CBO 8622-05 - Operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 8622-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água que pertence ao grupo dos operadores de utilidades, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água CBO 8622-05 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 8622-05

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Operadores de produção, captação, tratamento e distribuição (energia, água e utilidades).
      • Operadores de utilidades.
        • Operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água.

Descrição dos cargos da categoria Operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água

Os Operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água CBO 8622-05 captam águas subterrâneas e superficiais, registrando e controlando níveis de água, poços e reservatórios. Analisam águas brutas, coletando amostras, realizando análises físico-químicas parciais e registrando resultados das análises. Tratam e distribuem águas, definindo dosagens e adicionando produtos químicos, inspecionando filtros, corrigindo o ph das águas filtradas e controlando os níveis dos reservatórios. Realizam tarefas operacionais e pequenos reparos, lavando tanques, lubrificando equipamentos, reparando válvulas e trocando fusíveis. Trabalham seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e preservação ambiental.

Condições de trabalho

Operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água atuam em empresas de captação, purificação e distribuição de água e nos órgãos de administração pública, defesa e seguridade social como empregados com carteira assinada. Organizam-se em equipe, sob supervisão ocasional, em ambiente fechado ou a céu aberto e no sistema de rodízio de turnos. No desenvolvimento de algumas atividades permanecem expostos à ação de materiais tóxicos, ruído intenso, altas temperaturas e reagentes químicos.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício dessas ocupações requer-se ensino médio concluído e curso básico de qualificação profissional de duzentas a quatrocentas horas-aula. O pleno desempenho das atividades ocorre entre um e dois anos de experiência profissional.

Funções dos Operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água CBO 8622-05

Operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água devem:

  • realizar pequenos reparos;
  • captar Águas subterrâneas e superficiais;
  • demonstrar competências pessoais;
  • analisar Águas brutas;
  • trabalhar com segurança;
  • tratar Águas;
  • realizar tarefas operacionais;
  • distribuir Águas;
  • Atividades dos cargos CBO 8622-05

    Entre as principais atribuições dos Operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água CBO 8622-05 estão as de:

    • manter relacionamento interpessoal;
    • comunicar-se;
    • controlar nível dinâmico de poços;
    • preperar soluções químicas (sulfato de alumínio, cal hidratado, cloro e flúor);
    • acionar conjuntos de motobombas;
    • interpretar normas;
    • eliminar vazamentos no sistema de cloração;
    • evidenciar criatividade;
    • interpretar resultados analíticos;
    • realizar ensaios de floculação (jartest);
    • acionar geradores;
    • substituir diafragmas de bombas dosadoras;
    • adicionar produtos químicos;
    • dar provas de coordenação motora;
    • controlar estoques de produtos químicos e reagentes;
    • obedecer normas e recomendações de segurança;
    • substituir lâmpadas de sinalização de quadros de comandos;
    • inspecionar excessos de flocos suspensos no decantador;
    • realizar manutenções da rede de distribuição;
    • atualizar-se;
    • registrar vazão de águas captadas;
    • definir dosagens de produtos químicos (floculante, coagulante e alcalinizante;
    • adicionar flúor em águas filtradas;
    • revesar conjunto de motobombas da distribuição;
    • identificar condições de risco;
    • demonstrar responsabilidade;
    • controlar nível de reservatórios;
    • conferir calibração de equipamentos analíticos;
    • inspecionar níveis de saturação de filtros;
    • demonstrar adaptabilidade;
    • adicionar desinfetantes em águas filtradas;
    • destinar amostras para análises complementares;
    • analisar amostras de água de pontos de distribuição;
    • trocar gaxetas de bombas;
    • lavar tanques de soluções químicas e vias de dosagem;
    • registrar níveis de águas em mananciais de superfícies;
    • utilizar equipamentos de proteção (individual e coletivo);
    • realizar analises físico-químicas parciais;
    • controlar abastecimento de água na rede de distribuição;
    • limpar sistema (grade, crivo, canais e poços de sucção de bombas) de captação;
    • controlar funcionamento de equipamentos eletromecânicos;
    • identificar amostras;
    • manter organização;
    • organizar local de trabalho;
    • informar anormalidades no processo de captação, tratamento e distribuição de águas;
    • inspecionar componentes eletromecânicos;
    • lubrificar equipamentos;
    • coletar amostras de águas;
    • registrar leitura de instrumentos de medição;
    • corrigir ph de águas filtradas;
    • verificar calibração de equipamentos analíticos;
    • limpar local de trabalho;
    • conservar equipamentos de segurança;
    • reparar válvulas;
    • controlar níveis de reservatórios;
    • lavar floculadores, decantadores, reservatórios, filtros e câmaras de contato;
    • registrar resultados de análises;
    • manter atenção concentrada;
    • atender aos procedimentos de emergência;
    • trocar fusíveis;
    • monitorar formação de flocos nas águas no floculador;
    • realizar análises bacteriológicas qualitativas em águas tratadas;
    • demonstrar capacidade de decisão;

    Cargos e salários CBO 8622-05 - Operadores de instalações de captação, tratamento e distribuição de água

    Salário Operador de Instalação de Tratamento de Água

    Operador de Instalação de Tratamento de Água: Brasil

    • 5.969
    • Brasil
    • 1.594 - 3.025
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Instalação de Tratamento de Água CBO 8622-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.594 e 3.025 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.969 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Operador de Sistemas de Água

    Operador de Sistemas de Água: Brasil

    • 5.969
    • Brasil
    • 1.594 - 3.025
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Sistemas de Água CBO 8622-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.594 e 3.025 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.969 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Operadores de Tratamento e Bombeamento de Água

    Operadores de Tratamento e Bombeamento de Água: Brasil

    • 5.969
    • Brasil
    • 1.594 - 3.025
    • 43h
    O profissional no cargo de Operadores de Tratamento e Bombeamento de Água CBO 8622-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.594 e 3.025 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.969 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Operador de Estação de Captação Tratamento e Distribuição de Agua

    Operador de Estação de Captação Tratamento e Distribuição de Agua: Brasil

    • 5.969
    • Brasil
    • 1.594 - 3.025
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Estação de Captação Tratamento e Distribuição de Agua CBO 8622-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.594 e 3.025 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.969 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Agente Técnico de Operação na Captação

    Agente Técnico de Operação na Captação: Brasil

    • 5.969
    • Brasil
    • 1.594 - 3.025
    • 43h
    O profissional no cargo de Agente Técnico de Operação na Captação CBO 8622-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.594 e 3.025 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.969 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Operador de Estação de Captação

    Operador de Estação de Captação: Brasil

    • 5.969
    • Brasil
    • 1.594 - 3.025
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Estação de Captação CBO 8622-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.594 e 3.025 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.969 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Operador de Hidrogenação e Cloroficação da Água

    Operador de Hidrogenação e Cloroficação da Água: Brasil

    • 5.969
    • Brasil
    • 1.594 - 3.025
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Hidrogenação e Cloroficação da Água CBO 8622-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.594 e 3.025 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.969 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Operador de Estação de Captação Tratamento e Distribuição de Agua

    Operador de Estação de Captação Tratamento e Distribuição de Agua: Rio de Janeiro

    • 1.322
    • Rio de Janeiro
    • 1.647 - 1.729
    • 44h
    O profissional no cargo de Operador de Estação de Captação Tratamento e Distribuição de Agua CBO 8622-05 trabalhando em Rio de Janeiro, ganha entre 1.647 e 1.729 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.322 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Operador de Estação de Captação Tratamento e Distribuição de Agua

    Operador de Estação de Captação Tratamento e Distribuição de Agua: Minas Gerais

    • 379
    • Minas Gerais
    • 1.815 - 1.905
    • 41h
    O profissional no cargo de Operador de Estação de Captação Tratamento e Distribuição de Agua CBO 8622-05 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.815 e 1.905 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 379 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Agente Técnico de Operação na Captação Rio de Janeiro

    Agente Técnico de Operação na Captação: Rio de Janeiro, RJ

    • 1.254
    • Rio de Janeiro, RJ
    • 1.611 - 2.560
    • 44h
    O profissional no cargo de Agente Técnico de Operação na Captação CBO 8622-05 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 1.611 e 2.560 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.254 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Agente Técnico de Operação na Captação

    Agente Técnico de Operação na Captação: Rio de Janeiro

    • 1.322
    • Rio de Janeiro
    • 1.647 - 1.729
    • 44h
    O profissional no cargo de Agente Técnico de Operação na Captação CBO 8622-05 trabalhando em Rio de Janeiro, ganha entre 1.647 e 1.729 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.322 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Agente Técnico de Operação na Captação São Paulo

    Agente Técnico de Operação na Captação: São Paulo, SP

    • 50
    • São Paulo, SP
    • 1.661 - 2.832
    • 44h
    O profissional no cargo de Agente Técnico de Operação na Captação CBO 8622-05 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 1.661 e 2.832 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 50 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Agente Técnico de Operação na Captação Manaus

    Agente Técnico de Operação na Captação: Manaus, AM

    • 1.448
    • Manaus, AM
    • 1.341 - 1.864
    • 44h
    O profissional no cargo de Agente Técnico de Operação na Captação CBO 8622-05 trabalhando em Manaus - AM, ganha entre 1.341 e 1.864 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.448 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Agente Técnico de Operação na Captação Curitiba

    Agente Técnico de Operação na Captação: Curitiba, PR

    • 95
    • Curitiba, PR
    • 2.266 - 4.026
    • 42h
    O profissional no cargo de Agente Técnico de Operação na Captação CBO 8622-05 trabalhando em Curitiba - PR, ganha entre 2.266 e 4.026 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 95 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Agente Técnico de Operação na Captação

    Agente Técnico de Operação na Captação: São Paulo

    • 412
    • São Paulo
    • 1.764 - 1.851
    • 42h
    O profissional no cargo de Agente Técnico de Operação na Captação CBO 8622-05 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.764 e 1.851 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 412 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Operador de Estação de Captação Campo Grande

    Operador de Estação de Captação: Campo Grande, MS

    • 232
    • Campo Grande, MS
    • 1.223 - 1.854
    • 42h
    O profissional no cargo de Operador de Estação de Captação CBO 8622-05 trabalhando em Campo Grande - MS, ganha entre 1.223 e 1.854 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 232 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Operador de Instalação de Tratamento de Água Fortaleza

    Operador de Instalação de Tratamento de Água: Fortaleza, CE

    • 159
    • Fortaleza, CE
    • 1.404 - 1.876
    • 44h
    O profissional no cargo de Operador de Instalação de Tratamento de Água CBO 8622-05 trabalhando em Fortaleza - CE, ganha entre 1.404 e 1.876 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 159 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.
    Salário Operador de Sistemas de Água São Paulo

    Operador de Sistemas de Água: São Paulo, SP

    • 50
    • São Paulo, SP
    • 1.661 - 2.832
    • 44h
    O profissional no cargo de Operador de Sistemas de Água CBO 8622-05 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 1.661 e 2.832 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 50 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8622-05.