CBO 6228-10 - Trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 6228-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais que pertence ao grupo dos trabalhadores agrícolas, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais CBO 6228-10 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 6228-10

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca.
    • Trabalhadores na exploração agropecuária.
      • Trabalhadores agrícolas.
        • Trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais.

Descrição dos cargos da categoria Trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais

Os Trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais CBO 6228-10 executam plantio e produzem mudas e sementes de especiarias, plantas aromáticas e medicinais e colhem e beneficiam sua produção. Preparam o solo para plantio e realizam embalagem e armazenamento de produção. Empregam medidas de segurança e preservação ambiental e participam de eventos agrícolas.

Condições de trabalho

Trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais essas ocupações são exercidas por profissionais assalariados com carteira assinada - trabalhador da cultura de plantas aromáticas e medicinais, empregados na agricultura e serviços relacionados. O trabalho é presencial, realizado em equipe, formada por trabalhadores ou familiares, sob supervisão permanente. As atividades são realizadas a céu aberto, durante o dia. O trabalhador da cultura de especiarias, em algumas atividades, fica exposto a materiais tóxicos.

Exigências do mercado de trabalho

A escolaridade exigida para estes trabalhadores é a quarta série do ensino fundamental, não sendo necessária qualificação profissional. O exercício pleno da ocupação ocorre com menos de um ano de experiência.

Funções dos Trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais CBO 6228-10

Trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais devem:

  • realizar embalagem e armazenamento de produção;
  • executar plantio de especiarias, plantas aromáticas e medicinais;
  • preparar solo para plantio;
  • empregar medidas de segurança e preservação ambiental;
  • produzir mudas e sementes de especiarias, plantas aromáticas e medicinais;
  • beneficiar produção de especiarias, plantas aromáticas e medicinais;
  • demonstrar competências pessoais;
  • colher produção de especiarias, plantas aromáticas e medicinais;
  • participar de eventos agrícolas;
  • Atividades dos cargos CBO 6228-10

    Entre as principais atribuições dos Trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais CBO 6228-10 estão as de:

    • participar de cursos e palestras;
    • plantar mudas em solo;
    • trabalhar em equipe;
    • escolher área de plantio;
    • regar mudas e sementes;
    • higienizar local de armazenamento;
    • identificar matas ciliares para preservação;
    • separar lixo;
    • calcular distâncias entre mudas em viveiros;
    • identificar mudas em canteiros;
    • conduzir plantas;
    • guardar embalagens de fertilizantes e defensivos agrícolas;
    • participar de treinamentos para uso de equipamento de proteção (cultivo e colheita);
    • monitorar presença de pragas, doenças e parasitas em plantações;
    • transplantar mudas;
    • participar de feiras de especiarias, plantas medicinais e aromáticas;
    • roçar área de plantio;
    • definir ponto de colheita;
    • arrancar raízes, bulbos e tubérculos;
    • amarrar plantas em estacas;
    • enxertar plantas;
    • demonstrar sociabilidade no campo;
    • embalar produção;
    • pulverizar defensivos agrícolas biológicos;
    • gradear solo;
    • retirar galhos e folhas secas e doentes;
    • raspar casca de produto colhido;
    • destocar área de plantio;
    • balizar área de plantio;
    • colher frutos;
    • classificar produção;
    • preparar local de secagem;
    • expor produtos em feiras;
    • controlar condições ambientais do local de armazenamento;
    • adubar plantas;
    • selecionar mudas, estacas e sementes;
    • catar sementes e frutos;
    • desidratar produto colhido;
    • anotar prazo de validade em embalagem;
    • reciclar lixo;
    • escolher ferramentas;
    • dar prova de resistência física;
    • cortar flores, folhas e galhos;
    • registrar dados de produção;
    • armazenar produção;
    • manifestar senso de preservação ambiental;
    • drenar solo;
    • lavar produto colhido;
    • retirar impurezas de produto colhido;
    • utilizar equipamentos de proteção individual;
    • irrigar plantas;
    • calear área de plantio;
    • selecionar terra e extrato;
    • limpar área de plantio;
    • definir local de construção de canteiros e viveiros;
    • selecionar plantas;
    • participar de dia de campo;
    • denunciar casos de desmatamentos e queimadas;
    • testar qualidade e durabilidade de produtos;
    • reflorestar área de plantio;
    • podar árvores e plantas;
    • planejar colheita;
    • produzir substratos;
    • identificar árvores para preservação (madeira de lei);
    • semear espécies em canteiros e viveiros;
    • picar produção;
    • desbrotar plantas;
    • pesar produção;
    • colher amostra de solo;
    • preparar equipamentos e materiais para colheita;
    • orientar visitas técnicas;
    • demonstrar versatilidade;
    • abrir covas;
    • cercar área de plantio;
    • fertilizar solo;
    • fiscalizar ponto de secagem;
    • participar de mutirões em campo;
    • capinar área de plantio;
    • transportar produção do campo para locais de beneficiamento e armazenamento;
    • construir viveiros e canteiros;
    • arar solo;

    Cargos e salários CBO 6228-10 - Trabalhadores agrícolas da cultura de especiarias e de plantas aromáticas e medicinais

    Salário Trabalhador da Cultura de Plantas Aromáticas e Medicinais

    Trabalhador da Cultura de Plantas Aromáticas e Medicinais: Brasil

    • 231
    • Brasil
    • 1.446 - 2.225
    • 44h
    O profissional no cargo de Trabalhador da Cultura de Plantas Aromáticas e Medicinais CBO 6228-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.446 e 2.225 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 231 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6228-10.