CBO 8623-10 - Operadores de instalações de captação e esgotos - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 8623-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de operadores de instalações de captação e esgotos que pertence ao grupo dos operadores de utilidades, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Operadores de instalações de captação e esgotos CBO 8623-10 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 8623-10

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Operadores de produção, captação, tratamento e distribuição (energia, água e utilidades).
      • Operadores de utilidades.
        • Operadores de instalações de captação e esgotos.

Descrição dos cargos da categoria Operadores de instalações de captação e esgotos

Os Operadores de instalações de captação e esgotos CBO 8623-10 monitoram o recebimento de resíduos industriais e urbanos, operam fornos de incineração e controlam o processo de tratamento de água e efluentes. Realizam amostragem de resíduos e efluentes, dosam soluções químicas e operam equipamentos eletromecânicos. Documentam dados do processo de tratamento e controlam materiais e produtos utilizados na estação de tratamento de água, efluentes e resíduos industriais. Trabalham em conformidade a normas e procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.

Condições de trabalho

Operadores de instalações de captação e esgotos atuam na fabricação de produtos químicos, alimentícios e de bebidas e nos segmentos de limpeza urbana, esgoto e atividades conexas, metalurgia básica, saúde e serviços sociais. São empregados com carteira assinada, trabalham individualmente ou em equipe, sob supervisão permanente, em locais fechados ou abertos e no horário diurno ou em rodízio de turnos. Freqüentemente permanecem expostos à ação de materiais tóxicos, ruído intenso, altas temperaturas, odores, intempéries e riscos biológicos.

Exigências do mercado de trabalho

Para o operador de estação de tratamento requer-se ensino médio concluído e, para o operador de fornos de incineração, ensino fundamental incompleto. Nos dois casos, exige-se curso básico de qualificação profissional em torno de duzentas horas-aula. O pleno desempenho das atividades ocorre com aproximadamente um ano de experiência profissional.

Funções dos Operadores de instalações de captação e esgotos CBO 8623-10

Operadores de instalações de captação e esgotos devem:

  • demonstrar competências pessoais;
  • monitorar recebimento de resíduos industriais e urbanos;
  • operar equipamentos eletromecânicos;
  • operar forno de incineração;
  • trabalhar com segurança;
  • controlar materiais e produtos utilizados na estação de tratamento de Água, efluentes e resíduos industriais.;
  • documentar dados do processo de tratamento;
  • Atividades dos cargos CBO 8623-10

    Entre as principais atribuições dos Operadores de instalações de captação e esgotos CBO 8623-10 estão as de:

    • repassar informações para turno posterior;
    • descartar cinzas;
    • verificar condições de uso dos equipamentos de proteção (individual e coletivo);
    • acondicionar cinzas;
    • abastecer o forno com resíduos;
    • controlar parâmetros operacionais;
    • demonstrar sociabilidade;
    • demonstrar responsabilidade;
    • classificar os resíduos de acordo com as normas técnicas;
    • informar anomalias no processo;
    • solicitar manutenção de equipamentos;
    • cumprir procedimentos operacionais;
    • acionar equipamentos;
    • preencher formulários de controles operacionais;
    • autodesenvolver-se;
    • inspecionar o recebimento de resíduos;
    • verificar plano de queima;
    • avaliar dados do processo de tratamento de água, efluentes e resíduos industriais;
    • armazenar materiais e produtos;
    • identificar equipamentos de segurança;
    • comparar volume de resíduos com plano de queima;
    • controlar parâmetros operacionais dos equipamentos eletromecânicos;
    • quantificar materiais e produtos;
    • demonstrar dinamismo;
    • demonstrar confiabilidade;
    • destinar resíduos conforme normas vigentes;
    • receber materiais e produtos;
    • cumprir normas de higiene, segurança, saúde e meio ambiente;
    • separar materiais e produtos;
    • inspecionar materiais e produtos;
    • verificar a programação de recebimento de resíduos;
    • utilizar equipamentos de proteção (individual e coletivo);
    • demonstrar disciplina;
    • acondicionar resíduos industriais e urbanos;
    • manter organizado o ambiente de trabalho;
    • inspecionar equipamentos da estação de água, efluentes e resíduos industriais;
    • comprometer-se com as questões de proteção ambiental;
    • rotular produtos químicos;
    • analisar características físicas de resíduos;
    • solicitar materiais e produtos;
    • demonstrar iniciativa;

    Cargos e salários CBO 8623-10 - Operadores de instalações de captação e esgotos

    Salário Operador de Forno de Incineração no Tratamento de Agua Efluentes e Resíduos Industriais

    Operador de Forno de Incineração no Tratamento de Agua Efluentes e Resíduos Industriais: Brasil

    • 458
    • Brasil
    • 1.697 - 3.557
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Forno de Incineração no Tratamento de Agua Efluentes e Resíduos Industriais CBO 8623-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.697 e 3.557 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 458 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8623-10.
    Salário Operador de Co-processamento de Resíduos

    Operador de Co-processamento de Resíduos: Brasil

    • 458
    • Brasil
    • 1.697 - 3.557
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Co-processamento de Resíduos CBO 8623-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.697 e 3.557 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 458 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8623-10.
    Salário Operador de Forno de Incineração no Tratamento de Água

    Operador de Forno de Incineração no Tratamento de Água: Brasil

    • 458
    • Brasil
    • 1.697 - 3.557
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Forno de Incineração no Tratamento de Água CBO 8623-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.697 e 3.557 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 458 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8623-10.
    Salário Operador de Incinerador

    Operador de Incinerador: Brasil

    • 458
    • Brasil
    • 1.697 - 3.557
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Incinerador CBO 8623-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.697 e 3.557 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 458 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8623-10.
    Salário Operador de Instalação de Incineração de Resíduos

    Operador de Instalação de Incineração de Resíduos: Brasil

    • 458
    • Brasil
    • 1.697 - 3.557
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Instalação de Incineração de Resíduos CBO 8623-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.697 e 3.557 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 458 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8623-10.