CBO 2253-50 - Médico neurofisiologista clínico - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos médicos em medicina diagnóstica e terapêutica

O profissional no cargo de Médico neurofisiologista clínico CBO 2253-50 realiza exames - como eletroencefalografia, potenciais evocados, eletroneuromiografia, estimulação magnética transcraniana, entre outros, interpretando e analisando os resultados sobre o funcionamento do sistema nervoso de paciente, para diagnóstico de doenças e distúrbios neurológicos Elabora laudos e outros documentos médicos.

Realiza monitorização neurofisiológica intraoperatória Participa de equipe na execução de polissonografia Interage com médicos de diferentes especialidades, para troca de informações e discussão dos resultados de exames.

Supervisiona equipe Mantém-se atualizado na sua área de atuação Atua com base em princípios de ética profissional e mantém a confidencialidade das informações.

Cumpre legislação, normas técnicas e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de biossegurança e de preservação ambiental

CBO 2253-50 é o Código Brasileiro da Ocupação de médicos em medicina diagnóstica e terapêutica que pertence ao grupo dos profissionais das ciências biológicas, da saúde, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Médico neurofisiologista clínico, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Médicos em medicina diagnóstica e terapêutica CBO 2253-50 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2253-50

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Médicos em medicina diagnóstica e terapêutica.
      • Profissionais das ciências biológicas, da saúde.

O que faz um Médico neurofisiologista clínico

O Médico neurofisiologista clínico CBO 2253-50 planeja a realização dos exames para avaliação funcional do sistema nervoso central e do sistema nervoso periférico, em serviços ambulatorial e hospitalar (incluindo Pronto-Socorro e Unidades de Terapia Intensiva) No caso de atendimento executado para as crianças, atua no sentido de tornar o ambiente mais acolhedor e receptivo.

Avalia a quantidade de exames programados para efetuar dimensionamento de equipamentos e outros insumos necessários.

Analisa os diferentes tipos de equipamentos disponíveis, testando seu funcionamento Seleciona equipe de apoio para execução das atividades.

No agendamento, verifica as solicitações de exames recebidas e as informações – inclusive dados de anamnese e resultados de exame físico - fornecidas pelos médicos em relação a cada paciente Recepciona paciente e, se for o caso, acompanhante para realização de exame.

Presta instruções e esclarecimentos para paciente em relação ao exame a ser executado.

No caso de criança, transmite informações sobre o exame aos pais e tira suas dúvidas Pode permitir a presença de pai, mãe ou outro familiar na sala de exame junto com a criança, para que ela fique à vontade enquanto o procedimento é feito.

Confirma o exame a ser efetuado, como eletroencefalograma, videoeletroencefalograma, eletroneuromiografia, potenciais evocados (cognitivos, sensitivos e motores), doppler transcraniano, ou outro.

Realiza o exame, com a utilização de métodos de registro das atividades bioéticas espontâneas - durante a vigília (paciente acordado) - e provocadas - como incursões respiratórias forçadas e rápidas - para detectar alterações específicas Pode monitorar determinados exames executados por técnicos, para assegurar que os procedimentos sejam realizados de maneira adequada Atua para solucionar as intercorrências clínicas durante a execução de exames.

Interpreta e analisa os resultados dos exames, que revelam como está o funcionamento do sistema nervoso de paciente Emite laudo Encaminha os resultados dos exames diagnósticos para médicos responsáveis pela elaboração dos planos de tratamento relacionados aos distúrbios e às doenças, tais como epilepsias, neuropatias e miopatias.

Realiza monitorização neurofisiológica intraoperatória, identificando lesões no sistema nervoso durante cirurgias ortopédicas, neurocirúrgicas, vasculares e otológicas Interpreta os resultados, entregando-os à equipe cirúrgica, possibilitando muitas vezes reverter a lesão e evitar eventuais sequelas.

Participa de equipe na execução do exame polissonografia, com registro simultâneo de variáveis fisiológicas – tais como eletroencefalograma e eletromiograma -, para identificação de distúrbios do sono, como apneia obstrutiva e insônia Pode realizar monitorização com eletroencefalograma contínuo em pacientes em Unidade de Terapia Intensiva Documenta os exames feitos e os resultados obtidos, inclusive em registros gráficos e imagens.

Pode comunicar, em linguagem apropriada, o resultado de exame para paciente, considerando sempre o cuidado na forma de passar as informações Interage com médicos de diferentes especialidades, para troca de informações e discussão dos resultados de exames Supervisiona equipe, avaliando e orientando seu desempenho.

Mantém-se atualizado em sua área de atuação, acompanhando novas técnicas, novas tecnologias e novos equipamentos Prepara e desenvolve projetos de pesquisa em temas relacionados à área de Neurofisiologia Clínica Zela pela segurança, evitando riscos para pacientes, para si mesmo e para demais profissionais envolvidos na execução de exames, em ambiente hospitalar e ambulatorial.

Realiza manuseio e uso adequado de Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Funções do cargo

O funcionário CBO 2253-50 deve realizar consulta e atendimento médico, tratar pacientes - como ser biopsicosocial, realizar procedimentos médicos de diagnóstico e terapêutica, coordenar serviços de saúde, implementar ações para promoção da saúde, difundir conhecimentos médicos, trabalhar com biossegurança, elaborar documentos médicos, demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho dessas profissões

Médicos em medicina diagnóstica e terapêutica os cargos dessa família CBO desenvolvem suas atividades nos setores de saúde, serviços sociais, ensino, pesquisa e desenvolvimento. Atuam como autônomos sem supervisão permanente, podem trabalhar individualmente ou em equipe, desenvolvem as atividades em locais fechados e em horários irregulares. Em algumas situações, trabalham em posições desconfortáveis por longos períodos e, devido à natureza e responsabilidade do próprio trabalho ficam sujeitos à situação de estresse. Em algumas das ocupações os profissionais podem estar sujeitos à ação de materiais tóxicos, químicos, radioativos e biológicos.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 2253-50

As ocupações são exercidas por profissionais de nível superior, credenciados pelo CFM Conselho Federal de Medicina. O exercício da função se dá após o período de um a dois anos de experiência profissional mais curso de especialização ou residência médica na área de atuação.

Atividades exercidas por um Médico neurofisiologista clínico CBO 2253-50

Um Médico neurofisiologista clínico (ou sinônimo) deve elaborar material informativo e normativo, administrar situações de urgência e emergência, demonstrar capacidade de atenção seletiva, despachar expediente, participar de encontros, congressos e demais eventos científicos, preencher formulários de notificação compulsória, selecionar pacientes em situações específicas, distribuir tarefas, determinar o grau da doença - estadiar a doença, demonstrar empatia, realizar exames diagnósticos, elaborar procedimentos operacionais padrão, levantar hipóteses diagnósticas, manusear equipamentos e acessórios, demonstrar altruísmo, acompanhar evolução médica do paciente, discutir diagnóstico, prognóstico e tratamento com pacientes, responsáveis, familiares e outros profissionais, estabelecer prognóstico, indicar necessidade de internação, indicar tratamento, receitar medicamentos, emitir atestados, organizar encontros científicos, praticar procedimentos clínicos, implementar medidas de saúde ambiental, selecionar equipe de trabalho, supervisionar atos médicos, acompanhar plano terapêutico do paciente, supervisionar manuseio de resíduos de saúde, realizar propedêutica instrumental, selecionar equipamentos e instrumental, solicitar exames complementares, demonstrar capacidade de tomar decisões, realizar anamnese, executar tratamentos com agentes biológicos, descrever ações médicas, supervisionar equipe, constituir comissões médico-hospitalares, interpretar dados de anamnese, exame clínico e exames complementares, gerenciar recursos financeiros, demonstrar tolerância, desenvolver equipamentos, preparar material didático, montar escala de serviços, realizar exame físico, demonstrar capacidade de preservar sigilo médico, demonstrar capacidade de efetuar atendimento humanizado, inserir órteses e implantes, demonstrar capacidade de lidar com situações adversas, desenvolver pesquisas em medicina, capacitar equipe de trabalho, participar de atividades educativas, produzir trabalhos científicos, emitir declarações, avaliar atos médicos, emitir receitas, demonstrar ações médicas, implementar medidas de segurança e proteção do trabalhador e da população, desenvolver procedimentos, executar tratamentos com agentes químicos, demonstrar imparcialidade de julgamento, preparar projetos de pesquisa, prescrever tratamento, praticar procedimentos intervencionistas, diagnosticar estado de saúde de pacientes, auxiliar normatização de atividades médicas, sugerir exames complementares, realizar diagnóstico de saúde da comunidade, demonstrar rapidez de percepção, realizar visitas hospitalares, estabelecer dosagem de agentes químicos, físicos e biológicos, elaborar protocolos de condutas médicas, solicitar interconsultas, estabelecer plano de ações em saúde, demonstrar capacidade de liderança, demonstrar capacidade de saber ouvir, organizar cursos de educação continuada, ministrar aulas, implementar medidas de biossegurança, supervisionar descarte de resíduos de saúde, realizar atendimentos de urgência e emergência, emitir laudos, elaborar prontuários, demonstrar capacidade de interpretar linguagem verbal e não-verbal, rastrear doenças prevalentes, prescrever medidas higiênico-dietéticas, documentar imagens e registros gráficos, divulgar informações em mídia, executar tratamentos com agentes físicos, demonstrar capacidade de adapter linguagem, participar de associações, entidades de classe e conselhos de saúde, elaborar relatórios, ministrar tratamentos preventivos, efetuar vistorias, perícias, auditorias e sindicâncias médicas, realizar visitas domiciliares, emitir pareceres, participar de campanhas de saúde, demonstrar capacidade de trabalhar em equipe, encaminhar paciente a outros profissionais, supervisionar transporte de resíduos de saúde, especificar insumos, planejar tratamento de pacientes, supervisionar armazenamento de resíduos de saúde, prestar consultorias e assessorias.

Cargos e salários CBO 2253-50 - Médicos em medicina diagnóstica e terapêutica

Salário Médico Neurofisiologista

Médico Neurofisiologista: Brasil

  • 5
  • Brasil
  • 8.570 - 13.720
  • 21h
O profissional no cargo de Médico Neurofisiologista CBO 2253-50 trabalhando no Brasil, ganha entre 8.570 e 13.720 para uma jornada de trabalho média de 21h semanais de acordo com dados salariais de 5 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2253-50.
Salário Neurofisiologista Clínico

Neurofisiologista Clínico: Brasil

  • 5
  • Brasil
  • 8.570 - 13.720
  • 21h
O profissional no cargo de Neurofisiologista Clínico CBO 2253-50 trabalhando no Brasil, ganha entre 8.570 e 13.720 para uma jornada de trabalho média de 21h semanais de acordo com dados salariais de 5 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2253-50.
Salário Médico Neurofisiologista Clínico

Médico Neurofisiologista Clínico: Brasil

  • 5
  • Brasil
  • 8.570 - 13.720
  • 21h
O profissional no cargo de Médico Neurofisiologista Clínico CBO 2253-50 trabalhando no Brasil, ganha entre 8.570 e 13.720 para uma jornada de trabalho média de 21h semanais de acordo com dados salariais de 5 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2253-50.