CBO 2423-05 - Delegado de polícia - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos delegados de polícia

O profissional no cargo de Delegado de polícia CBO 2423-05 Conduz atividades de polícia judiciária das unidades federadas – no âmbito das polícias civis – ou da União – no âmbito da polícia federal – Atua na prevenção, na apuração e na repressão de infrações penais.

Realiza atividades de gestão vinculadas às funções constitucionais das polícias civis ou federal, à força de trabalho, e aos recursos materiais Administra delegacias de polícia, respondendo pelo expediente e coordenando equipes operacionais Expede documentos relacionados à segurança pública.

Segue princípios de ética e protocolos de sigilo profissional Cumpre legislação, normas técnicas e normas regulamentadoras de higiene, saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 2423-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de delegados de polícia que pertence ao grupo dos profissionais das ciências jurídicas, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Delegado de polícia, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Delegados de polícia CBO 2423-05 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2423-05

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Delegados de polícia.
      • Profissionais das ciências jurídicas.

O que faz um Delegado de polícia

O Delegado de polícia CBO 2423-05 prepara-se para o exercício de suas atribuições relacionadas à segurança pública – que é dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, no âmbito das polícias civis – nas unidades federadas – ou da polícia federal – na União, mantendo-se atualizado sobre a legislação Coordena ações de prevenção às infrações penais, levantando e processando informações para fins policiais, elaborando estatísticas criminais e plano de ação preventiva.

Implementa ações de monitoramento de suspeitos, patrulhamento, barreiras e revistas.

Coordena planos de proteção às testemunhas e vítimas Orienta a comunidade, por meio de cursos, palestras, entre outras estratégias.

Dirige atividades de apuração e de repressão de infrações penais, conhecendo da infração penal, determinando lavratura de ocorrência, decidindo sobre instauração de inquérito e/ou elaboração de termo circunstanciado Efetua prisões e custodia presos.

Cumpre mandados judiciais, inclusive em campo, cartas precatórias – de órgãos judiciários de outros estados, e cartas rogatórias – de órgãos judiciários de outros países –.

Gerencia crises Previne e reprime o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o contrabando e o descaminho.

Conduz atividades de polícia judiciária – atividades que são de natureza jurídica, essenciais e exclusivas de Estado, na qualidade de autoridade policial, por meio de inquérito policial ou outro procedimento previsto em lei, que tem como objetivo a apuração das circunstâncias, da materialidade e da autoria das infrações penais.

Determina diligências, expede notificações, ouve pessoas Durante a investigação criminal, providencia a requisição de perícias, exames, informações, documentos e dados que interessam à apuração dos fatos Solicita prisões provisórias, indicia pessoas.

Apura infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens, serviços e interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas, bem como outras infrações cuja prática tenha repercussão interestadual ou internacional e exija repressão uniforme, de acordo com a lei Registra atos infracionais de crianças e adolescentes, apreende adolescentes, encaminha crianças ao conselho tutelar, encaminha adolescentes à vara especial da infância ou os entrega ao responsável legal Cumpre requisições judiciais.

Arbitra fiança, expede alvará de soltura Elabora relatório final de inquérito e determina a remessa do inquérito ao poder judiciário.

Realiza atividades de gestão vinculadas à função de polícia judiciária e à apuração de infrações penais, entre outras funções constitucionais das polícias civis ou da polícia federal, no interesse da segurança pública Conduz processos administrativos, baixa normas para cumprimento por órgãos subordinados, emite pareceres jurídicos Fiscaliza oficinas e desmanches de veículos, supervisiona leilões de veículos apreendidos.

Coordena a atuação das guardas civis, quando previsto em lei Autoriza, controla, e fiscaliza o funcionamento de empresas privadas de segurança Autua estrangeiros em situação irregular, repatria, deporta, expulsa ou extradita estrangeiros.

Realiza a gestão da força de trabalho e dos recursos materiais, coordenando o recrutamento e a formação de policiais, definindo quadro de pessoal, distribuindo tarefas, e controlando a atuação funcional dos subordinados Coordena licitações, fiscaliza uso dos recursos materiais Administra delegacias de polícia, respondendo pelo expediente e coordenando equipes operacionais.

Expede documentos públicos, tais como carteiras de identidade, certidões, registros e portes de armas, passaportes, carteiras de identidade de estrangeiros, entre outros documentos relacionados à segurança pública Utiliza recursos tecnológicos, como dispositivos móveis ou portáteis para comunicação, e medidas de segurança da informação Segue princípios de ética em todas as atividades, segue protocolos de sigilo profissional.

Funções do cargo

O funcionário CBO 2423-05 deve coordenar as ações de prevenção Às infrações penais, expedir documentos públicos, dirigir as atividades de repressão Às infrações penais, administrar recursos humanos e materiais, presidir com exclusividade as atividades de polícia judiciária, administrar atividades de interesse da segurança pública, demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho dessas profissões

Delegados de polícia trabalham na administração pública, em delegacias de polícia e órgãos correlatos, na esfera estadual e distrital. Atuam em equipe, sob supervisão ocasional, em ambientes fechados, abertos e em veículos e em horários diurno ou irregulares. Podem ser expostos a tiroteios, insalubridade e a doenças. Em algumas atividades permanecem em posições desconfortáveis por longos períodos e podem trabalhar sob pressão, levando à situação de estresse.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 2423-05

O exercício dessa ocupação requer formação em Direito e concurso público, seguido de cursos de especialização.

Atividades exercidas por um Delegado de polícia CBO 2423-05

Um Delegado de polícia (ou sinônimo) deve expedir documentos de licenciamento e registro de veículos automotores, expedir outros documentos afetos a segurança pública, expedir carteiras de identidade de estrangeiros, solicitar ao poder judiciário prisões provisórias, coordenar o processo de recrutamento e formação de policiais, coordenar serviço técnico de apoio social e psicológico ao policial civil, realizar audiência admonitória, definir quadro de recursos humanos, elaborar termos circunstanciados privativamente, emitir pareceres jurídicos, controlar transporte e a comercialização de explosivos, armas e munições, elaborar estatísticas criminais, demonstrar resistência psicológica, demonstrar acuidade auditiva, demonstrar persuasão, decidir sobre a instauração de inquérito policial, cumprir cartas precatórias e rogatórias, demonstrar perspicácia, baixar normas de hierarquia inferior, cumprir requisições judiciais, autorizar o funcionamento de empresas de segurança privada, reprimir as atividades clandestinas de segurança privada, procurar desaparecidos, garantir a segurança de dignitários, controlar o trânsito de estrangeiros, demonstrar capacidade de síntese, expedir carteiras de identidade, raciocinar logicamente, agir com bom senso, realizar correições ordinárias e extraordinárias, registrar atos infracionais cometidos por crianças e adolescentes, presidir processos administrativos, presidir procedimentos administrativo-disciplinares, expedir alvará de soltura, pesquisar temas de interesse da investigação, instaurar inquérito policial, levantar informações para fins policiais, efetuar prisões, elaborar o relatório final do inquérito, fiscalizar produção, transporte e comercialização de produtos químicos controlados, agir com criatividade, arbitrar fiança, distribuir tarefas, coordenar a destruição de material ilícito apreendido, expedir portarias e ordens de serviço, orientar a comunidade, processar informações para fins policiais, expedir a liberação de cadáveres nos casos previstos em lei, determinar diligências policiais, fiscalizar o transporte e a comercialização de explosivos, armas e munições, decidir sobre elaboração de termos circunstanciados, custodiar presos, determinar a lavratura da ocorrência, expedir atestados de antecedentes, expedir registros e portes de armas, aplicar punições disciplinares, agir com prontidão, autuar estrangeiros em situação irregular, dominar as técnicas de redação, implementar ações: monitoramento de suspeitos, patrulhamento, barreiras e revistas, indiciar pessoas como autoras de infração penal, demonstrar senso de orientação espacial, manter a resistência física, demonstrar vocação profissional, demonstrar acuidade visual, remeter a ocorrência sobre ato infracional a vara da infância e juventude, expedir cartas precatórias, fiscalizar oficinas e desmanche de veículos, coordenar a atuação da guarda civil nos casos previstos em lei, proteger testemunhas e vítimas, encaminhar crianças ao conselho tutelar, presidir licitações de interesse da segurança pública, fiscalizar o funcionamento de empresas privadas de segurança, efetuar apreensão de objetos relacionados a infração penal, controlar o armamento e registro dos vigilantes das empresas de segurança privada, deportar estrangeiros, prestar auxílio a policiais de outros países e de outras unidades da federação, demonstrar persistência, expedir carteiras de habilitação, propor punições disciplinares, apreender adolescentes por participação em ato infracional, expedir certidões, fiscalizar a atuação funcional dos subordinados, manter-se corajoso, agir com urbanidade, determinar a remessa do inquérito ao poder judiciário, tomar conhecimento da infração penal, tomar decisões rapidamente, demonstrar capacidade de análise, decidir a respeito da prisão em flagrante, agir com disciplina, fiscalizar o trabalho dos despachantes documentalistas, supervisionar leilões de veículos apreendidos, manter-se em boa forma fisica, requisitar informações, exames e perícias de órgãos diversos, ministrar cursos e palestras de orientação a comunidade, fiscalizar o uso dos recursos materiais, expulsar estrangeiros, expedir notificações, ouvir formalmente pessoas no interesse da investigação, habilitar despachantes documentalistas, repatriar estrangeiros, credenciar despachantes documentalistas, coordenar planos de proteção às testemunhas, materializar os resultados das investigações, controlar as atividades das empresas privadas de segurança, entregar adolescente ao responsável legal, manejar armas e equipamentos com destreza, demonstrar habilidade para conhecer e interpretar a lei, agir com equilíbrio emocional, cumprir mandados judiciais, expedir passaportes, extraditar estrangeiros, encaminhar adolescentes a vara especial da infância, representar os órgãos de segurança junto a outras entidades, demonstrar liderança, gerenciar crises - motins, sequestros, elaborar plano de ação preventiva, demonstrar conhecimentos gerais, determinar a remessa do termo circunstanciado, dominar a língua portuguesa, demonstrar capacidade de improvisação.

Cargos e salários CBO 2423-05 - Delegados de polícia

Salário Delegado de Policia

Delegado de Policia: Brasil

  • 1
  • Brasil
  • 4.059 - 0
  • 44h
O profissional no cargo de Delegado de Policia CBO 2423-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.059 e 0 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2423-05.
Salário Autoridade Policial (delegado)

Autoridade Policial (delegado): Brasil

  • 1
  • Brasil
  • 4.059 - 0
  • 44h
O profissional no cargo de Autoridade Policial (delegado) CBO 2423-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.059 e 0 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2423-05.
Salário Delegado Distrital de Polícia

Delegado Distrital de Polícia: Brasil

  • 1
  • Brasil
  • 4.059 - 0
  • 44h
O profissional no cargo de Delegado Distrital de Polícia CBO 2423-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.059 e 0 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2423-05.
Salário Delegado Regional de Polícia

Delegado Regional de Polícia: Brasil

  • 1
  • Brasil
  • 4.059 - 0
  • 44h
O profissional no cargo de Delegado Regional de Polícia CBO 2423-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.059 e 0 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2423-05.