CBO 6223-20 - Trabalhador na olericultura (talos, folhas e flores) - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos trabalhadores agrícolas na olericultura

O profissional no cargo de Trabalhador na olericultura (talos, folhas e flores) CBO 6223-20 cultiva hortaliças herbáceas – para aproveitamento de folhas, talos, hastes e flores -, executando o plantio, a colheita, a pós-colheita, o beneficiamento inicial, a armazenagem e a preparação da produção para comercialização Opera máquinas e equipamentos convencionais, além de sistemas produtivos automatizados.

Constrói e repara pequenas instalações agrícolas Realiza manutenção de baixa complexidade em veículos, equipamentos e máquinas agrícolas Cumpre legislação, normas técnicas e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental.

CBO 6223-20 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores agrícolas na olericultura que pertence ao grupo dos trabalhadores na exploração agropecuária, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Trabalhador na olericultura (talos, folhas e flores), atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Trabalhadores agrícolas na olericultura CBO 6223-20 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 6223-20

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca.
    • Trabalhadores agrícolas na olericultura.
      • Trabalhadores na exploração agropecuária.

O que faz um Trabalhador na olericultura (talos, folhas e flores)

O Trabalhador na olericultura (talos, folhas e flores) CBO 6223-20 realiza a demarcação da área para cultivo de hortaliças herbáceas, para aproveitamento de folhas (como alface, repolho e espinafre), talos e hastes (como aspargo, funcho e aipo), flores e inflorescências (como couve-flor, brócolis e alcachofra) Pode aplicar sistema de rotação e/ou de consórcio de culturas.

Coleta amostra do solo, encaminhando-a a laboratório, para análise.

Efetua correções químicas e biológicas no solo, de acordo com os resultados da análise Prepara o solo, capinando, arando, gradeando, nivelando, cavando, sulcando, abrindo canteiros e covas, adubando e aplicando cobertura morta (orgânica) e cobertura plástica.

Pode coletar amostras das sementes, para realização de testes no local ou em laboratórios Pode produzir mudas, distribuindo substrato e sementes em bandejas e controlando a temperatura e a umidade das sementes.

Realiza plantio de sementes e transplantio de mudas, de forma convencional ou com máquinas e instrumentos mecanizados.

Prepara os berços de plantio, dosa nutrientes e controla temperatura, em cultivos por hidroponia, aquaponia, produção aérea e vertical Realiza tratos culturais diversos, manejando diferentes espécies de hortaliças herbáceas, conforme sazonalidade e demais características e formas de produção específicas.

Irriga as plantações, fazendo uso de processos convencionais ou sistemas automatizados.

Controla e combate o aparecimento de plantas invasoras, pragas da cultura, insetos, pássaros e roedores em geral Pode aplicar defensivos agrícolas ou realizar, em plantio orgânico, controle biológico Verifica ponto de colheita.

Realiza a colheita da produção Realiza o beneficiamento inicial, lavando, limpando, classificando e separando os produtos colhidos, de modo convencional ou automatizado Organiza e prepara os produtos para comercialização, acondicionando-os e embalando-os.

Armazena a produção, podendo manter produtos em câmaras frigorificadas Faz o carregamento em veículos - incluindo os refrigerados e frigorificados -, para transporte da produção.

Pode trabalhar com processos de hidroponia, aquaponia e de plasticultura, de cultivo protegido, de plantio direto, de produção em estufas, plantio em túneis e em hortas verticais Pode auxiliar a realização de controles edafoclimático e fitossanitário Constrói pequenas instalações agrícolas, como áreas de cultivo protegido em geral, coberturas e barreiras para a plantação.

Realiza reparos e manutenção de baixa complexidade em instalações, veículos, equipamentos e máquinas agrícolas Zela pela limpeza, higiene e organização das áreas de beneficiamento e de armazenagem Trabalha com segurança, prevenindo acidentes e utilizando equipamentos de proteção individual.

Atua de acordo com programa de sustentabilidade ambiental, lavando, armazenando e encaminhando embalagens vazias de defensivos agrícolas e insumos para reciclagem.

Funções do cargo

O funcionário CBO 6223-20 deve colher produção, produzir mudas e sementes, preparar solo para plantio, plantar mudas e sementes, adubar plantação, demonstrar competências pessoais, organizar produtos para comercialização, irrigar solo e plantação, manejar Área de cultivo, aplicar defensivos agrícolas em covas mudas e sementes.

Condições de trabalho dessas profissões

Trabalhadores agrícolas na olericultura trabalham geralmente com contrato de parceria, no cultivo de olerícolas. O trabalho pode ser realizado no campo, a céu aberto, em estufas de plásticos e em instalações de hidroponia em jornada de trabalho diurno.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 6223-20

O acesso ao trabalho é livre. Os trabalhadores, geralmente, têm ensino fundamental. Qualificam-se no próprio trabalho. O trabalho é assessorado pelas agências governamentais de assistência e extensão rural. Cooperativas, associações e o senar oferecem cursos na área.

Atividades exercidas por um Trabalhador na olericultura (talos, folhas e flores) CBO 6223-20

Um Trabalhador na olericultura (talos, folhas e flores) (ou sinônimo) deve colocar sementes nas bandejas, improvisar melhorias em instalações e equipamentos, vestir equipamentos de proteção individual, transplantar mudas, bombear água, produzir substrato, instalar tubulação para irrigação, selecionar tipo de adubo, recolher embalagens vazias de adubo, distribuir substrato nas bandejas, armazenar produção, verificar ponto de colheita, misturar componentes de adubo, transportar embalagens vazias de defensivos agrícolas e insumos para reciclagem, chegar terra na planta, sapecar palha de arroz, limpar produto colhido, classificar produto colhido, zelar pela qualidade de produtos agrícolas, espalhar sementes no solo, dissolver adubo, demonstrar atenção na aplicação de defensivos agrícolas, transportar produto até local de armazenamento, arar solo, verificar umidade da terra, carimbar embalagem de produto, dosar quantidade de defensivo agrícola, corrigir solo, tampar sementes, carregar caminhão, desbrotar planta, ralear plantação, embalar produção, zelar pela qualidade do meio ambiente, coletar amostra de solo, controlar temperatura e umidade de sementes, riscar solo, ajustar adubadeira e adubador, gradear terra, posicionar mangueiras para gotejamento, medir nível da água, misturar componentes de compostagem, estercar área de plantio, ajustar equipamentos de irrigação - vazão e pressão da água, apanhar produtos no pé, lavar produto colhido, guardar embalagens vazias de defensivos agrícolas, cortar produtos, amarrar planta, quebrar dormência de sementes, demonstrar visão espacial, cobrir sementeira, trabalhar em equipe, arrancar matos e plantas doentes e defeituosas, colocar dispersor de aves na plantação - espantalho ou canhão, covear solo, molhar substrato, regular máquina e pulverizador, enxaguar embalagens vazias de defensivos agrícolas, abrir canais na terra para irrigação, pesar quantidade de adubo, operar máquina para fazer canteiros, dar prova de responsabilidade, recolher produtos colhidos, recolher amostra de água.

Cargos e salários CBO 6223-20 - Trabalhadores agrícolas na olericultura

Salário Trabalhador na Olericultura (Talos Folhas e Flores)

Trabalhador na Olericultura (Talos Folhas e Flores): Brasil

  • 3.088
  • Brasil
  • 1.548 - 2.356
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador na Olericultura (Talos Folhas e Flores) CBO 6223-20 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.548 e 2.356 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.088 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6223-20.
Salário Trabalhador na Cultura de Hortaliças

Trabalhador na Cultura de Hortaliças: Brasil

  • 3.088
  • Brasil
  • 1.548 - 2.356
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador na Cultura de Hortaliças CBO 6223-20 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.548 e 2.356 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.088 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6223-20.
Salário Trabalhador na Olericultura (talos

Trabalhador na Olericultura (talos: Brasil

  • 3.088
  • Brasil
  • 1.548 - 2.356
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador na Olericultura (talos CBO 6223-20 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.548 e 2.356 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.088 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6223-20.
Salário Trabalhador na Cultura de Hortaliças São Paulo

Trabalhador na Cultura de Hortaliças: São Paulo, SP

  • 23
  • São Paulo, SP
  • 1.728 - 2.674
  • 42h
O profissional no cargo de Trabalhador na Cultura de Hortaliças CBO 6223-20 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 1.728 e 2.674 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 23 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6223-20.
Salário Trabalhador na Cultura de Hortaliças

Trabalhador na Cultura de Hortaliças: São Paulo

  • 1.417
  • São Paulo
  • 1.574 - 2.159
  • 44h
O profissional no cargo de Trabalhador na Cultura de Hortaliças CBO 6223-20 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.574 e 2.159 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.417 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6223-20.