Início Cargos CBO 324205

CBO 3242-05 - Técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue - Salário 2020, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 3242-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue que pertence ao grupo dos técnicos em operação de equipamentos e instrumentos de diagnóstico, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue CBO 3242-05 em todos os estados e cidades do Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 3242-05

  • Técnicos de nível médio.
    • Técnicos de nível médio das ciências biológicas, bioquímicas, da saúde.
      • Técnicos em operação de equipamentos e instrumentos de diagnóstico.
        • Técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue.

Descrição dos cargos da categoria Técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue

Os Técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue CBO 3242-05 analisam material biológico de pacientes e doadores, recebendo e preparando amostras conforme protocolos específicos. Operam, checam e calibram equipamentos analíticos e de suporte. Os técnicos em patologia clínica e hemoterapia podem realizar coleta de material biológico. Trabalham conforme normas e procedimentos técnicos de boas práticas, qualidade e biossegurança. Mobilizam capacidades de comunicação oral e escrita para efetuar registros, dialogar com a equipe de trabalho e orientar pacientes e doadores.

Condições de trabalho

Técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue trabalham em laboratórios clínicos, em hospitais, bancos de sangue e em serviços de saúde pública. São empregados assalariados, com carteira assinada, que trabalham em ambientes fechados, e alguns, por rodízio de turnos. Via de regra, trabalham individualmente com supervisão de profissionais de nível superior, tais como bioquímicos, biomédicos, médicos, etc. Em algumas das atividades exercidas sofrem exposição a material tóxico, radiação e risco biológico.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício das ocupações desta família ocupacional requer-se curso técnico profissionalizante oferecido por instituições de formação profissional e escolas técnicas. O pleno desempenho das atividades requer experiência inferior a um ano. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos, nos termos do artigo 429 da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT.

Funções dos Técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue CBO 3242-05

Técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue devem:

  • receber material biológico;
  • trabalhar com segurança e qualidade;
  • comunicar-se;
  • preparar amostra do material biológico;
  • analisar material biológico;
  • coletar material biológico;
  • demonstrar competências pessoais;
  • operar equipamentos analíticos e de suporte;
  • Atividades dos cargos CBO 3242-05

    Entre as principais atribuições dos Técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue CBO 3242-05 estão as de:

    • desproteinizar amostras;
    • raspar mucosas, unhas e pele;
    • centrifugar amostras;
    • demonstrar capacidade de raciocínio lógico;
    • dosar volumetria de reagentes e soluções para exames;
    • comparar resultado do exame com os dados clínicos do paciente;
    • realizar testes imunohematológicos;
    • diluir material biológico;
    • treinar equipe auxiliar;
    • orientar paciente/doador sobre os procedimentos da coleta do material;
    • introduzir amostras no equipamento;
    • conferir as condições do material biológico;
    • limpar equipamentos e bancada;
    • pipetar amostra;
    • analisar resultado dos exames;
    • observar reação do paciente/doador;
    • realizar análise microscópica;
    • preparar solução de glicose (dextrose);
    • atender paciente/doador;
    • solicitar manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos;
    • verificar preparo de paciente/doador;
    • esterilizar instrumentos;
    • checar pedido do exame;
    • administrar solução de glicose ao paciente;
    • encaminhar exames para o responsável;
    • demonstrar acuidade visual;
    • homogeneizar amostras;
    • tomar vacinas;
    • selecionar técnica de preparação da amostra;
    • controlar estoque, validade e lote de insumos;
    • quantificar microrganismos ou anticorpos ou substâncias através de dosagens;
    • aplicar normas complementares de biossegurança;
    • demonstrar capacidade de manter sigilo;
    • submeter-se a exames de saúde periódicos;
    • demonstrar coordenação motora fina;
    • efetuar assepsia na região de coleta;
    • demonstrar comprometimento;
    • distribuir material para cada setor;
    • identificar o material biológico do paciente/doador;
    • comparar o resultado do exame com resultados anteriores;
    • puncionar veias;
    • programar equipamentos;
    • transcrever resultados observados;
    • supervisionar as atividades da equipe auxiliar;
    • confrontar material biológico com o pedido;
    • preparar paciente/doador para coleta ou doação;
    • anotar a medicação que o paciente/doador está tomando;
    • acondicionar material para descarte;
    • isolar microrganismos;
    • separar materiais biológicos da amostra;
    • identificar microrganismos;
    • corar lâminas;
    • participar do desenvolvimento e implantação de novas técnicas de exames;
    • usar equipamento de proteção individual (epi) e coletiva (epc);
    • comparar resultados com os parâmetros de normalidade;
    • armazenar material biológico;
    • registrar os procedimentos do exame;
    • realizar análise macroscópica;
    • demonstrar capacidade olfativa;
    • administrar o tempo;
    • confeccionar lâminas (esfregaço);
    • preparar soluções e reagentes;
    • demonstrar capacidade de discriminar cores;
    • controlar temperatura dos equipamentos;
    • aliquotar amostras e/ou bolsas de sangue;
    • solicitar autorização ao responsável técnico, quando necessário;
    • sequenciar amostras;
    • solicitar orientação ao responsável técnico, quando necessário;
    • demonstrar capacidade de concentração;
    • inativar material biológico;
    • fornecer dados estatísticos;
    • pesquisar materiais bioquímicos ou genéticos ou hormonais ou citológicos da amostra;
    • fornecer recipiente ao paciente;
    • acondicionar amostra para transporte;
    • descartar resíduos químicos e biológicos;
    • triar material biológico;
    • trabalhar em equipe;
    • amplificar ácido nucléico;
    • checar funcionamento e adequações dos equipamentos;
    • rejeitar material biológico não conforme;
    • ajustar equipamentos;
    • solicitar nova coleta;
    • colocar conservantes em amostras;
    • registrar a ação da coleta;
    • testar a sensibilidade aos antimicrobianos;
    • submeter amostras a fontes de calor;
    • realizar controle de qualidade interno;
    • desinfetar instrumental e equipamentos;

    Cargos e salários CBO 3242-05 - Técnicos de laboratórios de saúde e bancos de sangue

    Salário Técnico de Laboratório em Patologia Clínica

    Técnico de Laboratório em Patologia Clínica: Brasil

    • 10.520
    • Brasil
    • 1.684 - 2.788
    • 40h
    O profissional no cargo de Técnico de Laboratório em Patologia Clínica CBO 3242-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.684 e 2.788 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 10.520 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico de Laboratório Médico

    Técnico de Laboratório Médico: Brasil

    • 10.520
    • Brasil
    • 1.684 - 2.788
    • 40h
    O profissional no cargo de Técnico de Laboratório Médico CBO 3242-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.684 e 2.788 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 10.520 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico em Análises Clínicas

    Técnico em Análises Clínicas: Brasil

    • 10.520
    • Brasil
    • 1.684 - 2.788
    • 40h
    O profissional no cargo de Técnico em Análises Clínicas CBO 3242-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.684 e 2.788 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 10.520 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico em Patologia Clinica

    Técnico em Patologia Clinica: Brasil

    • 10.520
    • Brasil
    • 1.684 - 2.788
    • 40h
    O profissional no cargo de Técnico em Patologia Clinica CBO 3242-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.684 e 2.788 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 10.520 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico de Laboratório de Análises Clínicas

    Técnico de Laboratório de Análises Clínicas: Brasil

    • 10.520
    • Brasil
    • 1.684 - 2.788
    • 40h
    O profissional no cargo de Técnico de Laboratório de Análises Clínicas CBO 3242-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.684 e 2.788 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 10.520 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico em Patologia Clinica Niterói

    Técnico em Patologia Clinica: Niterói, RJ

    • 138
    • Niterói, RJ
    • 1.309 - 2.167
    • 39h
    O profissional no cargo de Técnico em Patologia Clinica CBO 3242-05 trabalhando em Niterói - RJ, ganha entre 1.309 e 2.167 para uma jornada de trabalho média de 39h semanais de acordo com dados salariais de 138 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico em Patologia Clinica Barueri

    Técnico em Patologia Clinica: Barueri, SP

    • 347
    • Barueri, SP
    • 1.712 - 2.835
    • 40h
    O profissional no cargo de Técnico em Patologia Clinica CBO 3242-05 trabalhando em Barueri - SP, ganha entre 1.712 e 2.835 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 347 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico em Patologia Clinica São Paulo

    Técnico em Patologia Clinica: São Paulo, SP

    • 1.422
    • São Paulo, SP
    • 2.106 - 3.487
    • 39h
    O profissional no cargo de Técnico em Patologia Clinica CBO 3242-05 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 2.106 e 3.487 para uma jornada de trabalho média de 39h semanais de acordo com dados salariais de 1.422 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.

    Técnico em Patologia Clinica: Belo Horizonte, MG

    • 411
    • Belo Horizonte, MG
    • 1.618 - 2.679
    • 41h
    O profissional no cargo de Técnico em Patologia Clinica CBO 3242-05 trabalhando em Belo Horizonte - MG, ganha entre 1.618 e 2.679 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 411 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico em Patologia Clinica Manaus

    Técnico em Patologia Clinica: Manaus, AM

    • 130
    • Manaus, AM
    • 1.178 - 1.950
    • 40h
    O profissional no cargo de Técnico em Patologia Clinica CBO 3242-05 trabalhando em Manaus - AM, ganha entre 1.178 e 1.950 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 130 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico em Patologia Clinica Salvador

    Técnico em Patologia Clinica: Salvador, BA

    • 446
    • Salvador, BA
    • 1.393 - 2.307
    • 38h
    O profissional no cargo de Técnico em Patologia Clinica CBO 3242-05 trabalhando em Salvador - BA, ganha entre 1.393 e 2.307 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 446 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico de Laboratório de Análises Clínicas Teresina

    Técnico de Laboratório de Análises Clínicas: Teresina, PI

    • 63
    • Teresina, PI
    • 1.144 - 1.894
    • 42h
    O profissional no cargo de Técnico de Laboratório de Análises Clínicas CBO 3242-05 trabalhando em Teresina - PI, ganha entre 1.144 e 1.894 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 63 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico de Laboratório de Análises Clínicas São Luís

    Técnico de Laboratório de Análises Clínicas: São Luís, MA

    • 87
    • São Luís, MA
    • 1.306 - 2.163
    • 42h
    O profissional no cargo de Técnico de Laboratório de Análises Clínicas CBO 3242-05 trabalhando em São Luís - MA, ganha entre 1.306 e 2.163 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 87 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico de Laboratório de Análises Clínicas Guarulhos

    Técnico de Laboratório de Análises Clínicas: Guarulhos, SP

    • 31
    • Guarulhos, SP
    • 1.676 - 2.774
    • 38h
    O profissional no cargo de Técnico de Laboratório de Análises Clínicas CBO 3242-05 trabalhando em Guarulhos - SP, ganha entre 1.676 e 2.774 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 31 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico de Laboratório de Análises Clínicas Curitiba

    Técnico de Laboratório de Análises Clínicas: Curitiba, PR

    • 205
    • Curitiba, PR
    • 1.629 - 2.698
    • 38h
    O profissional no cargo de Técnico de Laboratório de Análises Clínicas CBO 3242-05 trabalhando em Curitiba - PR, ganha entre 1.629 e 2.698 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 205 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico de Laboratório de Análises Clínicas Presidente Prudente

    Técnico de Laboratório de Análises Clínicas: Presidente Prudente, SP

    • 3
    • Presidente Prudente, SP
    • 1.573 - 2.604
    • 44h
    O profissional no cargo de Técnico de Laboratório de Análises Clínicas CBO 3242-05 trabalhando em Presidente Prudente - SP, ganha entre 1.573 e 2.604 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 3 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico de Laboratório de Análises Clínicas São Gonçalo

    Técnico de Laboratório de Análises Clínicas: São Gonçalo, RJ

    • 88
    • São Gonçalo, RJ
    • 1.360 - 2.252
    • 38h
    O profissional no cargo de Técnico de Laboratório de Análises Clínicas CBO 3242-05 trabalhando em São Gonçalo - RJ, ganha entre 1.360 e 2.252 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 88 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.
    Salário Técnico de Laboratório de Análises Clínicas Feira de Santana

    Técnico de Laboratório de Análises Clínicas: Feira de Santana, BA

    • 49
    • Feira de Santana, BA
    • 1.127 - 1.867
    • 39h
    O profissional no cargo de Técnico de Laboratório de Análises Clínicas CBO 3242-05 trabalhando em Feira de Santana - BA, ganha entre 1.127 e 1.867 para uma jornada de trabalho média de 39h semanais de acordo com dados salariais de 49 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3242-05.