CBO 3422-10 - Despachantes aduaneiros - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 3422-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de despachantes aduaneiros que pertence ao grupo dos técnicos em transportes (logística), segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Despachantes aduaneiros CBO 3422-10 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 3422-10

  • Técnicos de nível médio.
    • Técnicos de nível médio em serviços de transportes.
      • Técnicos em transportes (logística).
        • Despachantes aduaneiros.

Descrição dos cargos da categoria Despachantes aduaneiros

Os Despachantes aduaneiros CBO 3422-10 desembaraçam mercadorias e bagagens, acompanhando conferência física e retirada de amostra de mercadorias, pagando taxas e impostos e apresentando documentos à receita federal e demais órgãos pertinentes. Classificam mercadorias, analisando amostras, verificando funções, uso e material constitutivo de mercadorias e enquadrando mercadorias em sistemas de classificação e tarifação. Operam sistema de comércio exterior registrando informações da operação de importação e exportação de mercadorias e alimentam sistemas complementares, assessoram importadores e exportadores, elaboram documentos de importação e exportação e contratam serviços de terceiros e parceiros.

Condições de trabalho

Despachantes aduaneiros trabalham prestando serviços de despacho aduaneiro à empresas voltadas para atividades do comercio exterior, inclusive a órgãos estatais. As ocupações de despachante e ajudante de despachante aduaneiro são regulamentadas, cujo exercício depende de licença para operar junto à receita federal. Trabalham por conta própria e em equipe, atuam como pessoa física, ainda que possam trabalhar em empresas de despacho aduaneiro. O ajudante de despachante aduaneiro trabalha com supervisão permanente do despachante, já os analistas de desembaraço aduaneiro, trabalham com carteira assinada com supervisão ocasional e executam suas atividades internamente em empresas que oferecem serviços de assessoria em comércio exterior. Exercem suas funções em ambiente fechado e em horário diurno. Eventualmente, estão expostos ao estresse e pressão decorrentes de risco financeiro.

Exigências do mercado de trabalho

O exercício dessas ocupações requer ensino médio completo. O pleno desempenho das atividades para o despachante aduaneiro ocorre após 2 anos de experiência como ajudante de despachante aduaneiro e aprovação no exame de qualificação técnica da Receita Federal, para o ajudante de despachante aduaneiro não é exigido experiência, porém necessita do registro da Secretaria da Receita Federal do Brasil e para o analista de desembaraço aduaneiro após um ou dois anos de experiência.

Funções dos Despachantes aduaneiros CBO 3422-10

Despachantes aduaneiros devem:

  • desembaraçar mercadorias e bagagens;
  • contratar serviços de terceiros;
  • operar sistemas de comércio exterior (siscomex) e complementares;
  • elaborar documentos de importação e exportação;
  • assessorar importadores e exportadores;
  • demonstrar competências pessoais;
  • classificar mercadorias de importação e exportação;
  • Atividades dos cargos CBO 3422-10

    Entre as principais atribuições dos Despachantes aduaneiros CBO 3422-10 estão as de:

    • analisar notas explicativas do sistema harmonizado (nesh);
    • confirmar presença de carga;
    • retirar comprovantes de importação e exportação junto à receita federal;
    • demonstrar capacidade de comunicação oral e escrita;
    • analisar amostra de mercadorias;
    • demonstrar capacidade de resolução de problemas;
    • analisar enquadramento legal das alíquotas de imposto sobre circulação de mercadorias e serviços (icms);
    • registrar atos concessórios de draw back;
    • apresentar documentação à receita federal e demais órgãos pertinentes;
    • preencher formulários de órgãos pertinentes;
    • preencher guia de imposto sobre circulação de mercadorias e serviços (icms/st);
    • pagar serviços de terceiros;
    • propor alternativas de logística de transportes;
    • cotar preços de fretes nacionais;
    • preencher documento de arrecadação fiscal (darf);
    • demonstrar capacidade de negociação;
    • pagar impostos e taxas;
    • efetuar registro declaratório eletrônico de operações financeiras (redof);
    • negociar preços e prazos;
    • coletar dados de operação;
    • demonstrar credibilidade;
    • providenciar credenciamento de cliente junto à receita federal;
    • analisar necessidade de anuência de órgãos pertinentes;
    • preencher guia de sindicato dos despachantes aduaneiros (sda);
    • analisar cartas de crédito;
    • registrar declaração de importação (di);
    • efetuar registro de exportação (re);
    • impugnar exigências fiscais e administrativas;
    • cotar preços de armazenagem;
    • solicitar laudos técnicos;
    • trabalhar em equipe;
    • informar clientes sobre legislação pertinente;
    • demonstrar proatividade;
    • enquadrar mercadorias na nomenclatura da associação latino americana de integração (naladi);
    • verificar funções de uso e aplicação de mercadorias;
    • informar cliente sobre tramitação de processo;
    • enquadrar mercadorias na tarifa externa comum (tec);
    • registrar declarações retificadoras;
    • preencher conhecimentos de transporte internacional;
    • elaborar fatura de prestação de serviços;
    • conferir cobrança de terceiros;
    • alimentar sistemas auxiliares ao siscomex (li, re, de, di, dta,....);
    • identificar necessidades de cliente;
    • demonstrar capacidade de atentar para detalhes;
    • registrar licenças de importação (li);
    • demonstrar capacidade de trabalhar sob pressão;
    • registrar declaração de despacho de exportação (dde);
    • emitir romaneio/espelho de nota fiscal;
    • registrar declaração de trânsito aduaneiro (dta);
    • elaborar fatura comercial;
    • requerer deferimento de licenças de importação;
    • verificar material constitutivo de mercadoria;
    • orçar seguros;
    • enquadrar mercadorias na tarifa de imposto sobre produtos industrializados (tipi);
    • demonstrar capacidade analítica;
    • avaliar exigências da receita federal e demais órgãos pertinentes;
    • analisar documentação técnica de mercadorias;
    • calcular custos de operação;
    • monitorar processos administrativos;
    • consultar receita federal sobre dúvidas de classificação;
    • acompanhar conferência física e retirada de amostra de mercadoria;
    • avaliar benefícios fiscais;
    • cotar preços de fretes internacionais;
    • elaborar lista de embarque;
    • analisar enquadramento legal das alíquotas de impostos de importação e exportação;
    • prestar esclarecimentos à receita federal e demais órgãos pertinentes;
    • pleitear benefícios fiscais;
    • preencher certificados de origem;
    • elaborar fatura proforma;
    • requisitar isenção ou suspensão do ´adicional de frete para renovação da marinha mercante´;

    Cargos e salários CBO 3422-10 - Despachantes aduaneiros

    Salário Despachante Aduaneiro

    Despachante Aduaneiro: Brasil

    • 366
    • Brasil
    • 2.999 - 6.405
    • 43h
    O profissional no cargo de Despachante Aduaneiro CBO 3422-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.999 e 6.405 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 366 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3422-10.
    Salário Despachante Alfandegário

    Despachante Alfandegário: Brasil

    • 366
    • Brasil
    • 2.999 - 6.405
    • 43h
    O profissional no cargo de Despachante Alfandegário CBO 3422-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.999 e 6.405 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 366 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3422-10.