Cresce o número de aprendizes contratados pelo mercado de trabalho no Brasil

Os dados do CAGED divulgados pela Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia nesse mês de julho, referentes ao mês de junho de 2019, mostram crescimento  nas contratações de jovens aprendizes pelo mercado de trabalho no Brasil.

quanto ganha jovem aprendiz

De acordo com levantamento do Salario.com.br nos três últimos meses da pesquisa, houveram aumentos sintomáticos no valor dos salários iniciais:

  • Abril/19 – 64 mil admissões – média salarial R$ 664,08;
  • Maio/19 – 66 mil admissões – média salarial R$ 672,65;
  • Junho/19 – 68 mil contratações – salário de R$ 679,77.

Confira uma tabela com os cargos mais contratados e a média de salários, jornada de trabalho semanal e idade

Cargo Jornada Idade Salario Total
Auxiliar de escritório 24 18 677 27144
Assistente administrativo 23 18 638 12008
Vendedor de comércio varejista 23 18 632 3965
Repositor de mercadorias 24 17 617 2725
Mecânico de manutenção de máquinas 25 19 725 2335
Alimentador de linha de produção 28 19 825 2176
Embalador 24 17 650 1025
Almoxarife 23 18 667 672
Escriturário de banco 21 17 977 654
Operador de caixa 29 19 730 627
Atendente de lanchonete 25 18 747 626
Ajustador mecânico 27 19 783 590
Controlador de entrada e saída 25 19 715 587
Contínuo 27 18 792 578
Operador de telemarketing ativo e receptivo 28 19 802 511
Eletricista de manutenção eletroeletrônica 24 19 725 477
Atendente de lojas e mercados 23 18 622 409
Cobrador de transportes coletivos 25 20 588 386
Auxiliar de logística 24 18 700 361
Assistente de vendas 23 18 664 353

Dados de junho de 2019. Você pode conferir o salário de jovem aprendiz de todos os cargos clicando aqui.

Jornada de trabalho permitida para o aprendiz

  • 6h diárias para os que ainda não concluíram o fundamental, computadas as horas destinadas às atividades teóricas e práticas, cuja proporção deverá estar prevista no contrato de trabalho. (art 432 da CLT);
  • 8 horas diárias, no máximo para os que concluíram o ensino fundamental, computadas as horas destinadas às atividades teóricas e práticas (art. 432, § 1º, da CLT), cuja proporção deverá estar prevista no contrato do jovem aprendiz.
  • Não é permitido ao jovem aprendiz exercer 8 horas dirias somente com atividades práticas.
  • A jornada de trabalho de jovem aprendiz não pode ser noturna (entende-se noturno o trabalho das 22 horas até as 5 da manhã).

Direitos do jovem aprendiz

salario jovem aprendiz no Brasil

É considerado jovem aprendiz o contratado cuja idade esteja entre 14 e 18 anos, no qual a jornada de trabalho não exceda 6 horas diárias para quem esteja ainda no ensino fundamental e 8 horas diárias para quem esteja cursando o ensino médio.

Observando-se sempre que dentro dessas horas semanais trabalhadas, a empresa deve fornecer ao menor aprendiz treinamento remunerado, pois esse é o objetivo principal do jovem aprendiz dentro de uma empresa.

As informações são do Manual da Aprendizagem do Ministério do Trabalho.

Comente sobre Cresce o número de aprendizes contratados pelo mercado de trabalho no Brasil

Regras para os comentários

  • Todos os comentários são moderados antes de publicados.
  • Respondemos todas as dúvidas no prazo máximo de 2 dias úteis.
  • Se postou uma pergunta, volte a essa página para ver a resposta. Não enviamos respostas por email devido ao problema com SPAM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui