CBO 7153-10 - Moldador de corpos de prova em usinas de concreto - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos montadores de estruturas de concreto armado

O profissional no cargo de Moldador de corpos de prova em usinas de concreto CBO 7153-10 molda e desmolda corpos de prova em usinas de concreto, para a realização de ensaios laboratoriais de resistência e elasticidade do concreto utilizado em obras de construção civil Registra os resultados dos ensaios realizados em laboratório.

Interpreta os resultados de ensaios Cumpre normas e procedimentos técnicos e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 7153-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de montadores de estruturas de concreto armado que pertence ao grupo dos trabalhadores da indústria extrativa e da construção civil, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Moldador de corpos de prova em usinas de concreto, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Montadores de estruturas de concreto armado CBO 7153-10 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 7153-10

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Montadores de estruturas de concreto armado.
      • Trabalhadores da indústria extrativa e da construção civil.

O que faz um Moldador de corpos de prova em usinas de concreto

O Moldador de corpos de prova em usinas de concreto CBO 7153-10 realiza a preparação da moldagem, recolhendo porções de amostras de concreto e as misturando, em um recipiente ou superfície, tornando a amostra uniforme Realiza a moldagem do corpo de prova, seguindo procedimento previsto em norma técnica.

Identifica o corpo de provas, para que seja possível localizar o lote de origem e as partes da construção onde será empregado.

Coloca o corpo de prova em fôrma, que deve estar em perfeitas condições, ter as dimensões corretas e estar lubrificada com uma fina camada de óleo mineral Realiza o armazenamento dos moldes, evitando vibrações, pancadas, acidentes, raios solares e pingos de chuva ou de goteiras.

Desmolda o corpo de prova, após vinte e quatro horas, embalando-o para transporte ao laboratório, onde serão feitos os ensaios Acompanha os testes de propriedades realizados, tais como resistência à compressão e módulo de elasticidade.

Registra o resultado do Fck do concreto - resistência característica à compressão – e sua conversão em Mega Pascal (ou Mpa), unidade de medida usada para exprimir esses valores.

Registra os demais resultados de ensaios Interpreta os resultados de ensaios.

Organiza e limpa as fôrmas, recipientes e outros instrumentos de trabalho.

Mantém um local da obra limpo, fechado e arejado para moldagem e armazenamento dos corpos de prova Controla o desperdício de material Seleciona materiais reutilizáveis e faz o descarte de resíduos de modo ecologicamente adequado.

Zela pela segurança, identificando e eliminando situações inseguras, prevenindo acidentes e utilizando Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC).

Funções do cargo

O funcionário CBO 7153-10 deve moldar corpos de prova, preparar a confecção de armações de estruturas de concreto e de corpos de prova, demonstrar competências pessoais, montar armações, cortar ferragens.

Condições de trabalho dessas profissões

Montadores de estruturas de concreto armado atuam nas indústrias de construção como assalariados com carteira assinada. Os armadores de estrutura de concreto e de concreto armado trabalham em equipe e o moldador de corpos de prova em usinas de concreto trabalha individualmente. Todos atuam com supervisão ocasional. O trabalho é realizado a céu aberto, durante o dia. Os armadores de estrutura de concreto e de concreto armado realizam suas atividades em posições desconfortáveis durante longos períodos, em grandes alturas e estão expostos a ruído intenso. O moldador de corpos de prova em usinas de concreto está sujeito a exposição de materiais tóxicos.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 7153-10

Para o exercício dessas ocupações requer-se escolaridade entre quarta e sétima séries do ensino fundamental e curso básico de qualificação profissional com carga horária superior a quatrocentas horas. O exercício pleno das atividades ocorre após um a dois anos de experiência profissional.

Atividades exercidas por um Moldador de corpos de prova em usinas de concreto CBO 7153-10

Um Moldador de corpos de prova em usinas de concreto (ou sinônimo) deve fixar os estribos, reconhecer limitações pessoais, marcar espaçamentos de estribos, demonstrar responsabilidade, trabalhar em grandes alturas, encher formas de corpos de prova conforme normas técnicas, trabalhar sobre pressão, registrar resultados de ensaios de compressão, cortar peças conforme o projeto, coletar materiais para corpos de prova, serrar peças conforme o projeto, trabalhar em equipe, desmoldar corpos de prova após 24 horas, demonstrar iniciativa, realizar ensaios de compressão, embalar corpos de prova para transporte, armazenar corpos de prova em câmaras úmidas ou em imersão em água, converter medidas de fck para mpa, identificar as barras de distribuição de armações, montar barras de distribuição, calcular fck dos corpos de prova, interpretar os resultados de ensaios de compressão, medir ferragens e armações.

Cargos e salários CBO 7153-10 - Montadores de estruturas de concreto armado

Salário Moldador de Corpos de Prova em Usinas de Concreto

Moldador de Corpos de Prova em Usinas de Concreto: Brasil

  • 441
  • Brasil
  • 1.940 - 3.154
  • 43h
O profissional no cargo de Moldador de Corpos de Prova em Usinas de Concreto CBO 7153-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.940 e 3.154 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 441 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7153-10.