CBO 3191-10 - Técnico em confecções do vestuário - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos técnicos do vestuário

O profissional no cargo de Técnico em confecções do vestuário CBO 3191-10 coordena processos de produção de confecções em indústria de vestuário, orientando a produção de protótipos, supervisionando corte, costura, montagem e acabamento de produtos, implementando ações corretivas nos processos, e verificando as condições de funcionamento de máquinas e equipamentos Participa no planejamento dos processos de produção.

Controla a qualidade de processos e produtos Desenvolve novos processos e novos produtos, para melhoria contínua dos resultados da produção de confecções Mantém-se atualizado em relação às inovações na área.

Utiliza e orienta o uso de “softwares” Acompanha a execução orçamentária Supervisiona equipes de trabalho, avaliando desempenho e promovendo treinamentos.

Cumpre normas técnicas, normas de qualidade e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de prevenção contra incêndios e de preservação ambiental

CBO 3191-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de técnicos do vestuário que pertence ao grupo dos técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Técnico em confecções do vestuário, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Técnicos do vestuário CBO 3191-10 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 3191-10

  • Técnicos de nível médio.
    • Técnicos do vestuário.
      • Técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia.

O que faz um Técnico em confecções do vestuário

O Técnico em confecções do vestuário CBO 3191-10 participa no planejamento de produção de confecções em indústria de vestuário, considerando as metas preestabelecidas Propõe leiaute da produção.

Seleciona máquinas e equipamentos.

Monitora estoques de insumos Auxilia no dimensionamento do quadro de pessoal necessário nos vários setores de produção.

Participa na elaboração da programação e do cronograma de atividades de produção Prepara a produção de confecções, interpretando ordem de produção.

Verifica especificações de materiais.

Lê e interpreta desenhos e projeto de confecções Coordena a produção de protótipos, fornecendo as informações necessárias, monitorando o processo de produção, e testando o protótipo produzido.

Supervisiona operações relativas à produção de confecções, orientando corte, costura, montagem e acabamento.

Controla a produção, medindo tempo para desenvolvimento das etapas, implementando ações corretivas nos processos, e verificando as condições de funcionamento de máquinas e equipamentos Controla estoques de produtos acabados Realiza controle de qualidade dos processos e produtos.

Mede indicadores de desempenho, avaliando produtividade Identifica perdas na produção Elabora estatísticas de produção.

Pode orientar o uso de máquinas automáticas de enfesto, a utilização de “software” de modelagem, entre outras novas tecnologias aplicadas ao processo de produção Pode fazer uso de “softwares” e sistemas integrados de gestão empresarial para controle de produção, controle de estoques, e gerenciamento de custos.

Verifica a necessidade de melhoria nos processos de trabalho e propõe alternativa Descreve o processo produtivo proposto, definindo o fluxo e estabelecendo o tempo-padrão das operações de produção Desenvolve nova coleção de confecções, considerando o público-alvo e analisando tendências da moda.

Pesquisa novas matérias-primas, identificando as apropriadas para as confecções Detalha as características dos produtos Elabora ficha técnica das novas confecções.

Desenvolve amostras e faz sua apresentação Analisa e define a melhor sequência de montagem dos produtos, considerando as características da matéria-prima Indica sistemas de embalagem dos produtos e de acondicionamento da produção.

Analisa viabilidade técnica e econômica dos novos produtos Verifica a concorrência e propõe ações de marketing para as novas confecções Identifica fornecedores, testando equipamentos e materiais oferecidos e comparando preços, prazos de entrega e formas de pagamento Levanta necessidades de treinamento de fornecedores e desenvolve programação Mantém-se atualizado em relação às inovações na área, como máquinas robotizadas de costura, tecidos inteligentes, entre outras.

Coordena equipe de trabalho, participando do processo de seleção e de administração de pessoal Distribui tarefas, controla absenteísmo e programa férias da equipe Supervisiona o trabalho da equipe, avaliando desempenho e levantando as necessidades de treinamento Viabiliza a realização de programas de treinamento Participa da administração financeira, acompanhando a execução do orçamento e calculando custo de produto Documenta o plano de manutenção preventiva e preditiva de máquinas e equipamentos Mantém máquinas e equipamentos em condições operacionais, providenciando manutenção de primeiro nível Requisita serviços de manutenção corretiva de máquinas e equipamentos Monitora a limpeza e a organização do local de trabalho Orienta equipe para conservar ferramentas e instrumentos limpos, acondicionados e em plenas condições de uso e funcionamento Contribui para a redução dos impactos ambientais do processo produtivo, orientando o reaproveitamento de sobras e monitorando a aplicação das normas ambientais no descarte de resíduos Zela pela segurança, identificando situações de risco e colaborando para sua eliminação Elabora procedimentos em conformidade com as normas de segurança Utiliza e monitora o uso de equipamentos de proteção individual.

Funções do cargo

O funcionário CBO 3191-10 deve treinar pessoas, demonstrar competências pessoais, desenvolver fornecedores, planejar a produção de artigos de vestuário, controlar a produção, elaborar métodos e processos de produção, desenvolver produtos de vestuário, pesquisar o mercado de vestuário.

Condições de trabalho dessas profissões

Técnicos do vestuário atuam em atividades ligadas a confecções de artigos do vestuário e acessórios e na fabricação de artefatos de couro. São empregados com carteira assinada, trabalhando sob supervisão ocasional. A organização de trabalho pode ser em células ou produção em linha, em ambientes fechados e em horários diurnos. Podem trabalhar sob pressão de metas de produção, levando à situação de estresse. Os técnicos em calçados e artefatos de couro podem trabalhar expostos a materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 3191-10

O acesso às ocupações ocorre por meio de curso técnico em nível médio nas áreas do vestuário e afins ou experiência equivalente. O exercício pleno das atividades ocorre após três ou quatro anos de experiência.

Atividades exercidas por um Técnico em confecções do vestuário CBO 3191-10

Um Técnico em confecções do vestuário (ou sinônimo) deve definir o público alvo, elaborar instrumentos de controle de produção, especificar dimensões e características do produto, manter-se dinâmico, identificar as tedências da moda, manter-se organizado, liderar equipes, verificar concorrência no mercado de vestuário, avaliar a produtividade, definir seqüência operacional, identificar materiais, identificar necessidades de treinamento de colaboradores e fornecedores, medir tempo de desenvolvimento das etapas dos processos de produção, elaborar cronograma de treinamento, comparar preços e prazos de entrega e pagamentos, avaliar programas de treinamento, indicar sistema de embalagem e acondicionamento da produção, elaborar estatísticas de produção, desenvolver a modelagem, verificar a qualidade dos produtos e processos, demonstrar determinação, demonstrar objetividade, elaborar recursos e materiais didáticos, implementar ações corretivas nos processos de produção, demonstrar criatividade, testar protótipos, testar componentes e materiais, definir fluxo de produção por etapas de fabricação, identificar máquinas e equipamentos, identificar necessidades do mercado de vestuário, interpretar desenhos, determinar tempos-padrão de produção, identificar fornecedores, comunicar-se com fluência - ser comunicativo, medir indicadores de desempenho, identificar perdas na produção, elaborar cronograma da produção, fabricar protótipos, emitir laudo de testagem de componentes e materiais, fornecer informações para a fabricação de protótipos, elaborar instrumentos de pesquisa, definir o volume e a forma da produção, demonstrar flexibilidade, relacionar máquinas, equipamentos e pessoas para a produção, trabalhar em equipe, elaborar leiaute para a produção, descrever o processo produtivo, identificar necessidade de dispositivos, especificar componentes e materiais para a produção, avaliar as condições de funcionamento das máquinas e equipamentos, elaborar custo do produto, selecionar modelos a serem desenvolvidos, implementar programas de treinamento.

Cargos e salários CBO 3191-10 - Técnicos do vestuário

Salário Técnico em Confecções do Vestuário

Técnico em Confecções do Vestuário: Brasil

  • 360
  • Brasil
  • 2.814 - 6.029
  • 43h
O profissional no cargo de Técnico em Confecções do Vestuário CBO 3191-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.814 e 6.029 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 360 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3191-10.