CBO 5171-15 - Bombeiros e salva-vidas - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 5171-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de bombeiros e salva-vidas que pertence ao grupo dos trabalhadores nos serviços de proteção e segurança, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Bombeiros e salva-vidas CBO 5171-15 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 5171-15

  • Trabalhadores dos serviços, vendedores do comércio em lojas e mercados.
    • Trabalhadores dos serviços.
      • Trabalhadores nos serviços de proteção e segurança.
        • Bombeiros e salva-vidas.

Descrição dos cargos da categoria Bombeiros e salva-vidas

Os Bombeiros e salva-vidas CBO 5171-15 previnem situações de risco e executam salvamentos terrestres, aquáticos e em altura, protegendo pessoas e patrimônios de incêndios, explosões, vazamentos, afogamentos ou qualquer outra situação de emergência, com o objetivo de salvar e resgatar vidas, prestam primeiros socorros, verificando o estado da vítima para realizar o procedimento adequado, realizam cursos e campanhas educativas, formando e treinando equipes, brigadas e corpo voluntário de emergência.

Condições de trabalho

Bombeiros e salva-vidas atuam no comércio, indústria, serviços e agropecuária. São empregados com carteira assinada, organizam-se em equipe, trabalhando em locais fechados e abertos, em períodos diurnos e noturnos e em revezamento de turnos. Estão, conforme a especialidade das ocupações, expostos a materiais tóxicos, radiação, ruído intenso, umidade e altas temperaturas.

Exigências do mercado de trabalho

Requer-se do bombeiro de segurança do trabalho e do salva-vidas o ensino fundamental completo, do bombeiro aeródromo, o ensino médio completo. Exige-se curso básico de qualificação de duzentas a quatrocentas horas-aula para todos. Os salva-vidas civis que atuam na orla marítima costumam receber treinamento dado por salva-vidas da polícia militar.

Funções dos Bombeiros e salva-vidas CBO 5171-15

Bombeiros e salva-vidas devem:

  • controlar acidentes com produtos perigosos;
  • preparar-se para ocorrências;
  • executar salvamento terrestre, aquático e em altura;
  • realizar cursos e campanhas educativas;
  • trabalhar com segurança e biossegurança;
  • combater incêndios;
  • prevenir acidentes (incêndio, vazamento, explosão);
  • comunicar-se;
  • prestar primeiros socorros;
  • demonstrar competências pessoais;
  • Atividades dos cargos CBO 5171-15

    Entre as principais atribuições dos Bombeiros e salva-vidas CBO 5171-15 estão as de:

    • retirar afogado da água;
    • criar diques de contenção;
    • avaliar situações de risco;
    • manter controle emocional;
    • ministrar aulas e palestras educativas;
    • praticar exercícios físicos;
    • chamar apoio;
    • treinar equipe de bombeiro e salvamento;
    • utilizar técnicas de salvamento e combate a incêndios;
    • conversar com a vítima;
    • vigiar banhistas;
    • fornecer suprimento de oxigênio;
    • informar o centro de operações;
    • ouvir relatos da vítima e testemunhas;
    • preparar plano de emergência;
    • liberar vias aéreas da vítima;
    • tomar vacinas;
    • relatar ocorrências em formulário;
    • definir plano de ação;
    • classificar ocorrência;
    • analisar topografia da praia;
    • associar estado da vítima com local do acidente;
    • resgatar vítima;
    • demonstrar prontidão;
    • operacionalizar viaturas e embarcações;
    • revelar coragem;
    • comunicar-se através de sinais;
    • capturar animais e insetos (peçonhentos, raivosos);
    • nadar com destreza;
    • evacuar local;
    • posicionar viaturas e embarcações;
    • rebocar afogado;
    • persuadir suicida do contrário;
    • submeter-se a exames periódicos;
    • demonstrar solidariedade;
    • praticar mergulho;
    • trocar informações;
    • abordar vítima;
    • relacionar-se com a comunidade;
    • apoiar instituições de combate a incêndio (pam, prefeitura...);
    • afastar público do local;
    • simular ocorrências com funcionários de empresas;
    • verificar nível de consciência da vítima;
    • conferir efetivo;
    • higienizar equipamentos;
    • transportar vítima para centro médico;
    • acalmar vítima;
    • orientar público;
    • abastecer equipamento e viatura;
    • requalificar-se profissionalmente;
    • aproximar-se da vítima;
    • estabilizar a vítima;
    • localizar vítima;
    • zelar pelo meio ambiente;
    • fazer massagem cardíaca;
    • eliminar situações de risco;
    • providenciar manutenção dos equipamentos;
    • elaborar estatísticas;
    • notificar departamento e seção para adequação às normas de segurança;
    • trabalhar em equipe;
    • conferir funcionamento do equipamento e viatura;
    • especificar equipamentos para aquisição;
    • constatar hemorragias e deformidades;
    • trabalhar com ética;
    • informar dados da vítima;
    • dirigir-se ao local da ocorrência com segurança;
    • estabelecer rota de fuga;
    • efetuar anamnese da vítima;
    • distribuir tarefas e funções;
    • demonstrar humanidade;
    • alertar banhista através do apito;
    • controlar tempo resposta;
    • dominar fisicamente suicida e vítima;
    • traçar itinerário;
    • usar equipamento de proteção individual;
    • observar condições oceanográficas;
    • conferir estado do equipamento e material;
    • demarcar distância de segurança;
    • verificar respiração e circulação;
    • isolar área;
    • reconhecer local de trabalho;
    • proteger patrimônio;
    • imobilizar vítima;
    • sinalizar locais de risco;
    • mapear área de risco;
    • especializar-se profissionalmente;
    • executar operações de busca;
    • cuidar da sua segurança e da equipe;
    • proceder à respiração artificial;
    • inspirar confiança;
    • procurar vítimas;
    • monitorar condições atmosféricas;
    • demonstrar resistência a fadiga;
    • selecionar viaturas;

    Cargos e salários CBO 5171-15 - Bombeiros e salva-vidas

    Salário Salva-Vidas

    Salva-Vidas: Brasil

    • 5.376
    • Brasil
    • 1.607 - 2.854
    • 42h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.607 e 2.854 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 5.376 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Guarda-vidas

    Guarda-vidas: Brasil

    • 5.376
    • Brasil
    • 1.607 - 2.854
    • 42h
    O profissional no cargo de Guarda-vidas CBO 5171-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.607 e 2.854 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 5.376 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-surf

    Salva-surf: Brasil

    • 5.376
    • Brasil
    • 1.607 - 2.854
    • 42h
    O profissional no cargo de Salva-surf CBO 5171-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.607 e 2.854 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 5.376 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-Vidas Uberlândia

    Salva-Vidas: Uberlândia, MG

    • 33
    • Uberlândia, MG
    • 1.976 - 2.808
    • 43h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando em Uberlândia - MG, ganha entre 1.976 e 2.808 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 33 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-Vidas

    Salva-Vidas: Rio de Janeiro

    • 1.922
    • Rio de Janeiro
    • 1.457 - 1.530
    • 42h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando em Rio de Janeiro, ganha entre 1.457 e 1.530 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 1.922 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-Vidas São Paulo

    Salva-Vidas: São Paulo, SP

    • 292
    • São Paulo, SP
    • 2.093 - 3.750
    • 43h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 2.093 e 3.750 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 292 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-Vidas Brasília

    Salva-Vidas: Brasília, DF

    • 61
    • Brasília, DF
    • 1.645 - 3.076
    • 41h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando em Brasília - DF, ganha entre 1.645 e 3.076 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 61 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-Vidas Salvador

    Salva-Vidas: Salvador, BA

    • 26
    • Salvador, BA
    • 1.817 - 3.936
    • 43h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando em Salvador - BA, ganha entre 1.817 e 3.936 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 26 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-Vidas Belo Horizonte

    Salva-Vidas: Belo Horizonte, MG

    • 72
    • Belo Horizonte, MG
    • 1.671 - 2.742
    • 42h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando em Belo Horizonte - MG, ganha entre 1.671 e 2.742 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 72 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-Vidas Rio de Janeiro

    Salva-Vidas: Rio de Janeiro, RJ

    • 1.412
    • Rio de Janeiro, RJ
    • 1.446 - 1.972
    • 42h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 1.446 e 1.972 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 1.412 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-Vidas Cuiabá

    Salva-Vidas: Cuiabá, MT

    • 22
    • Cuiabá, MT
    • 1.226 - 1.781
    • 37h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando em Cuiabá - MT, ganha entre 1.226 e 1.781 para uma jornada de trabalho média de 37h semanais de acordo com dados salariais de 22 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-Vidas Campinas

    Salva-Vidas: Campinas, SP

    • 91
    • Campinas, SP
    • 2.026 - 3.238
    • 42h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando em Campinas - SP, ganha entre 2.026 e 3.238 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 91 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Salva-Vidas

    Salva-Vidas: São Paulo

    • 1.346
    • São Paulo
    • 1.862 - 1.955
    • 43h
    O profissional no cargo de Salva-Vidas CBO 5171-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.862 e 1.955 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.346 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Guarda-vidas

    Guarda-vidas: São Paulo

    • 1.346
    • São Paulo
    • 1.862 - 1.955
    • 43h
    O profissional no cargo de Guarda-vidas CBO 5171-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.862 e 1.955 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.346 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Guarda-vidas

    Guarda-vidas: Rio de Janeiro

    • 1.922
    • Rio de Janeiro
    • 1.457 - 1.530
    • 42h
    O profissional no cargo de Guarda-vidas CBO 5171-15 trabalhando em Rio de Janeiro, ganha entre 1.457 e 1.530 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 1.922 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Guarda-vidas São Paulo

    Guarda-vidas: São Paulo, SP

    • 292
    • São Paulo, SP
    • 2.093 - 3.750
    • 43h
    O profissional no cargo de Guarda-vidas CBO 5171-15 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 2.093 e 3.750 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 292 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Guarda-vidas Vila Velha

    Guarda-vidas: Vila Velha, ES

    • 124
    • Vila Velha, ES
    • 1.189 - 1.660
    • 37h
    O profissional no cargo de Guarda-vidas CBO 5171-15 trabalhando em Vila Velha - ES, ganha entre 1.189 e 1.660 para uma jornada de trabalho média de 37h semanais de acordo com dados salariais de 124 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.
    Salário Guarda-vidas Rio de Janeiro

    Guarda-vidas: Rio de Janeiro, RJ

    • 1.412
    • Rio de Janeiro, RJ
    • 1.446 - 1.972
    • 42h
    O profissional no cargo de Guarda-vidas CBO 5171-15 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 1.446 e 1.972 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 1.412 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5171-15.