CBO 7650-15 - Trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 7650-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros que pertence ao grupo dos trabalhadores da confecção de artefatos de tecidos e couros, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros CBO 7650-15 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 7650-15

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Trabalhadores nas indústrias têxtil, do curtimento, do vestúario e das artes gráficas.
      • Trabalhadores da confecção de artefatos de tecidos e couros.
        • Trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros.

Descrição dos cargos da categoria Trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros

Os Trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros CBO 7650-15 confeccionam moldes (fôrmas, facas) e modelos de artefatos de tecido, couro e similares. Preparam e cortam materiais e peças para confecção. Realizam pintura e adornos em artefatos, atividades de acabamento e serviços de manutenção em máquinas e equipamentos. Montam e embalam artefatos e comercializam produtos.

Condições de trabalho

Trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros atuam na indústria de confecção de artigos do vestuário e acessórios. O boneleiro trabalha com carteira assinada, o confeccionador de artefatos de couro (exceto sapatos) e o chapeleiro de senhoras trabalham como autônomo ou por conta própria. O trabalho do chapeleiro de senhoras é individual, sem supervisão. Os outros profissionais trabalham em equipe por operações, com supervisão permanente. Todos trabalham em ambiente fechado, durante o dia, exceto o chapeleiro de senhoras que tem horários de trabalho irregulares. Em algumas atividades desenvolvidas pelo boneleiro e pelo confeccionador de artefatos de couro (exceto sapatos) pode ocorrer exposição a materiais tóxicos.

Exigências do mercado de trabalho

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com formação de até a quarta série do ensino fundamental, mais curso básico de qualificação profissional de até duzentas horas-aula para o boneleiro, de duzentas a quatrocentas horas-aula para o chapeleiro de senhoras e mais de quatrocentas horas-aula para o confeccionador de artefatos de couro (exceto sapatos). O exercício pleno das atividades ocorre com a experiência de um a dois anos para o boneleiro e mais de cinco anos para as outras ocupações.

Funções dos Trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros CBO 7650-15

Trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros devem:

  • demonstrar competências pessoais;
  • montar artefatos;
  • preparar materiais para confecção de artefatos;
  • realizar pintura e adornos em artefatos;
  • cortar peças para confecção de artefatos;
  • realizar atividades de acabamento;
  • confeccionar modelos de artefatos;
  • realizar serviços de manutenção em máquinas e equipamentos;
  • comercializar produtos;
  • embalar artefatos;
  • confeccionar moldes (fôrmas, facas);
  • Atividades dos cargos CBO 7650-15

    Entre as principais atribuições dos Trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros CBO 7650-15 estão as de:

    • dosar aditivos (água, amaciante, álcool...) em tintas;
    • controlar tempo de permanência na estufa;
    • afiar ferramentas;
    • demonstrar criatividade;
    • aparar linhas;
    • trocar peças de máquinas;
    • monitorar funcionamento de máquinas;
    • montar embalagens;
    • negociar condições de vendas;
    • preparar enfesto segundo número de peças cortadas;
    • especificar materiais;
    • riscar tecidos para corte;
    • selecionar cores de tintas;
    • definir tipos de materiais (feltro, seda, veludo...);
    • construir protótipos (matriz);
    • definir quantidade de bonés para embalagens;
    • desenhar modelos de facas e navalhas;
    • posicionar peças na estufa para secagem de tinta plástica;
    • demonstrar sensibilidade tátil, auditiva e visual;
    • queimar pontas de linhas;
    • identificar artefatos nas embalagens;
    • demonstrar comprometimento;
    • posicionar navalhas (moldes) em materiais;
    • costurar peças;
    • interpretar modelos;
    • demonstrar credibilidade;
    • atender pedidos de clientes;
    • apertar parafusos;
    • programar encaixe de peças para corte;
    • lubrificar ferramentas;
    • pregar regulador em bonés;
    • conformar bonés;
    • definir materiais de facas e navalhas;
    • demonstrar paciência;
    • calcular custos;
    • fixar extremidades de materiais na mesa de corte;
    • prensar peças de artefatos;
    • dobrar bonés para embalagens;
    • dimensionar tamanho de peças (componentes);
    • costurar vieses nas emendas das peças;
    • cortar modelos de facas e navalhas;
    • divulgar produtos;
    • operar ferramentas e equipamentos de corte;
    • definir modelos de facas e navalhas;
    • pintar peças de artefatos;
    • soldar ferramentas;
    • acondicionar artefatos em embalagens;
    • pregar botões em bonés;
    • dimensionar moldes;
    • encaixar bonés para embalagem;
    • desenhar modelos;
    • definir cores;
    • definir preços de artefatos;
    • demonstrar habilidade manual;
    • fixar peças em mesa de encaixe;
    • posicionar materiais na mesa de corte;

    Cargos e salários CBO 7650-15 - Trabalhadores polivalentes da confecção de artefatos de tecidos e couros

    Salário Boneleiro

    Boneleiro: Brasil

    • 48
    • Brasil
    • 1.289 - 2.085
    • 44h
    O profissional no cargo de Boneleiro CBO 7650-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.289 e 2.085 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 48 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7650-15.