CBO 8311-15 - Preparadores de pasta para fabricação de papel - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 8311-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de preparadores de pasta para fabricação de papel que pertence ao grupo dos trabalhadores de instalações e máquinas de fabricação de celulose e papel, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Preparadores de pasta para fabricação de papel CBO 8311-15 em todos os estados e cidades do Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 8311-15

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Preparadores de pasta para fabricação de papel.
      • Trabalhadores de instalações e máquinas de fabricação de celulose e papel.

Funções

demonstrar competências pessoais, organizar o turno de trabalho, controlar o processo de obtenção de pasta de celulose, verificar os insumos para a obtenção da pasta de celulose, monitorar o processo de fabricação da pasta de celulose, preparar equipamentos para fabricação de pasta de celulose, trabalhar com segurança.

Atividades

monitorar o consumo de energia elétrica da pedra desfibradora (rebolo), isolar equipamentos para manutenção, monitorar as especificações do produto pasta de celulose (alvura, viscosidade, freness), consultar sobre a disponibilidade de ar comprimido, propor revisão dos itens das normas de segurança, instruir novos funcionários sobre condições inseguras, repassar informações do processo para o turno seguinte, comunicar aos supervisores da liberação dos equipamentos para manutenção, monitorar variáveis do processo, verificar a disponibilidade de licor negro para cozimento, ajustar distância entre os segmentos do refinador., ajustar a consistência na zona de refinação, demonstrar iniciativa, preencher relatórios de produção e qualidade (físico e digital), conferir estoque de madeira, consultar sobre a disponibilidade de água para o processo, demonstrar controle emocional, analisar ensaios de residual do processo, controlar a afiação da pedra desfibradora, cumprir ordem de fabricação, obedecer procedimentos de parada, consultar sobre a disponibilidade de energia elétrica para processo, utilizar recursos de informática, cumprir as normas de segurança da empresa, inspecionar cavaco, pasta e celulose em processamento, trabalhar em equipe, analisar registros de funcionamento dos equipamentos, dosar soda cáustica para o cozimento do cavaco, adicionar vapor ao cozimento do cavaco, inspecionar o funcionamento dos equipamentos (ruído, vibração, vazamento), comunicar supervisão a capacidade e utilização dos equipamentos (amperagem), analisar estoque de cavaco, retirar impurezas da madeira e do cavaco, demonstrar liderança, comunicar o funcionamento dos equipamentos para as outras áreas, controlar dimensões do cavaco na mistura, afiar a faca do picador de madeira, atender às convocações para eventos sobre segurança, conferir a liberação dos equipamentos pela manutenção, instruir a equipe de trabalho, comunicar a supervisão sobre condições inseguras, demonstrar visão sistêmica, ler informações nos livros de comunicação, utilizar epi e epc, consultar sobre a disponibilidade de produtos químicos para o cozimento do cavaco, inspecionar a limpeza dos equipamentos, ligar os equipamentos, demonstrar flexibilidade, inspecionar desgaste dos equipamentos, definir o tempo de cozimento do cavaco, selecionar granulometria e espessura do cavaco, interpretar resultados de ensaios laboratoriais, identificar desvios entre o resultado de laboratório e o registro do painel de controle, identificar áreas de risco, consultar sobre a disponibilidade de cavaco para cozimento, controlar o teor de umidade através da mistura de madeira, verificar as condições de funcionamento dos equipamentos, tomar decisões, demonstrar comprometimento com resultados, monitorar amperagem dos equipamentos, comunicar-se com eficiência, inspecionar as condições de segurança do local de trabalho, consultar os valores de alvura, gramatura e os relatórios (físico e digital) da qualidade, consultar sobre a disponibilidade de vapor para processo, elaborar análise de risco, analisar informações do turno de trabalho, sinalizar áreas de risco, substituir a faca do picador, regular a temperatura do equipamento conforme tabela do fabricante.

Cargos e salários CBO 8311-15 - Preparadores de pasta para fabricação de papel

Salário Operador de Digestor de Pasta para Fabricação de Papel

Operador de Digestor de Pasta para Fabricação de Papel: Brasil

  • 161
  • Brasil
  • 3.060 - 7.716
  • 40h
O profissional no cargo de Operador de Digestor de Pasta para Fabricação de Papel CBO 8311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 3.060 e 7.716 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 161 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8311-15.