimentos para cargas perigosas.

Descarta efluentes líquidos e resíduos sólidos, de acordo com normas ambientais.

Funções do cargo

O funcionário CBO 7827-35 deve executar manobras, demonstrar competências pessoais, realizar manutenção preventiva e corretiva da praça de máquinas, chefiar praça de máquinas de pequenas embarcações, operar máquinas, comandar pequenas embarcações, realizar procedimentos de segurança a bordo, transportar passageiros, transportar cargas, imediatar pequenas embarcações.

Condições de trabalho dessas profissões

Trabalhadores aquaviários os cargos dessa família CBO exercem suas atividades em empresas de transporte aquaviário ou por conta própria. São contratados na condição de trabalhadores assalariados, com carteira assinada, podem ainda trabalhar como autônomos. Atuam em equipe, compondo a tripulação de embarcações, trabalham majoritariamente sob supervisão ocasional e em rodízio de turnos, exceto pra os marinheiros de esporte e recreio. Realizam suas atividades a céu aberto e também em ambientes fechados, caracterizando-se, por vezes, como trabalho confinado (caso das casas de máquinas, por exemplo). Podem estar sujeitos a riscos de acidentes, exposição a materiais tóxicos, altas temperaturas e ruído intenso. Em embarcações de pequeno porte, podem exercer as funções de comando da embarcação.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 7827-35

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com ensino fundamental e curso básico de qualificação profissional, ministrados pela Marinha do Brasil( exceto Marinheiro de Esportes e Recreio). Para moço de máquina e moço de convés, o exercício pleno da atividade se dá após período de três a quatro anos de experiência profissional. Para marinheiro de máquinas e marinheiro de convés, o tempo requerido para o pleno exercício da função é de, no mínimo, cinco anos. O acesso à ocupação de marinheiro de esporte e recreio requer o ensinho fundamental com habilitação expedida pela marinha do brasil. O pleno desempenho da função é de no mínimo três anos.

Atividades exercidas por um Marinheiro auxiliar de máquinas (marítimo e aquaviário) CBO 7827-35

Um Marinheiro auxiliar de máquinas (marítimo e aquaviário) (ou sinônimo) deve operar sistema de ventilação natural e forçada, auxiliar o comandante no serviço de manobras, acionar gerador de emergência, operar compressores, tratar água de caldeiras e sistemas de resfriamento de motores, registrar o descarte de efluentes oleosos e lixo, identificar-se com o meio marítimo, acionar sistema de combate a incêndio, limpar acessórios e equipamentos da praça de máquinas, conferir condições gerais de operação da embarcação - motor, bateria, porão, combustível, água, reversor, bandeira, etc, operar guincho de reboque, verificar estado de conservação dos equipamentos de segurança, usar equipamentos de segurança - epi - equipamentos de proteção individual, operar purificadores, dosar produtos químicos nas águas dos motores e caldeiras, verificar nível do óleo lubrificante dos motores, conservar postos e mangueiras de incêndio, limpar tanques de óleo de carga, auxiliar o comandante na administração de bordo, realizar manutenção de equipamento de combate a incêndio, descarbonizar motores, operar geradores de energia elétrica, desatracar embarcação, conferir nível de combustível, óleo,água potável, participar de treinamentos previstos por lei, nadar, operar desalinizador, descrever manutenção realizada no livro/diário de máquinas, descartar efluentes líquidos e resíduos sólidos, auxiliar embarque e desembarque de passageiros, esgotar dalas, ralos e pocetos da praça de máquinas, demonstrar iniciativa, demonstrar autocontrole, lastrear embarcação, comunicar-se, conservar pintura da praça de máquinas, engraxar transducers e acoplamento da bomba da máquina do leme, trabalhar em equipe, aplicar procedimentos decorrentes do ism code - código de segurança marítima internacional, aplicar primeiros socorros, manter vacinação em dia, manusear guinchos, reparar equipamentos da praça de máquinas, operar máquinas de propulsão a vapor e a motor, atracar embarcação, recolher amostras de água e óleo, demonstrar agilidade, substituir o comandante em caso de impedimento, realizar ramonagem nas caldeiras, lubrificar máquinas e motores, monitorar quarto de serviço, operar caldeiras, operar bombas de carga, operar sistema separador de água e óleo, verificar o cumprimento dos procedimentos de bordo, controlar entrada e saída de materiais sobressalentes na praça de máquinas, engaxetar válvulas e bombas, demonstrar atenção, aplicar procedimentos para cargas perigosas, operar sistema de água e esgoto sanitário, proceder às sondagens diárias, demonstrar desprendimento, abastecer máquinas, controlar temperatura, pressão e volumes nas máquinas, demonstrar resistência para o confinamento, operar sistemas de compressão de ar, anotar dados dos equipamentos, no bandalho de máquina, demonstrar firmeza, operar sistemas de transferência e estocagem de óleo combustível, lubrificante e água, efetuar pequenos reparos nas máquinas, limpar caixão de ar de lavagem e válvula de suflação, respeitar hierarquia, desgaseificar o tanque, evidenciar rapidez de raciocínio, operar grupo destilatório, operar sistemas de ar condicionado e frigorífico, drenar tanques de combustível.

Cargos e salários CBO 7827-35 - Trabalhadores aquaviários

Salário Marinheiro Auxiliar de Máquinas (marítimo e Aquaviário)

Marinheiro Auxiliar de Máquinas (marítimo e Aquaviário): Brasil

  • 150
  • Brasil
  • 1.923 - 3.999
  • 42h
O profissional no cargo de Marinheiro Auxiliar de Máquinas (marítimo e Aquaviário) CBO 7827-35 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.923 e 3.999 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 150 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7827-35.