CBO 7641-10 - Trabalhadores da preparação da confecção de calçados - Salário, o que faz, descrição do cargo

CBO 7641-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores da preparação da confecção de calçados que pertence ao grupo dos trabalhadores da confecção de calçados, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Trabalhadores da preparação da confecção de calçados CBO 7641-10 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 7641-10

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Trabalhadores nas indústrias têxtil, do curtimento, do vestúario e das artes gráficas.
      • Trabalhadores da confecção de calçados.
        • Trabalhadores da preparação da confecção de calçados.

Descrição dos cargos da categoria Trabalhadores da preparação da confecção de calçados

Os Trabalhadores da preparação da confecção de calçados CBO 7641-10 organizam o corte de peças para a confecção de calçados, cortam as peças. Preparam peças da parte superior do calçado. Confeccionam solas para calçados e preparam palmilhas e saltos para a confecção de calçados. Realizam inspeções nos componentes dos calçados. Trabalham em conformidade a normas e procedimentos técnicos, de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Condições de trabalho

Trabalhadores da preparação da confecção de calçados trabalham como assalariados, com registro em carteira, e se organizam de forma individual, em equipe por setor de trabalho e em equipe por esteira, sob supervisão permanente. São absorvidos pelo mercado de trabalho nas indústrias de fabricação de artefatos de couro e artigos de viagem e calçados. Atuam em locais fechados no período diurno, e em rodízio de turnos, nas grandes empresas. Em algumas situações podem estar sujeitos a estresse, a posições desconfortáveis durante longos períodos e expostos a ruídos e materiais tóxicos.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício dessas ocupações, requer-se formação mínima do ensino fundamental (de quarta a sétima série). Geralmente o aprendizado da profissão ocorre no próprio emprego. Os profissionais, em média, atingem o pleno desempenho profissional após um a dois anos de experiência.

Funções dos Trabalhadores da preparação da confecção de calçados CBO 7641-10

Trabalhadores da preparação da confecção de calçados devem:

  • cortar peças para a confecção de calçados;
  • realizar inspeções nos componentes dos calçados;
  • demonstrar competências pessoais;
  • organizar corte de peças para confecção de calçados;
  • confeccionar solas para calçados;
  • Atividades dos cargos CBO 7641-10

    Entre as principais atribuições dos Trabalhadores da preparação da confecção de calçados CBO 7641-10 estão as de:

    • conferir quantidade de peças cortadas;
    • demonstrar confiabilidade;
    • lubrificar máquinas;
    • demonstrar auto-organização;
    • chanfrar bordas das solas (arredondar);
    • afiar navalhas;
    • colar saltos nas solas;
    • aplicar halógeno (prime) nas solas;
    • aplicar antiderrapante nas solas (frisos);
    • buscar autodesenvolvimento;
    • asperar solas;
    • analisar dados da ordem de produção;
    • verificar a uniformidade dos cepos;
    • selecionar navalhas para corte de peças;
    • posicionar navalhas na matéria-prima;
    • analisar plano de corte;
    • inspecionar visualmente a matéria-prima;
    • colar solas;
    • aplicar verniz nas bordas das solas;
    • carimbar solas (número e marca da empresa);
    • fixar saltos nas solas com grampos;
    • atuar com responsabilidade;
    • limpar máquinas;
    • chanfrar calcanhar das solas;
    • polir bordas das solas;
    • agir com criatividade;
    • verificar falhas e defeitos de cortes nas peças;
    • atuar com dinamismo;
    • inspecionar espessura da matéria-prima;
    • trabalhar em equipe;
    • identificar tipos de materiais (couro e ou sintético);
    • enfestar materiais sintéticos;
    • remover peças cortadas nas navalhas;
    • ajustar máquinas de corte (balancim);
    • separar peças cortadas em caixas conforme ordem de produção;
    • demonstrar iniciativa;
    • demonstrar comunicabilidade;
    • medir a espessura das peças rachadas;
    • limpar solas;
    • comparar a matéria-prima com as especificações da ordem de produção;

    Cargos e salários CBO 7641-10 - Trabalhadores da preparação da confecção de calçados

    Salário Cortador de Solas

    Cortador de Solas: Brasil

    • 603
    • Brasil
    • 1.388 - 2.430
    • 44h
    O profissional no cargo de Cortador de Solas CBO 7641-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.388 e 2.430 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 603 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7641-10.
    Salário Cortador de Solas e Palmilhas

    Cortador de Solas e Palmilhas: Brasil

    • 605
    • Brasil
    • 1.395 - 2.441
    • 44h
    O profissional no cargo de Cortador de Solas e Palmilhas CBO 7641-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.395 e 2.441 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 605 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7641-10.
    Salário Cortador de Solas e Palmilhas a  Maquina

    Cortador de Solas e Palmilhas a Maquina: Brasil

    • 605
    • Brasil
    • 1.395 - 2.441
    • 44h
    O profissional no cargo de Cortador de Solas e Palmilhas a Maquina CBO 7641-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.395 e 2.441 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 605 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7641-10.
    Salário Cortador de Palmilhas

    Cortador de Palmilhas: Brasil

    • 605
    • Brasil
    • 1.395 - 2.441
    • 44h
    O profissional no cargo de Cortador de Palmilhas CBO 7641-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.395 e 2.441 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 605 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7641-10.