CBO 2134-30 - Paleontólogo - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos geólogos, oceanógrafos, geofísicos

O profissional no cargo de Paleontólogo CBO 2134-30 Pesquisa a história da vida na Terra com base em fósseis (restos de plantas, animais, fungos, bactérias e seres vivos unicelulares que foram substituídos por material rochoso ou impressões de organismos preservados em alguns tipos de rocha), em escavações ou locais de céu aberto Reconstitui espécies animais e vegetais, suas características físicas, seus hábitos e relações com o meio ambiente.

Realiza prospecção de sítios e escavação de fósseis com técnicas para preservar sua integridade Descreve, caracteriza, data e reconstitui fósseis em laboratórios de pesquisa Elabora documentação científica e roteiros para museus e turismo educacional.

Pode especializar-se em uma das subáreas da paleontologia Apoia geólogos na localização de reservas de petróleo e gás Cumpre e faz cumprir normas técnicas, normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de proteção ao meio ambiente.

CBO 2134-30 é o Código Brasileiro da Ocupação de geólogos, oceanógrafos, geofísicos que pertence ao grupo dos profissionais das ciências exatas, físicas e da engenharia, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Paleontólogo, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Geólogos, oceanógrafos, geofísicos CBO 2134-30 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2134-30

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Geólogos, oceanógrafos, geofísicos.
      • Profissionais das ciências exatas, físicas e da engenharia.

O que faz um Paleontólogo

O Paleontólogo CBO 2134-30 pesquisa as formas de vida existentes em períodos geológicos da Terra, a partir dos fósseis e outros elementos encontrados em escavações ou locais a céu aberto Aplica conhecimentos geológicos, biológicos, estratigráficos ,geográficos, entre outros.

Utiliza-se de metodologia científica para reconstituir espécies animais e vegetais, suas características físicas, seus hábitos e relações com o meio ambiente.

Interpreta fotos aéreas, imagens de satélites e de sensoriamento remoto, que possam indicar vestígios fósseis, para obter informações aplicáveis ao planejamento dos estudos e pesquisas Elabora relatórios, mapas, modelos tridimensionais e outras publicações técnico-científicas para divulgar os conhecimentos gerados.

Pesquisa a natureza geológica e biológica de fósseis de animais, plantas e vestígios (pegadas, sulcos, perfurações, fezes), identificando os sítios paleontológicos, planejando os trabalhos de campo, delimitando áreas de proteção de sítios paleontológicos Orienta e supervisiona as atividades de pesquisa paleontológica.

Seleciona métodos e técnicas de escavação, de preservação e proteção dos fósseis e testemunhos coletados.

Obtém moldes e réplicas de pegadas, vestígios e ossos, empregando técnicas e materiais que garantam a preservação desses elementos Pesquisa, desenvolve e adapta métodos, técnicas e instrumentos laboratoriais e de campo.

Descreve os fósseis e o ambiente geológico onde foram encontrados, identificando-os, caracterizando-os, analisando-os e classificando-os.

Aplica instrumentação científica para o detalhamento de estruturas de fósseis, como microscópios eletrônicos, tomógrafos computadorizados, escâneres a laser, entre outros Aplica métodos de datação relativa e datação radiométrica para estimar a idade de fósseis Utiliza softwares dedicados à análise e representação gráfica dos fósseis, ambientes e informações geológicas.

Pode prestar assessoria e consultoria em assuntos técnicos e legais relacionados à paleontologia, sobretudo em atividades de escavação e extração de espécimes fósseis, atendimento à legislação de proteção aos sítios paleontológicos Pode apoiar geólogos na localização de ocorrências de reservas de combustíveis fósseis Emite pareceres e laudos técnicos.

Pode prestar consultoria para produções audiovisuais Divulga conhecimento paleontológico, elaborando documentos técnico-científicos, material informativo e educativo, organizando e participando de encontros científicos e técnicos.

Organiza coleções e exposições em museus Pode organizar roteiros e expedições científicas e educacionais e orientar programas de geoturismo e turismo ecológico Pode especializar-se em áreas aplicadas da paleontologia, como paleozoologia, paleobotânica, paleoicnologia, paleobiologia e paleopalinologia, entre outras.

.

Funções do cargo

O funcionário CBO 2134-30 deve controlar serviços de geologia, geofísica e oceanografia, estudar ambientes terrestres e aquáticos, difundir conhecimento geológico, geofísico e oceanográfico, gerir atividades de proteção, conservação e reabilitação ambiental, explorar recursos vivos - pescado, algas e fitoplâncton e não vivos - minerais - rochas, Água, combustíveis fósseis, prestar assessoria e consultoria, pesquisar natureza geológica, geofísica e oceanográfica, demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho dessas profissões

Geólogos, oceanógrafos, geofísicos o trabalho é exercido principalmente em atividades econômicas de extração de carvão mineral, petróleo e gás e de minerais em geral, e, mais recentemente, na proteção ambiental e nos estudos relativos à água. Quando atuam em pesquisa e desenvolvimento e no ensino são classificados como pesquisadores e professores. Podem trabalhar como empregados ou prestadores de serviços. Trabalham com supervisão permanente e suas atividades se desenvolvem em equipe, tanto em laboratórios como no campo. Pode ocorrer que, no exercício de algumas atividades, alguns profissionais estejam sujeitos aos efeitos da permanência prolongada em posições desconfortáveis, podem também estar expostos a altas temperaturas, materiais tóxicos, áreas ínvias e de ocupação sub-normal.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 2134-30

As ocupações da família requerem o curso superior completo ou de curta duração - tecnólogo. É comum a presença de profissionais com pós-graduação e cursos de especialização. O exercício pleno das atividades requer entre três e cinco anos.

Atividades exercidas por um Paleontólogo CBO 2134-30

Um Paleontólogo (ou sinônimo) deve assessorar órgãos públicos na elaboração de políticas ambientais, delimitar áreas de proteção de sítios e monumentos geológicos e paleontológicos, realizar perícia e arbitramento técnicos, organizar coleções e exposições, realizar diagnósticos e prognósticos, identificar minerais, rochas e fósseis, demonstrar visão espacial, criar programas computacionais aplicados a geologia, geofísica e oceanografia, adaptar métodos, técnicas e instrumentos laboratoriais e de campo, caracterizar materiais geológicos, desenvolver métodos, técnicas e instrumentos laboratoriais e de campo, descrever testemunhos de sondagem, emitir pareceres e laudos técnicos, orientar programas de turismo, geoturismo e turismo ecológico, pesquisar métodos, técnicas e instrumentos laboratoriais e de campo, interpretar dados geológicos, geofísicos, oceanográficos e batimétricos, assessorar a regulação, licenciamento e fiscalização ambiental das atividades e empreendimentos, organizar encontros científicos e técnicos, trabalhar com segurança, demonstrar tolerância ao isolamento, elaborar perfis geológicos e geofísicos, identificar sítios e monumentos geológicos e paleontológicos, demonstrar capacidade de observação, classificar minerais, rochas e fósseis, demonstrar capacidade de lidar com situações de risco, elaborar mapas e cartas, demonstrar capacidade de agir sob pressão, planejar estudos, auditorar resultados, medir parâmetros físicos, químicos e mecânicos de materiais geológicos, demonstrar capacidade de visão sistêmica, prestar assessoria em projetos de economia mineral, organizar material informativo e educativo, coletar dados geológicos, geofísicos, meteorológicos, oceanográficos e batimétricos, coordenar projetos, organizar roteiros e expedições científicas, supervisionar laboratórios de pesquisa, trabalhar em equipe, integrar resultados analíticos de testemunhos de sondagem e de perfilagem, elaborar relatórios técnicos e científicos, demonstrar senso crítico, demonstrar criatividade, demonstrar pró-atividade, modelar processos e produtos geológicos e oceanográficos, demonstrar visão temporal, descrever minerais, rochas e fósseis, controlar qualidade dos procedimentos, demonstrar adaptabilidade, testar equipamentos.

Cargos e salários CBO 2134-30 - Geólogos, oceanógrafos, geofísicos

Salário Paleontólogo

Paleontólogo: Brasil

  • 6
  • Brasil
  • 10.213 - 17.702
  • 41h
O profissional no cargo de Paleontólogo CBO 2134-30 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.213 e 17.702 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 6 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2134-30.