CBO 3241-20 - Tecnólogo em radiologia - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos tecnólogos e técnicos em métodos de diagnósticos e terapêutica

O profissional no cargo de Tecnólogo em radiologia CBO 3241-20 opera ou supervisiona a operação de equipamentos de imagem radiológica Recebe, prepara e acompanha pacientes na realização de exames de diagnóstico de imagem ou de tratamento radiológico.

Cumpre protocolos e procedimentos padronizados de biossegurança, princípio de sigilo da informação e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação do meio ambiente

CBO 3241-20 é o Código Brasileiro da Ocupação de tecnólogos e técnicos em métodos de diagnósticos e terapêutica que pertence ao grupo dos técnicos de nível médio das ciências biológicas, bioquímicas, da saúde, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Tecnólogo em radiologia, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Tecnólogos e técnicos em métodos de diagnósticos e terapêutica CBO 3241-20 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 3241-20

  • Técnicos de nível médio.
    • Tecnólogos e técnicos em métodos de diagnósticos e terapêutica.
      • Técnicos de nível médio das ciências biológicas, bioquímicas, da saúde.

O que faz um Tecnólogo em radiologia

O Tecnólogo em radiologia CBO 3241-20 recebe pedido de exame e prontuário do paciente, para programação do atendimento Explica os procedimentos ao paciente e verifica suas condições e necessidades físicas e psicológicas.

Retira próteses do paciente e o posiciona em equipamento, conforme protocolo, instrução e receituário médico.

Administra contrastes e delimita o campo a ser irradiado, sob supervisão médica Acompanha reações comportamentais e medicamentosas do paciente e o registro do traçado do exame.

Submete informações e resultados ao médico, para verificar a necessidade de complementação Opera equipamentos analíticos e de suporte, nas subáreas – radiologia convencional e digital, mamografia, hemodinâmica, tomografia computadorizada, densitometria óssea, ressonância magnética nuclear, litotripsia extracorpórea, estações de trabalho (workstation), ultrassonografia, tomografia por emissão de pósitrons (PET Scan ou PET-CT) –.

Elabora tabelas de exposição à técnica radiográfica, monitorando a contaminação da área de trabalho, acompanhando e gerenciando o laudo dosimétrico da equipe.

Realiza levantamento radiométrico e monitora rejeitos radioativos para descarte Zela pela qualidade do atendimento prestado, pela qualidade técnica dos exames e pela segurança do paciente, do técnico e do ambiente de trabalho.

.

Funções do cargo

O funcionário CBO 3241-20 deve comunicar-se, demonstrar competências pessoais, organizar Área de trabalho, equipamentos e acessórios, planejar atendimento, realizar exames de diagnóstico e/ou de simulação, planejamento e/ou de tratamento, orientar paciente, preparar paciente para exame de diagnóstico, processar imagens e/ou gráficos, trabalhar com biossegurança, realizar processo de planejamento de tratamento radioterápico.

Condições de trabalho dessas profissões

Tecnólogos e técnicos em métodos de diagnósticos e terapêutica exercem suas funções em clínicas médicas, odontológicas e oftalmológicas, ambulatórios, hospitais e laboratórios especializados. São empregados assalariados, com carteira assinada, porém alguns podem trabalhar como autônomos. Atuam em equipe, supervisionada por médicos, permanente e/ou ocasionalmente. Trabalham em rodízio de turnos, em ambientes fechados e a maioria sujeito à radiação e material tóxico.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 3241-20

O exercício dessas ocupações requer formação superior em tecnologia em operação de equipamentos médicos, odontológicos e oftalmológicos e formação técnica de nível médio, exceto para o técnico em espirometria, cuja exigência é ensino médio, acrescido de curso específico, oferecidos por instituições de formação profissional, escolas técnicas e instituições formadoras em cursos superiores de tecnologia. Não é exigido experiência profissional para o nível tecnológico para o nível técnico, ocorre após experiência de menos de um ano na área, destacando que para o técnico em espirometria o pleno desempenho das atividades ocorre após a realização e análise de pelo menos 200 exames. Pode-se demandar aprendizagem profissional para Os cargos listados nesta família ocupacional.

Atividades exercidas por um Tecnólogo em radiologia CBO 3241-20

Um Tecnólogo em radiologia (ou sinônimo) deve monitorar paciente através de equipamento, analisar rejeitos de imagens processadas, descrever condições e reações do paciente durante o exame, ordenar sequência de exames, obter informações do paciente, solicitar presença de outros profissionais envolvidos no exame e/ou simulação, no planejamento e/ou no tratamento, confeccionar moldagens e modelos, acompanhar reações comportamentais do paciente, submeter exame a apreciação médica, trabalhar sob pressão, organizar equipe de trabalho, submeter-se a exames periódicos, adequar protocolos técnicos ao exame, realizar levantamento radiométrico, delimitar área de aquisição de imagem, discutir casos com equipe de trabalho, organizar câmara escura e clara, verificar condições físicas, psicológicas e preparo do paciente, solicitar manutenção dos equipamentos, trabalhar em equipe, acondicionar materiais radioativos para transporte ou descarte, demonstrar organização, remover paciente do equipamento, inicializar sistemas de aquisição, processamento, distribuição e armazenamento de imagens, colocar eletrodos e/ou sensores, acessórios no paciente, administrar contrastes e/ou medicamentos sob supervisão médica, demonstrar capacidade de negociação, instruir paciente sobre preparação para o exame e tratamento, oferecer recursos de proteção a outros profissionais e acompanhantes presentes, providenciar preparos adicionais do paciente, manusear substâncias radioativas, demonstrar pró-atividade, demonstrar atenção focada, demonstrar habilidade motora fina, ajustar equipamentos, acondicionar materiais perfurocortantes para descarte, orientar paciente sobre cuidados após o exame, imobilizar paciente, orientar paciente e/ou acompanhante e auxiliares sobre os procedimentos durante o exame, confirmar identidade do paciente, transmitir segurança, providenciar limpeza e assepsia da sala e/ou equipamentos, elaborar tabelas de exposição a técnica radiográfica, solicitar reposição de material, ajustar equipamento e acessórios ao paciente e ao tipo de exame e/ou ao tratamento, demonstrar empatia, monitorar contaminação de área de trabalho, paramentar-se, usar dosímetro - medição da radiação recebida, verificar condições técnicas de equipamentos e acessórios, receber pedido de exames e ou prontuário do paciente, adaptar agenda para atendimento de pacientes prioritários, demonstrar capacidade de resolução de problemas, substituir medicamentos e materiais com validade vencida, auxiliar no planejamento de tratamento radioterápico, processar filme na câmara escura, verificar área anatômica demarcada para exame e/ou tratamento no paciente, delimitar campo a ser irradiado, disponibilizar resultados de exames, determinar a remoção de pessoas não envolvidas no exame, demonstrar capacidade de liderança, deslocar equipamento portátil, capacitar equipe técnica, distribuir tarefas, demonstrar capacidade de precisão, complementar exame, calibrar equipamentos, isolar área de trabalho para exame, colocar dispositivos de proteção no paciente, verificar disponibilidade dos dispositivos de proteção radiológica, supervisionar equipe técnica, aplicar procedimentos administrativos, planejar agendamento de pacientes, selecionar material para exame, identificar exames, acompanhar reações do paciente a contrastes e/ou medicamentos, administrar substâncias farmacológicas e/ou radioativas, entrevistar paciente, eliminar interferência de outros aparelhos, documentar exames, demonstrar capacidade de manter sigilo, retirar próteses móveis e adornos do paciente, acompanhar laudo dosimétrico da equipe, prestar consultoria, manipular imagens digitais, demonstrar capacidade de adaptação, usar equipamento de proteção individual, demonstrar capacidade de comunicação, monitorar rejeitos radioativos para descarte, acompanhar registro do traçado - gráfico do exame, editar imagens, adequar posicão do paciente ao exame e/ou tratamento, demonstrar capacidade de raciocínio analítico, analisar qualidade técnica dos exames, elaborar dispositivos gráficos, manusear meios de constraste, registrar exames realizados, verificar disponibilidade de material para exame, inicializar equipamentos.

Cargos e salários CBO 3241-20 - Tecnólogos e técnicos em métodos de diagnósticos e terapêutica

Salário Tecnólogo em Radiologia

Tecnólogo em Radiologia: Brasil

  • 712
  • Brasil
  • 2.627 - 4.760
  • 27h
O profissional no cargo de Tecnólogo em Radiologia CBO 3241-20 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.627 e 4.760 para uma jornada de trabalho média de 27h semanais de acordo com dados salariais de 712 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3241-20.