CBO 6230-10 - Inseminador - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos tratadores polivalentes de animais

O profissional no cargo de Inseminador CBO 6230-10 realiza inseminação artificial de animais de pequeno, médio e grande portes – tais como bovinos, suínos, equinos e ovinos -, coletando sêmen do macho e depositando o sêmen no aparelho reprodutivo da fêmea Atua sob supervisão de médico veterinário.

Prepara equipamentos, instrumentos, acessórios e materiais Executa atividades de manejo, condução e imobilização de animais Pode realizar a inseminação artificial em tempo fixo (IATF).

Segue normas de biossegurança, de saúde, segurança e conforto animal, além de normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 6230-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de tratadores polivalentes de animais que pertence ao grupo dos trabalhadores na exploração agropecuária, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Inseminador, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Tratadores polivalentes de animais CBO 6230-10 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 6230-10

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca.
    • Tratadores polivalentes de animais.
      • Trabalhadores na exploração agropecuária.

O que faz um Inseminador

O Inseminador CBO 6230-10 prepara equipamentos, instrumentos, acessórios e materiais a serem utilizados Examina a limpeza do local.

Seleciona ou auxilia o veterinário na escolha do reprodutor, para coleta do sêmen.

Levanta, em sistema informatizado, as informações sobre o animal Aproxima-se do animal, procurando evitar qualquer estresse, que venha a inibir a obtenção do sêmen.

Posiciona o macho e provoca a ejaculação Coleta o sêmen.

Congela o sêmen, manejando o botijão criogênico.

Registra informações, como data e fonte Pode encaminhar o sêmen ao laboratório, para avaliação.

Monitora as fêmeas, observando-as para detectar a aproximação do cio.

Pode exercitar o animal, para induzir ou acelerar o estro Marca a fêmea no cio e verifica seus dados, para conferir se há registro que possa impedir a inseminação, como parto recente ou peso corporal abaixo do recomendado Prepara material para inseminação, selecionando a amostra de sêmen, de acordo com a tabela de inseminação.

Descongela o sêmen, verificando a temperatura da água usada no descongelamento ou utilizando o descongelador eletrônico de sêmen Derrama o fluido na seringa de inseminação Contém a fêmea, limpando sua vulva com sabão, água e solução antisséptica.

Insere o bocal da seringa na fêmea e pressiona o êmbolo da seringa para injetar o fluido seminal Higieniza boca, narinas, orelhas e genitálias de animais.

Pulveriza ectoparasiticidas em animais e recintos Pode fazer inseminação de aves, aumentando a descendência dos machos de alto valor genético Pode verificar a ocorrência de fecundação.

Pode realizar a inseminação artificial em tempo fixo (IATF), inseminando grande número de animais em dias pré-determinados Pode auxiliar médico veterinário em intervenções cirúrgicas e em necropsias de animais Mantém o registro informatizado das amostras de sêmen coletadas e usadas, do macho que forneceu o sêmen e da fêmea inseminada.

Conserva o local de trabalho limpo e organizado Limpa, higieniza e esteriliza equipamentos, instrumentos e acessórios Acondiciona material de inseminação.

Descarta material usado em inseminação realizada e pode enterrar carcaças de animais, seguindo as normas ambientais Zela pela segurança, prevenindo acidentes e utilizando equipamentos de proteção individual, como luvas.

Funções do cargo

O funcionário CBO 6230-10 deve castrar animais, alimentar animais, tratar sanidade de animais, inseminar animais, demonstrar competências pessoais, realizar atividades de apoio, monitorar saúde e comportamento de animais, higienizar animais e recintos, condicionar animais, manejar animais, adestrar animais.

Condições de trabalho dessas profissões

Tratadores polivalentes de animais trabalham em pequenas e médias propriedades rurais, fundações, canis e haras, predominantemente do setor privado, como assalariado, com carteira assinada. Há, também, trabalhadores por conta própria, como os inseminadores, adestradores de animais,casqueadores de animais e ferradores de animais. Organizam-se individualmente ou em equipe, sob supervisão ocasional de trabalhadores mais experientes. Trabalham a céu aberto, durante o dia, alguns ficam sujeitos a posições desconfortáveis,bem como expostos a ruídos e ataques de animais.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 6230-10

Para o exercício dessas ocupações requer-se, no mínimo, quarta série do ensino fundamental, mais curso profissionalizante de duzentas horas-aula (adestradores, inseminadores de animais, casqueadores de animais e ferradores de animais) e cursos eventuais (para as demais ocupações), oferecidos pelas associações, cooperativas, órgãos governamentais de apoio à agropecuária e à extensão rural e instituições de formação profissional. O desempenho pleno das atividades requer de um a dois anos de experiência.

Atividades exercidas por um Inseminador CBO 6230-10

Um Inseminador (ou sinônimo) deve demonstrar capacidade de observação, amordaçar animais, higienizar genitálias de animais, assessorar em necropsias de animais, manifestar iniciativa, congelar sêmen, sociabilizar grupos de animais, amarrar animais, prestar primeiros socorros a animais, prender animais em recintos, jaulas e bretes, treinar colegas de trabalho, induzir cio, laçar animais, definir objetivo de amansamento, demonstrar capacidade de organização, injetar sêmen, conferir plantel, conter fêmea para inseminação, monitorar doenças, lesões e traumatismos em animais, registrar comportamentos estereotipados de animais, vacinar animais, repetir ações, manipular medicamentos, separar animais em recintos, manejar botijão de sêmen, amansar animais, sacrificar animais, manifestar paciência, apresentar estímulos ambientais, trabalhar em equipe, higienizar narinas e orelhas de animais, manifestar afinidade com animais, preparar material para inseminação, estabelecer contato com animais, marcar plantel, registrar preferências alimentares de animais, detectar níveis de estresse em animais, assessorar em pesquisas, inventariar estoque de medicamentos e alimentos, relatar ocorrências, imobilizar animal para castração, aclimatar animais, selecionar o rufião, trabalhar com segurança, descartar material de inseminação, provocar ejaculação, aplicar medicamentos, identificar medicamentos, recolher dejetos, lixo e restos de alimentos em recintos e adjacências, esterilizar materiais e equipamentos cirúrgicos, marcar fêmeas no cio, escolher métodos de condicionamento, manifestar criatividade, demonstrar habilidade manual, atentar-se para detalhes, reforçar comportamentos, verificar ocorrência de fecundação, colocar animais em regime de jejum, exercitar animais, retirar testículos, monitorar temperamento de animais em quarentena, controlar dieta alimentar, coletar sêmen, manifestar resistência física, criar filhotes de animais, higienizar materiais, instrumentos e equipamentos, participar de atividades educativas e culturais, medir temperatura de animais, auxiliar animais em trabalho de parto, pulverizar ectoparasiticidas em animais e recintos, demonstrar capacidade de decisão, monitorar peso e crescimento de animais, descongelar sêmen, acondicionar medicamentos, equipamentos, instrumentos e acessórios, demonstrar sensibilidade táctil, desinfetar recintos, bebedouros e comedouros, registrar evolução de tratamentos médicos, assessorar em intervenções cirúrgicas, coletar material biológico para exames laboratoriais, aplicar curativos, posicionar machos, cortar bolsa escrotal, limpar o reto das fêmeas, preencher formulários, conferir estado físico de animais, enterrar carcaças de animais, higienizar boca e dentes de animais, transportar animais, monitorar cio de animais.

Cargos e salários CBO 6230-10 - Tratadores polivalentes de animais

Salário Inseminador

Inseminador: Brasil

  • 276
  • Brasil
  • 2.435 - 4.629
  • 43h
O profissional no cargo de Inseminador CBO 6230-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.435 e 4.629 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 276 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6230-10.
Salário Inseminador de Animais

Inseminador de Animais: Brasil

  • 276
  • Brasil
  • 2.435 - 4.629
  • 43h
O profissional no cargo de Inseminador de Animais CBO 6230-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.435 e 4.629 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 276 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6230-10.