CBO 3191-10 - Técnicos do vestuário - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 3191-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de técnicos do vestuário que pertence ao grupo dos outros técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Técnicos do vestuário CBO 3191-10 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 3191-10

  • Técnicos de nível médio.
    • Técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia.
      • Outros técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia.
        • Técnicos do vestuário.

Descrição dos cargos da categoria Técnicos do vestuário

Os Técnicos do vestuário CBO 3191-10 desenvolvem produtos de vestuário a partir de pesquisas de mercado, as quais definirão o público-alvo, as tendências da moda e as necessidades do mercado de vestuário. Desenvolvem fornecedores, planejam, executam e controlam programas de fabricação de indústrias do vestuário (roupas, calçados e artefatos), elaboram métodos e processos de produção. Podem assumir responsabilidade de uma ou várias funções (ex.: Estudos, pesquisas, desenvolvimento, controle de qualidade e compras), dependendo do tamanho e tipo de organização da empresa, treinam e coordenam equipes.

Condições de trabalho

Técnicos do vestuário atuam em atividades ligadas a confecções de artigos do vestuário e acessórios e na fabricação de artefatos de couro. São empregados com carteira assinada, trabalhando sob supervisão ocasional. A organização de trabalho pode ser em células ou produção em linha, em ambientes fechados e em horários diurnos. Podem trabalhar sob pressão de metas de produção, levando à situação de estresse. Os técnicos em calçados e artefatos de couro podem trabalhar expostos a materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas.

Exigências do mercado de trabalho

O acesso às ocupações ocorre por meio de curso técnico em nível médio nas áreas do vestuário e afins ou experiência equivalente. O exercício pleno das atividades ocorre após três ou quatro anos de experiência.

Funções dos Técnicos do vestuário CBO 3191-10

Técnicos do vestuário devem:

  • elaborar métodos e processos de produção;
  • treinar pessoas;
  • desenvolver fornecedores;
  • desenvolver produtos de vestuário;
  • demonstrar competências pessoais;
  • controlar a produção;
  • planejar a produção de artigos de vestuário;
  • pesquisar o mercado de vestuário;
  • Atividades dos cargos CBO 3191-10

    Entre as principais atribuições dos Técnicos do vestuário CBO 3191-10 estão as de:

    • identificar as tendências da moda;
    • comunicar-se com fluência (ser comunicativo);
    • definir fluxo de produção por etapas de fabricação;
    • demonstrar criatividade;
    • elaborar recursos e materiais didáticos;
    • demonstrar determinação;
    • indicar sistema de embalagem e acondicionamento da produção;
    • avaliar programas de treinamento;
    • elaborar custo do produto;
    • definir sequência operacional;
    • avaliar a produtividade;
    • demonstrar objetividade;
    • medir tempo de desenvolvimento das etapas dos processos de produção;
    • identificar necessidades de treinamento de colaboradores e fornecedores;
    • comparar preços e prazos de entrega e pagamentos;
    • testar protótipos;
    • identificar fornecedores;
    • identificar materiais;
    • trabalhar em equipe;
    • emitir laudo de testagem de componentes e materiais;
    • fornecer informações para a fabricação de protótipos;
    • verificar a qualidade dos produtos e processos;
    • interpretar desenhos;
    • relacionar máquinas, equipamentos e pessoas para a produção;
    • elaborar cronograma da produção;
    • identificar máquinas e equipamentos;
    • especificar dimensões e características do produto;
    • selecionar modelos a serem desenvolvidos;
    • liderar equipes;
    • identificar necessidades do mercado de vestuário;
    • demonstrar flexibilidade;
    • elaborar estatísticas de produção;
    • avaliar as condições de funcionamento das máquinas e equipamentos;
    • verificar concorrência no mercado de vestuário;
    • determinar tempos-padrão de produção;
    • definir o volume e a forma da produção;
    • identificar perdas na produção;
    • elaborar cronograma de treinamento;
    • fabricar protótipos;
    • identificar necessidade de dispositivos;
    • manter-se organizado;
    • implementar ações corretivas nos processos de produção;
    • desenvolver a modelagem;
    • descrever o processo produtivo;
    • definir o público alvo;
    • manter-se dinâmico;
    • especificar componentes e materiais para a produção;
    • elaborar instrumentos de controle de produção;
    • elaborar leiaute para a produção;
    • elaborar instrumentos de pesquisa;
    • medir indicadores de desempenho;
    • implementar programas de treinamento;
    • testar componentes e materiais;

    Cargos e salários CBO 3191-10 - Técnicos do vestuário

    Salário Técnico em Confecções do Vestuário

    Técnico em Confecções do Vestuário: Brasil

    • 329
    • Brasil
    • 2.145 - 4.805
    • 43h
    O profissional no cargo de Técnico em Confecções do Vestuário CBO 3191-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.145 e 4.805 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 329 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3191-10.