Comércio Varejista de Materiais de Construção - Salários 2022 - Rio Grande do Sul

Pesquisa cargos e salários do segmento de Comércio Varejista de Materiais de Construção em Rio Grande do Sul. Confira dados salariais de profissionais em cargos gerenciais e operacionais admitidos e desligados por empresas registradas pelo CNAE 4744-0/05.

06/2022
atualização

Dados salariais de Julho de 2021 a Junho de 2022 segundo pesquisa do Salario.com.br junto ao Novo CAGED, eSocial e Empregador Web.

6.241
colaboradores

Salários de 6.241 profissionais contratados com carteira assinada em regime CLT integral.

3.147
admitidos

Total de funcionários admitidos pelas empresas desse segmento nos últimos meses.

3.094
desligados

Total de funcionários demitidos pelas empresas desse setor nos últimos meses.

Empresas do segmento de Comércio Varejista de Materiais de Construção em Rio Grande do Sul contrataram 3.147 profissionais com carteira assinada em regime CLT e demitiram 3.094 segundo levantamento do Salario.com.br junto a dados oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web divulgados pela Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Comércio Varejista de Materiais de Construção é um setor que está com demanda restrita no que diz respeito à contratações formais com carteira assinada nos últimos meses.

No período de Julho de 2021 e Junho de 2022, tivemos uma queda de 22.76% nas contratações com carteira assinada em regime integral de trabalho via CLT.

Nesta página você pode conferir dados salariais oficiais de 6.241 cargos gerenciais e operacionais do segmento de Comércio Varejista de Materiais de Construção em Rio Grande do Sul, além de todos os aspectos do mercado de trabalho no setor local.

Todos esses dados salariais podem ser utilizados na abertura de novas empresas do segmento de Comércio Varejista de Materiais de Construção em Rio Grande do Sul, decisões estratégicas empresariais, análise do mercado de trabalho no setor, ou até mesmo para implantação e reajuste de políticas salariais e planos de cargos e salários.

Continue lendo e confira a mais completa pesquisa salarial gratuita para o segmento de Comércio Varejista de Materiais de Construção em Rio Grande do Sul segundo levantamento do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do CAGED.

Clique aqui para ver a pesquisa salarial nacional do setor de Comércio Varejista de Materiais de Construção.

Entenda como é feita a pesquisa salarial do Salario.com.br e porque ela é totalmente gratuita acessando este link.

4.955
pequenas empresas

Dados salariais de 4.955 profissionais admitidos e desligados por micro e pequenas empresas.

1.498
médias empresas

Salários de 1.498 profissionais contratados e demitidos de empresas de porte médio.

0
grandes empresas

Informações de 0 profissionais admitidos e demitidos de grandes empresas do setor.

Classificação do porte da empresa

  • MEI: permitido no máximo 1 funcionário;
  • Micro: até 19 funcionários;
  • Pequena: 20 a 99 funcionários;
  • Média: 100 a 499 funcionários;
  • Grande: mais de 500 empregados, seja comércio, serviços ou indústria.

Setores relacionados:

Comércio Varejista de Outros Produtos, Comércio Varejista de Armas e Munições, Comércio Varejista de Calçados, Comércio Varejista de Artigos de Viagem, Comércio Varejista de Artigos de Joalheria.

Cargos e Salários Gerenciais do Setor de Comércio Varejista de Materiais de Construção em Rio Grande do Sul

Tabela com os salários dos cargos gerenciais mais contratados em Rio Grande do Sul para o setor de Comércio Varejista de Materiais de Construção. São administradores, gerentes, diretores, analistas e pessoal administrativo em cargos de liderança.

No levantamento você encontra média salarial do cargo contratado em Rio Grande do Sul por empresas desse segmento, piso salarial, jornada de trabalho, total de colaboradores admitidos e desligados, teto salarial, salário por hora de cada um dos cargos da lista, excelente para sabermos todos os aspectos dos cargos gerenciais em empresas no segmento de Comércio Varejista de Materiais de Construção registradas pelo CNAE 4744-0/05.

Nas tabelas de cargos gerenciais e operacionais a seguir, você encontra o CBO e o nome do cargo. No setor de Comércio Varejista de Materiais de Construção os cargos podem ter nomenclaturas diferentes que nada mais são do que sinônimos dos cargos da lista, portanto uma dica para encontrar o salário de um cargo que não está na lista é procurar pelo CBO nas tabelas.

Tabela de salários gerenciais do segmento em Rio Grande do Sul

Índice (Cargos gerenciais mais contratados no setor):
CBO: Código da ocupação | Cargo/Profissão: Nome oficial da ocupação | Jornada: Carga horária média semanal | Piso Salarial: Salário base mínimo | Média Salarial: Salário médio | Teto Salarial: Média dos maiores salários | Salário/Hora: Valor do salário por hora calculado de acordo com a jornada || Total: Total de salários na amostragem da pesquisa
CBO Cargo/Profissão Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
1414-10 Comerciante varejista 44 1.424,78 1.495,54 2.260,10 6,80 36
1421-05 Gerente administrativo 43 2.498,66 2.622,75 3.963,58 12,11 30
1423-05 Gerente comercial 44 3.567,44 3.744,60 5.658,95 17,02 19
1423-20 Gerente de vendas 44 2.227,85 2.338,48 3.533,99 10,71 12
1414-15 Gerente de loja e supermercado 44 2.219,37 2.329,59 3.520,54 10,59 6
1421-15 Gerente financeiro 44 5.172,41 5.429,27 8.204,88 24,68 4
1423-35 Analista de pesquisa de mercado 44 2.099,42 2.203,68 3.330,26 10,02 4
1416-15 Gerente de logística (armazenagem e distribuição) 44 2.560,23 2.687,37 4.061,24 12,22 4
1423-15 Gerente de marketing 44 2.345,04 2.461,50 3.719,89 11,19 4
1412-05 Gerente de produção e operações 44 1.921,89 2.017,33 3.048,65 9,17 3
Você pode ver a pesquisa salarial completa de cada cargo utilizando a busca no topo do site ou acessando a página Busca Salarial

Cargos e Salários Operacionais do Setor de Comércio Varejista de Materiais de Construção em Rio Grande do Sul

Tabela com os salários dos cargos operacionais mais contratados em Rio Grande do Sul para o setor de Comércio Varejista de Materiais de Construção. São auxiliares, ajudantes, atendentes, agentes, vendedores, assistentes, operadores, técnicos, supervisores e todo pessoal de apoio.

Tabela de salários operacionais do segmento

Índice (Cargos operacionais mais contratados no setor):
CBO: Código da ocupação | Cargo/Profissão: Nome oficial da ocupação | Jornada: Carga horária média semanal | Piso Salarial: Salário base mínimo | Média Salarial: Salário médio | Teto Salarial: Média dos maiores salários | Salário/Hora: Valor do salário por hora calculado de acordo com a jornada | Total: Total de salários na amostragem da pesquisa
CBO Cargo/Profissão Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
5211-10 Vendedor de comércio varejista 44 1.466,00 1.538,80 2.325,48 7,01 1.218
7832-25 Ajudante de motorista 44 1.347,22 1.414,13 2.137,07 6,44 407
7825-10 Motorista de caminhão (rotas regionais e internacionais) 44 1.738,31 1.824,64 2.757,45 8,31 406
4141-05 Almoxarife 44 1.418,26 1.488,69 2.249,76 6,78 313
4110-05 Auxiliar de escritório 44 1.531,12 1.607,15 2.428,78 7,36 286
4211-25 Operador de caixa 44 1.367,18 1.435,08 2.168,73 6,55 253
4110-10 Assistente administrativo 43 1.632,94 1.714,03 2.590,29 7,93 181
7823-10 Motorista de furgão ou veículo similar 44 1.720,40 1.805,84 2.729,04 8,26 180
4141-10 Armazenista 44 1.411,42 1.481,51 2.238,91 6,73 172
5143-20 Faxineiro 44 1.331,88 1.398,03 2.112,74 6,42 149
7170-20 Servente de obras 44 1.315,19 1.380,51 2.086,26 6,34 142
7122-05 Cortador de pedras 44 1.619,62 1.700,05 2.569,17 7,73 124
9922-25 Auxiliar geral de conservação de vias permanentes (exceto trilhos) 44 1.361,76 1.429,39 2.160,13 6,50 119
5211-40 Atendente de lojas e mercados 44 1.392,77 1.461,94 2.209,32 6,67 113
7842-05 Alimentador de linha de produção 44 1.442,12 1.513,73 2.287,60 6,89 108
4141-25 Estoquista 44 1.460,38 1.532,90 2.316,56 6,97 93
7164-05 Gesseiro 44 1.616,78 1.697,07 2.564,67 7,71 93
7832-15 Carregador (veículos de transportes terrestres) 44 1.363,40 1.431,11 2.162,74 6,51 81
3541-25 Assistente de vendas 44 1.447,52 1.519,41 2.296,18 6,96 65
7165-25 Marmorista (construção) 44 1.586,95 1.665,76 2.517,35 7,57 58
4141-20 Conferente mercadoria (exceto carga e descarga) 44 1.409,30 1.479,29 2.235,54 6,72 53
7152-10 Pedreiro 43 1.668,86 1.751,74 2.647,28 8,12 50
5143-25 Trabalhador da manutenção de edificações 44 1.386,38 1.455,23 2.199,18 6,61 48
5143-30 Limpador de piscinas 44 1.431,15 1.502,23 2.270,21 6,83 47
5211-25 Repositor de mercadorias 44 1.391,51 1.460,61 2.207,31 6,64 44
7731-20 Serrador de madeira 44 1.359,84 1.427,37 2.157,09 6,49 40
7241-15 Instalador de tubulações 44 1.313,97 1.379,22 2.084,32 6,27 39
3541-45 Vendedor pracista 44 1.559,46 1.636,90 2.473,74 7,44 38
5143-10 Auxiliar de manutenção predial 43 1.392,43 1.461,58 2.208,78 6,73 38
5142-25 Trabalhador de serviços de limpeza e conservação de áreas públicas 44 1.364,17 1.431,91 2.163,95 6,53 31
Confira dados salariais completos de cada cargo utilizando a busca no topo do site (a lupinha) ou acessando a página Busca Salarial

Cargos e Salários de Funcionários Intermitentes

Tabela salarial com cargos e salários dos profissionais mais contratados em regime de jornada de trabalho intermitente por empresas do segmento de Comércio Varejista de Materiais de Construção em todo mercado de trabalho de Rio Grande do Sul.

É considerado como contrato de trabalho intermitente a prestação de serviços, com subordinação não contínua, onde se ocorre a alternância de períodos de atividades e inatividades, que podem ser determinados por horas, dias ou meses. Saiba mais sobre o trabalho intermitente.

Tabela de salários trabalhos intermitentes do segmento

Índice:
CBO: Código da ocupação | Cargo/Profissão: Nome oficial da ocupação | Piso Salarial: Salário base mínimo | Média Salarial: Salário médio | Teto Salarial: Média dos maiores salários | Total: Total de salários na amostragem da pesquisa
CBO Cargo/Profissão Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Total
8621-50 Operador de máquinas fixas, em geral 1.304,83 1.399,00 1.974,31 3
Confira também estatísticas do mercado de trabalho brasileiro para o Trabalho Intermitente

Cargos e Salários Para Jovem Aprendiz em Rio Grande do Sul

Tabela com os salários de aprendizes e jovens aprendizes mais contratados por empresas do setor de Comércio Varejista de Materiais de Construção em Rio Grande do Sul.

É considerado jovem aprendiz o contratado cuja idade esteja entre 14 e 18 anos, no qual a jornada de trabalho não exceda 6 horas diárias para quem esteja ainda no ensino fundamental e 8 horas diárias para quem esteja cursando o ensino médio. Saiba mais.

Tabela de salários aprendizes e jovens aprendizes no setor

Índice:
CBO: Código da ocupação | Cargo/Profissão: Nome oficial da ocupação | Jornada: Carga horária média semanal | Piso Salarial: Salário base mínimo | Média Salarial: Salário médio | Teto Salarial: Média dos maiores salários | Salário/Hora: Valor do salário por hora calculado de acordo com a jornada | Total: Total de salários na amostragem da pesquisa
CBO Cargo/Profissão Jornada Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
4110-05 Auxiliar de escritório 23 626,75 759,13 5,39 34
5211-10 Vendedor de comércio varejista 23 638,91 773,87 5,68 30
4110-10 Assistente administrativo 20 638,89 773,85 6,30 15
5211-25 Repositor de mercadorias 20 681,35 825,27 6,77 14
4141-25 Estoquista 20 620,70 751,81 6,21 6
3172-05 Operador de computador (inclusive microcomputador) 20 647,00 783,67 6,47 3

Salários do setor em outras cidades do estado

Você pode ver todos os aspectos da pesquisa salarial de cada uma das localidades clicando no link de cada uma delas ou por cargos, cidade e estado utilizando a Busca Salarial

Salários em outras cidades de Rio Grande do Sul

Cidade Total
735
240
212
210
207
202
200
156
137
136
135
111
108
107
102
101
95
92
79
74
72
70
68
64
62
60
60

Pesquisa salarial em outros estados

UF Total
38.067
11.269
8.482
6.604
5.430
5.414
3.725
3.137
2.064
1.960
1.890
1.377
1.069
878
793
770
589
535
504
459
417
406
244
128
104

Tipos de contratos de trabalho na admissão e demissão

Tipos de admissões e demissões do setor de Comércio Varejista de Materiais de Construção informados ao CAGED. É possível observar os principais motivos de demissões e admissões, os contratos de trabalho celebrados e homologados, bem como saber os principais tipos de contratações realizados no segmento em Rio Grande do Sul.

Tipos de admissão e demissão - *Total: amostragem por tipo de relação
Total Relação Salário
2.839 R$ 1.585,57
1.685 Desligamento por demissão sem justa causa R$ 1.599,31
1.014 Pedido de Demissão R$ 1.596,43
327 Término do Contrato de Trabalho de Prazo Determinado R$ 1.537,76
306 Admissão por Reemprego R$ 1.555,74
42 Desligamento por Acordo Empregado/Empregador R$ 1.725,63
17 Desligamento por Morte R$ 1.853,91
8 Desligamento por demissão com justa causa R$ 1.684,24
Comércio varejista de materiais de construção – Salários – Rio Grande do Sul

Toda essa pesquisa salarial pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui.

Comente sobre Comércio varejista de materiais de construção – Salários – Rio Grande do Sul

Regras para os comentários

  • Todos os comentários são moderados antes de publicados.
  • Comentário todo em letra maiúscula não será aprovado.
  • Respondemos todas as dúvidas no prazo máximo de 2 dias úteis.
  • Se postou uma pergunta, volte a essa página para ver a resposta. Não enviamos respostas por email devido ao problema com SPAM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui