CBO 8624-05 - Operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 8624-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases que pertence ao grupo dos operadores de utilidades, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases CBO 8624-05 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 8624-05

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Operadores de produção, captação, tratamento e distribuição (energia, água e utilidades).
      • Operadores de utilidades.
        • Operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases.

Descrição dos cargos da categoria Operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases

Os Operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases CBO 8624-05 extraem gases, operando equipamentos separadores e depuradores e monitorando variáveis físicas tais como temperatura, pressão e vazão. Realizam manutenção em instalações de captação, engarrafamento e distribuição de gases, alinhando compressores com motores, verificando pressões de óleos e temperaturas, limpando e trocando filtros. Abastecem e inspecionam compressores, despressurizando e esvaziando sistemas de gás, verificando pressões, vazamentos e conferindo funcionamento de motores. Operam compressores, acionando válvulas e ajustando níveis e pressões de óleos lubrificantes e gases. Controlam a qualidade da distribuição de gás, testando odores e teores de umidade, conferindo válvulas com gabaritos e coletando amostras para análises. Trabalham seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e preservação ambiental.

Condições de trabalho

Operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases atuam nas empresas de produção e distribuição de gás como empregados com carteira assinada. Organizam-se em pequenos grupos de trabalho, sob supervisão permanente, em locais abertos e no sistema de rodízio de turnos. No desenvolvimento de algumas atividades permanecem expostos à ação de ruído intenso, materiais tóxicos e altas temperaturas.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício dessas ocupações requer-se ensino médio concluído e curso básico de qualificação profissional de duzentas a quatrocentas horas-aula. O pleno desempenho das atividades ocorre entre três e quatro anos de experiência profissional.

Funções dos Operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases CBO 8624-05

Operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases devem:

  • trabalhar com segurança;
  • controlar qualidade;
  • realizar manutenções em instalações de captação, engarrafamento e distribuição de gases;
  • operar compressor;
  • demonstrar competências pessoais;
  • extrair gases;
  • inspecionar compressões;
  • abastecer compressor;
  • Atividades dos cargos CBO 8624-05

    Entre as principais atribuições dos Operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases CBO 8624-05 estão as de:

    • coletar amostras de glp para controle de estocagem;
    • conferir válvulas com gabarito;
    • registrar manutenções realizadas;
    • operar bomba de pressão de sucção;
    • retirar cilindros e válvulas com presença de gordura;
    • responsabilizar-se;
    • verificar anormalidades em componentes e acessórios (trincas, vazamentos, desgastes e ruídos);
    • acionar válvulas;
    • realizar teste sonoro no cilindro com o martelo bola (gás oxigênio);
    • alinhar compressor com motor;
    • agir com equilíbrio emocional;
    • identificar cilindros com rótulos (especificações e cuidados necessários);
    • verificar pressão interestágio;
    • discriminar odores e sons;
    • descartar cilindros fora do padrão (corrosão, deformação);
    • verificar vazamentos (gás, óleo);
    • operar separador de gás;
    • trocar filtros;
    • verificar entradas e saídas do compressor (temperatura, processo e vazão);
    • nivelar componentes do compressor;
    • verificar sistema de resfriamento;
    • esvaziar sistema de gás do compressor;
    • despressurizar compressor;
    • filtrar gás;
    • analisar pureza do oxigênio;
    • utilizar equipamentos de proteção individual;
    • inspecionar visualmente a qualidade do cilindro;
    • verificar pressão diferencial dos filtros;
    • demonstrar atenção e concentração;
    • organizar-se;
    • testar odor;
    • operar depurador de gás;
    • ler indicações do manômetro;
    • ler indicações do termômetro;
    • ajustar pressões de óleos lubrificantes e gases;
    • determinar desligamento e desembarque do carro no abastecimento de gás;
    • testar teor de umidade;
    • verificar níveis de óleo lubrificante e água;
    • desligar compressor;
    • conferir os dispositivos de segurança;
    • ligar compressor;
    • pró-agir;
    • cumprir normas de segurança;
    • analisar dureza da água (quantidade de magnésio e cálcio);
    • conferir funcionamento do motor;
    • limpar filtro do compressor;
    • conferir validade do teste hidrostático;
    • disciplinar-se;
    • adicionar produtos químicos;
    • conservar máquinas (pintura, limpeza);
    • verificar lubrificação (nível, vazão, tempo de troca e contaminação);
    • fechar entradas e saídas de gases;
    • imobilizar veículo para abastecimento do gás;
    • verificar pressão de óleo;
    • verificar temperatura;
    • monitorar variáveis físicas (temperatura, pressão e vazão);
    • notificar inspeção;
    • aterrar (processo elétrico) veículos na transferência de gases;
    • coletar amostras de gás natural para análise cromatográfica;
    • controlar tempo de manutenção;
    • retirar partículas sólidas;

    Cargos e salários CBO 8624-05 - Operadores de instalações de extração, processamento, envasamento e distribuição de gases

    Salário Operador Mecânico de Gás

    Operador Mecânico de Gás: Brasil

    • 1.107
    • Brasil
    • 1.773 - 3.283
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador Mecânico de Gás CBO 8624-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.773 e 3.283 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.107 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8624-05.
    Salário Operador de Instalação de Extração Processamento Envasamento e Distribuição de Gases

    Operador de Instalação de Extração Processamento Envasamento e Distribuição de Gases: Brasil

    • 1.107
    • Brasil
    • 1.773 - 3.283
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Instalação de Extração Processamento Envasamento e Distribuição de Gases CBO 8624-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.773 e 3.283 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.107 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8624-05.
    Salário Operador de Gás

    Operador de Gás: Brasil

    • 1.107
    • Brasil
    • 1.773 - 3.283
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Gás CBO 8624-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.773 e 3.283 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.107 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8624-05.
    Salário Operador de Glp

    Operador de Glp: Brasil

    • 1.107
    • Brasil
    • 1.773 - 3.283
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Glp CBO 8624-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.773 e 3.283 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.107 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8624-05.
    Salário Operador de Instalação de Extração

    Operador de Instalação de Extração: Brasil

    • 1.107
    • Brasil
    • 1.773 - 3.283
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Instalação de Extração CBO 8624-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.773 e 3.283 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.107 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8624-05.
    Salário Operador de Instalação de Transferência de Gases

    Operador de Instalação de Transferência de Gases: Brasil

    • 1.107
    • Brasil
    • 1.773 - 3.283
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Instalação de Transferência de Gases CBO 8624-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.773 e 3.283 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.107 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8624-05.
    Salário Operador de Sistema de Gás

    Operador de Sistema de Gás: Brasil

    • 1.107
    • Brasil
    • 1.773 - 3.283
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Sistema de Gás CBO 8624-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.773 e 3.283 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.107 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8624-05.
    Salário Operador Mantanedor de Compressores de Gases

    Operador Mantanedor de Compressores de Gases: Brasil

    • 1.107
    • Brasil
    • 1.773 - 3.283
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador Mantanedor de Compressores de Gases CBO 8624-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.773 e 3.283 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.107 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8624-05.