CBO 2012-10 - Profissionais da metrologia - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 2012-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de profissionais da metrologia que pertence ao grupo dos profissionais da biotecnologia e metrologia, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Profissionais da metrologia CBO 2012-10 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2012-10

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Pesquisadores e profissionais policientíficos.
      • Profissionais da biotecnologia e metrologia.
        • Profissionais da metrologia.

Descrição dos cargos da categoria Profissionais da metrologia

Os Profissionais da metrologia CBO 2012-10 realizam calibrações, ensaios e medições, asseguram rastreabilidade à medição, produzem padrão e materiais de referência, realizam pesquisa e desenvolvimento em metrologia, projetam, gerenciam e avaliam laboratórios de metrologia. Elaboram documentos técnicos e disseminam conhecimentos metrológicos.

Condições de trabalho

Profissionais da metrologia esses trabalhadores atuam em áreas de pesquisa e desenvolvimento, fabricação de máquinas e equipamentos, aparelhos e materiais, equipamentos de instrumentação e outras atividades empresariais. São empregados com carteira assinada, com supervisão ocasional e trabalham em equipe multidisciplinar, em ambiente fechado e em horário diurno. Eventualmente, são consultores. Podem passar longos períodos em posições desconfortáveis e expostos a materiais tóxicos, radiação, agentes físicos, químicos e biológicos e produtos inflamáveis.

Exigências do mercado de trabalho

Para ingressar nessas ocupações requer-se curso superior completo em Física, Engenharia, Engenharia têxtil, Administração, dentre outros, seguido de curso de especialização em Metrologia com duração entre duzentas e quatrocentas horas-aula. O exercício pleno das atividades ocorre após um a dois anos de experiência. Para o pesquisador em metrologia, o pleno desempenho ocorre após quatro ou cinco anos de experiência.

Funções dos Profissionais da metrologia CBO 2012-10

Profissionais da metrologia devem:

  • disseminar conhecimentos;
  • realizar pesquisa e desenvolvimento em metrologia;
  • produzir padrão e materiais de referência;
  • assegurar rastreabilidade da medição;
  • realizar calibrações, ensaios e medições;
  • gerenciar laboratórios de metrologia;
  • demonstrar competências pessoais;
  • projetar laboratórios de metrologia;
  • avaliar laboratórios de metrologia;
  • elaborar documentos técnicos;
  • Atividades dos cargos CBO 2012-10

    Entre as principais atribuições dos Profissionais da metrologia CBO 2012-10 estão as de:

    • ministrar palestras;
    • elaborar modelo para registro de medição;
    • estimar incertezas de medição;
    • prestar consultorias;
    • participar de comitês técnicos;
    • programar manutenção de equipamentos;
    • publicar trabalhos técnico científicos;
    • operar sistemas de medição;
    • monitorar grandezas de influência;
    • conduzir processo de credenciamento;
    • emitir pareceres técnicos;
    • solicitar análise de impacto ambiental;
    • realizar análise crítica do sistema da qualidade;
    • certificar modelo padrão;
    • participar de programas de ensaios de proficiência;
    • demonstrar capacidade investigativa;
    • trabalhar em equipe;
    • planejar treinamento de equipe;
    • treinar pessoal;
    • elaborar relatórios técnicos;
    • coordenar implantação de sistemas da qualidade;
    • demonstrar criatividade;
    • selecionar instrumentos;
    • montar sistemas de medição;
    • supervisionar processo de produção de padrão;
    • requerer propriedade intelectual de métodos e padrões;
    • organizar programas interlaboratoriais;
    • executar plano de manutenção do padrão;
    • levantar curva de calibração;
    • planejar produção de padrão;
    • emitir documentos de calibração, ensaio e medição;
    • avaliar sistema de auditoria;
    • prestar assistência técnica ao padrão;
    • validar programas computacionais;
    • orientar trabalhos técnico- científicos;
    • delimitar escopo da auditoria;
    • selecionar padrão;
    • realizar análise crítica de contratos de serviços;
    • providenciar calibração de padrão;
    • aprovar fornecedores;
    • elaborar modelo para certificado de calibração;
    • compor equipe de auditores;
    • estabelecer critérios de validação;
    • interpretar normas e publicações;
    • testar padrão;
    • examinar documentação do laboratório;
    • definir intervalo de calibração de padrão e instrumentos (meios de controle);
    • analisar dados;
    • especificar padrão;
    • emitir relatório de auditoria;
    • dimensionar recursos humanos;
    • preparar amostras;
    • participar de programas interlaboratoriais;
    • definir periodicidade de verificação do padrão;
    • coletar dados;
    • pesquisar bibliografia;
    • calcular confiabilidade metrológica;
    • realizar experimentos;
    • administrar recursos humanos;
    • desenvolver programas computacionais específicos;
    • especificar infra estrutura;
    • demonstrar habilidade manual;
    • participar de programas intralaboratoriais;
    • elaborar procedimentos;
    • estabelecer planos de auditoria;
    • organizar programas de ensaios de proficiência;
    • dimensionar grandezas de influência;
    • verificar implementação das ações corretivas;
    • organizar seminários, congressos e cursos;
    • apresentar artigos técnicos;
    • assessorar na formação de preços de serviços e produtos;
    • programar manutenção do padrão;
    • avaliar desempenho de padrão;
    • definir cadeia de rastreabilidade para padrão;
    • organizar-se;
    • validar documentos;
    • concentrar-se;
    • ministrar cursos;
    • registrar dados da medição;
    • validar padrão;
    • elaborar instrução técnica;
    • selecionar métodos e procedimentos;
    • assessorar na elaboração do planejamento estratégico;
    • informar condições de uso do padrão;
    • verificar adequação do laboratório aos requisitos das normas;
    • aprovar documentos;
    • projetar padrão;
    • validar métodos;
    • especificar escopo de atuação;
    • desenvolver modelo matemático;
    • dar provas de raciocínio lógico;
    • elaborar cronograma de implantação;
    • especificar equipamentos;
    • estudar viabilidade técnico - econômica;
    • planejar manutenção de infra estrutura laboratorial;
    • estimular parcerias em pesquisa e desenvolvimento;
    • acondicionar padrão;

    Cargos e salários CBO 2012-10 - Profissionais da metrologia

    Salário Responsável Técnico da Calibração Metrológica

    Responsável Técnico da Calibração Metrológica: Brasil

    • 189
    • Brasil
    • 3.438 - 7.965
    • 42h
    O profissional no cargo de Responsável Técnico da Calibração Metrológica CBO 2012-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 3.438 e 7.965 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 189 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2012-10.
    Salário Especialista em Calibrações Metrológicas

    Especialista em Calibrações Metrológicas: Brasil

    • 189
    • Brasil
    • 3.438 - 7.965
    • 42h
    O profissional no cargo de Especialista em Calibrações Metrológicas CBO 2012-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 3.438 e 7.965 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 189 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2012-10.
    Salário Metrologista de Calibrações

    Metrologista de Calibrações: Brasil

    • 189
    • Brasil
    • 3.438 - 7.965
    • 42h
    O profissional no cargo de Metrologista de Calibrações CBO 2012-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 3.438 e 7.965 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 189 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2012-10.