CBO 2222-05 - Engenheiro de alimentos - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos engenheiros de alimentos

O profissional no cargo de Engenheiro de alimentos CBO 2222-05 Desenvolve e implementa técnicas para processar alimentos em escala industrial, aplicando princípios de química, microbiologia e engenharia Seleciona métodos, insumos e equipamentos que inibem a deterioração e tornam o alimento processado seguro, saboroso e saudável.

Elabora, coordena e executa projeto de processamento de alimentos Desenvolve simuladores de processo Gerencia o processamento de alimentos, verificando o funcionamento de equipamentos, supervisionando os sistemas de higienização, realizando análises, entre outras atividades.

Coordena e capacita equipe de trabalho Presta assistência técnica, participa de auditorias, elabora documentação e solicita o registro de produtos Cumpre as boas práticas de fabricação, normas técnicas, de qualidade, regulamentadoras, de saúde, de biossegurança, de segurança no trabalho, de combate a incêndio e de preservação ambiental.

CBO 2222-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de engenheiros de alimentos que pertence ao grupo dos profissionais das ciências biológicas, da saúde, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Engenheiro de alimentos, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Engenheiros de alimentos CBO 2222-05 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2222-05

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Engenheiros de alimentos.
      • Profissionais das ciências biológicas, da saúde.

O que faz um Engenheiro de alimentos

O Engenheiro de alimentos CBO 2222-05 desenvolve produtos e processos para a produção de alimentos industrializados, determinando características físico-químicas e biológicas dos produtos, pesquisando mercado, prospectando soluções tecnológicas e avaliando tecnologias disponíveis Pesquisa processos, materiais e equipamentos, avaliando-os e testando-os.

Implementa novas tecnologias.

Determina condições de armazenamento e tempo de prateleira de produtos, buscando soluções que auxiliam no prolongamento da vida útil do alimento Desenvolve embalagem e rotulagem, de acordo com as especificações e regulamentos.

Analisa as características físico-químicas, microbiológicas e sensoriais dos produtos para garantir os padrões de qualidade Avalia a aceitação e o rendimento do produto, validando a produção industrial e estimando os custos.

Elabora projeto de produção de alimentos, analisando a planta e verificando o fluxo de produção, definindo leiaute, equipamentos e utensílios, adequando as instalações, dimensionando equipamentos e linha de produção, avaliando a viabilidade financeira.

Desenvolve simuladores de processo (planta piloto) Participa da execução do projeto de produção e coordena sua implementação.

Gerencia processos de produção de alimentos, definindo métodos, processos, padrões de procedimentos e volume de produção, programando a produção, adequando as matérias-primas aos padrões, ajustando as formulações, planejando a rastreabilidade dos produtos.

Verifica o funcionamento de equipamentos, calibrando-os e aferindo-os Solicita e supervisiona a manutenção para evitar paradas na produção, identificando a necessidade de substituição ou aquisição de novos equipamentos Supervisiona sistemas de higienização de utensílios, equipamentos e instalações para garantir a conformidade com os padrões, os regulamentos e as boas práticas de fabricação.

Supervisiona o controle de estoque e controle integrado de pragas Define o destino dos produtos não conformes e dos resíduos Define o tratamento de efluentes e de resíduos.

Controla a qualidade dos produtos alimentícios, selecionando, classificando e validando matérias-primas, de acordo com as boas práticas Realiza análises laboratoriais, coletando amostras, verificando os parâmetros físico-químicos, microbiológicos e sensoriais dos produtos e analisando os resultados, inclusive para determinar o valor nutricional tais como níveis de vitaminas, gorduras, açúcares e proteínas.

Utiliza sistemas informatizados para coleta e tratamento de dados Acondiciona, armazena e descarta as amostras de controle, a fim de permitir que possam ser efetuadas investigações de doenças veiculadas pelo alimento Realiza auditorias.

Coordena equipes, dimensionando-as, determinando o perfil profissional, participando da seleção de pessoal, elaborando a escala de trabalho, delegando e fiscalizando o cumprimento das tarefas, avaliando o desempenho da equipe Capacita a equipe, sugere promoção e dispensa de trabalhadores, visando ao melhor desempenho da equipe Presta consultoria e assistência técnica, realizando visitas técnicas, identificando as necessidades dos clientes, diagnosticando problemas, prestando suporte à área comercial e de marketing, realizando avaliação técnica, testando alternativas e propondo soluções, a fim de resolver problemas no desenvolvimento de produtos.

Planeja logística de distribuição Elabora documentação, laudos e pareceres técnicos, consultando literatura técnica, órgãos oficiais e legislação Participa da integração de pessoal, orientando funcionários.

Solicita o registro de documentos e produtos Fornece informação ao consumidor, esclarecendo dúvidas Participa de auditorias de qualidade, segurança, meio ambiente, saúde, responsabilidade social e sustentabilidade - QSMSRS Cumpre as boas práticas de fabricação, normas técnicas, de qualidade, regulamentadoras, de saúde, de biossegurança, de segurança no trabalho, de combate a incêndio e de preservação ambiental.

Funções do cargo

O funcionário CBO 2222-05 deve desenvolver produtos e processos de produção de alimentos, comunicar-se, controlar qualidade dos produtos alimentícios, prestar consultoria e assistência técnica, demonstrar competências pessoais, elaborar projeto de produção de alimentos, coordenar equipes, gerenciar processos de produção de alimentos.

Condições de trabalho dessas profissões

Engenheiros de alimentos atuam em um amplo campo de trabalho, em indústrias tradicionais como alimentos e bebidas. Trabalham em equipes multidisciplinares, podendo supervisioná-la ou serem supervisionados. São empregados, majoritariamente, em empresas privadas. Paa o xercício de suas atividades, requere-se, no mercado, uma experiência de 1 a 2 anos.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 2222-05

O exercício das ocupações requer formação em Engenharia de Alimentos ou em curso superior de tecnologia em áreas afins, com registro no CREA.

Atividades exercidas por um Engenheiro de alimentos CBO 2222-05

Um Engenheiro de alimentos (ou sinônimo) deve armazenar amostras, capacitar equipe, trabalhar em equipe, testar produto e processo, demonstrar organização, autorizar descarte das amostras, elaborar cronograma físico e financeiro, supervisionar controle integrado de pragas, ajustar formulação aos padrões, definir destino de produtos não conformes, identificar necessidades de novos equipamentos, validar matéria-prima, planejar logística de distribuição, coletar amostras para análise, definir leiaute da planta, registrar documentos, dispensar funcionários, classificar matéria-prima, prospectar soluções tecnológicas, selecionar matéria-prima, demonstrar pró-atividade, trabalhar com segurança, diagnosticar problemas, definir utensílios, elaborar escala de trabalho, dimensionar equipamentos, realizar auditorias, solicitar registro de produto, consultar literatura técnica e legislação, implementar novas tecnologias, implantar programas de qualidade - appcc, bpf, bpm, desenvolver embalagem, definir destino dos resíduos, demonstrar raciocínio analítico, verificar características sensoriais, avaliar desempenho de equipe, determinar características fisico-químicas dos produtos, determinar condições de armazenagem, demonstrar memória sensorial, definir padrões de procedimentos, descartar amostras, esclarecer dúvidas do consumidor, emitir pareceres técnicos, acondicionar amostras, realizar avaliação técnica, dimensionar equipes de trabalho, aferir equipamentos, pesquisar mercado, determinar tempo de prateleira - shelf-life, calibrar equipamentos, desenvolver rotulagem, realizar visita técnica, propor soluções, orientar funcionários, analisar resultados, delegar tarefas, participar da execução do projeto de produção, demonstrar iniciativa, definir equipamento, realizar análises laboratoriais, elaborar documentação técnica, avaliar rendimento do alimento, demonstrar empatia, analisar dados, analisar planta de produção, validar produção em escala industrial, demonstrar raciocínio lógico, demonstrar senso crítico, supervisionar manutenção dos equipamentos, selecionar fornecedores, demonstrar acuidade sensorial, contornar situações adversas, avaliar processos, materiais e equipamentos, avaliar tecnologias disponíveis, desenvolver simuladores de processos - planta piloto, definir processos, analisar características sensoriais, avaliar aceitação do produto, participar da seleção de pessoal, identificar necessidades do cliente, pesquisar processos, materiais e equipamentos, registrar ocorrências, verificar funcionamento dos equipamentos, definir volume de produção, adequar instalações, prestar suporte a área comercial e marketing, determinar perfil profissional, supervisionar controle de estoque, programar produção, participar da integração de pessoal, sugerir promoção de funcionários, analisar características fisico-químicas e microbriológicas dos produtos, adequar matérias-primas aos padrões, demonstrar flexibilidade, coordenar implementação do projeto de produção, consultar órgãos oficiais, fornecer informações ao consumidor, avaliar viabilidade financeira, supervisionar sistemas de higienização de utensílios, equipamentos e instalações, emitir laudos técnicos, solicitar manutenção dos equipamentos, fisclizar cumprimento de tarefas, estimar custos, verificar parâmetros fisico-químicos e microbiológicos, planejar rastreabilidade do produto, dimensionar linha de produção, testar alternativas, demonstrar senso estético, definir tratamento de efluentes e resíduos, participar de auditorias qsmsrs, demonstrar visão sistêmica, demonstrar liderança, verificar fluxo de produção.

Cargos e salários CBO 2222-05 - Engenheiros de alimentos

Salário Engenheiro de Alimentos

Engenheiro de Alimentos: Brasil

  • 225
  • Brasil
  • 4.680 - 10.818
  • 42h
O profissional no cargo de Engenheiro de Alimentos CBO 2222-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.680 e 10.818 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 225 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2222-05.