CBO 6231-15 - Trabalhador da pecuária (bovinos leite) - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos trabalhadores na pecuária de animais de grande porte

O profissional no cargo de Trabalhador da pecuária (bovinos leite) CBO 6231-15 atua em sistemas de criação extensiva, semiextensiva ou confinada de bovinos de leite, executando atividades relacionadas à alimentação, à reprodução e à saúde dos animais Realiza ordenha e controla a produção de leite.

Prepara animais para leilões, feiras, concursos e exposições Realiza tratos culturais nas pastagens, para alimentação animal Efetua limpeza e conservação de instalações, máquinas, equipamentos, implementos e veículos.

Cumpre procedimentos, normas sanitárias, normas de biossegurança e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação do meio ambiente

CBO 6231-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores na pecuária de animais de grande porte que pertence ao grupo dos trabalhadores na exploração agropecuária, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Trabalhador da pecuária (bovinos leite), atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Trabalhadores na pecuária de animais de grande porte CBO 6231-15 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 6231-15

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca.
    • Trabalhadores na pecuária de animais de grande porte.
      • Trabalhadores na exploração agropecuária.

O que faz um Trabalhador da pecuária (bovinos leite)

O Trabalhador da pecuária (bovinos leite) CBO 6231-15 programa, organiza e executa atividades de manejo de bovinos de leite Reúne, conduz, conta, identifica, pesa, confina e reveza rebanho, conforme as características climáticas e os objetivos do sistema produtivo.

Prepara e fornece alimentação a bovinos de leite, considerando o programa alimentar definido para cada fase do ciclo de vida.

Calcula a quantidade e distribui a alimentação Monitora a distribuição de sal e água.

Fornece suplementação nutricional e mineral Pode operar sistemas automatizados de distribuição de ração e água.

Executa atividades relacionadas à higiene, à sanidade e ao bem-estar de bovinos de leite, seguindo as instruções de médico veterinário.

Observa os animais para detectar sintomas de doenças, infecções ou ferimentos Trata os pequenos ferimentos e entra em contato com médico veterinário para tratamento de animais com doenças ou ferimentos graves.

Aplica - via oral e por imersão – os medicamentos prescritos.

Realiza atividades de vermifugação Coleta material biológico para exames Executa procedimentos sanitários.

Efetua a contenção de animais na administração de vacinas Executa atividades relacionadas ao manejo reprodutivo, de acordo com o planejamento de reprodução Seleciona matrizes e reprodutores, monitorando cio e organizando cruzamentos.

Pode auxiliar na realização de inseminação artificial Pode auxiliar nas ações de melhoramento genético animal.

Auxilia na realização de partos, controlando as condições de higiene no local Alimenta o recém-nascido com colostro Pode proceder ao desmame de animais.

Registra, em sistema informatizado, a data do nascimento e as características do recém-nascido Realiza a ordenha, preparando o local e procedendo à sua limpeza e desinfeção Define o horário da ordenha e monta a ordenhadeira.

Higieniza e apoja os tetos Retira o leite Coa, testa o pH, mede a temperatura e pesa o leite.

Organiza e controla a produção Higieniza a ordenhadeira e utensílios Pode trabalhar com ordenha mecânica Seleciona, confina e prepara animais para eventos, como leilões, feiras e exposições Transporta bovinos para o evento, cuidando de sua segurança e de seu bem-estar.

Pode operar sistemas automatizados de controle da movimentação do rebanho, pesagem, identificação e monitoramento de condições físicas de bovinos Registra, em sistema informatizado, as informações de cada animal - como pesos e medidas - para controle e monitoramento do padrão de crescimento Pode operar rastreamento de rebanhos com uso de informática, imagens e Internet Prepara o solo, planta e realiza tratos culturais de forrageiras, pasto e outras plantações, para alimentação de bovinos Realiza o beneficiamento, efetua o armazenamento e mantém a conservação dos alimentos, em locais apropriados Monitora e combate o aparecimento de pragas – como formigas e roedores – nas áreas de plantação e de armazenagem de alimentos Pode trabalhar com equipamentos, máquinas, implementos, utensílios e veículos próprios da mecanização agrícola - tais como cortadeiras, picadores, trituradores, misturadores, enfardadores, colheitadeiras e tratores – no cultivo de pastagens e na fabricação de ração Efetua limpeza, lubrificação e pequenos reparos de veículos, máquinas e equipamentos Instala cercas e outras delimitações dos espaços de contenção dos animais Pode construir e reparar estábulos Efetua limpeza, desinfecção, arejamento e manutenção das instalações.

Funções do cargo

O funcionário CBO 6231-15 deve manejar animais de grande porte, cuidar da saúde de animais de grande porte, auxiliar em reprodução de animais de grande porte, ordenhar bovídeos, efetuar manutenção de instalações, preparar animais de grande porte para eventos, realizar tratos culturais de animais de grande porte, treinar animais de grande porte, alimentar animais de grande porte, demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho dessas profissões

Trabalhadores na pecuária de animais de grande porte trabalham em propriedades agropecuárias de exploração de animais de grande porte: pecuária de leite, de corte, de criação. Organizam-se em equipe sob supervisão. As trabalhadoras exercem atividades como: ordenha, monitoração de recém-nascidos, dentre outras. O trabalho ocorre a céu aberto, ou em instalações semi-fechadas, durante o dia. Em algumas atividades podem estar sujeitos à exposição de material tóxico e a riscos de acidentes provocados pelos animais.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 6231-15

Para o exercício dessas ocupações requer-se ensino fundamental acrescido de curso profissionalizante de cerca de duzentas horas-aula. O desempenho pleno das atividades ocorre após três ou quatro anos de experiência. Órgãos governamentais de assistência e extensão rural, associações e instituições de formação profisssional proporcionam cursos e eventos de atualização .

Atividades exercidas por um Trabalhador da pecuária (bovinos leite) CBO 6231-15

Um Trabalhador da pecuária (bovinos leite) (ou sinônimo) deve identificar ferimentos e infecções em rebanho, desmamar potros e bezerros, preparar solo, raspar esterco, distribuir material orgânico e químico em plantações, aplicar medicamentos por injeção, aplicar medicamentos por via oral, descornar bovídeos adultos, aspergir pesticidas em cupinzeiros e formigueiros, apojar tetas, cortar capim e alfafa, plantar forrageiras, escovar animais, desinfetar vulva de animais, conferir distribuição de sal e água, higienizar ordenhadeira e utensílios, selecionar animais, aplicar medicamentos por imersão, puxar animais por cabresto, casquear bovídeos, demonstrar sensibilidade com animais, lavar estábulos e currais, fixar marcador para detecção de cio, prender bovídeos em brete, escolher matrizes, montar e desmontar ordenhadeira, domar bovídeos, escrever data de cruzamentos e nascimentos, cobrir forragens, limpar tanques de leite e água, confinar animais, marcar bovídeos por tatuagem, marcar bovídeos por brinco, queimar umbigo de animais com iodo, armazenar grãos e ração, coar leite, dar prova de força física, organizar cruzamentos, pesar leite, mochar bovídeos recém-nascidos, pesar bovídeos, cortar umbigo de bovídeos, organizar utensílios para inseminação, conduzir rebanho para cocho e curral, jogar sal, melaço e uréia em forragens, misturar alimentos, transportar animais, demonstrar paciência no trato com animais, verificar posição de feto por toque, calcular quantidade de alimentos, triturar forragens, reunir rebanho em pasto, demonstrar destreza em castração de animais, contar rebanho, escolher reprodutores, anotar produção de leite, colocar venenos em instalações, aspergir pesticidas em plantações, marcar animais por ferro quente e frio, retirar amostra de sangue, capinar pragas, reformar cercas, testar ph de leite, definir horário de ordenha, vistoriar rebanho durante alimentação, prender animais em tronco, enterrar forragens, retirar leite, monitorar cio por observação visual, enfardar feno, alimentar recém-nascidos com colostro, castrar bovídeos, limpar orelhas de animais, revezar rebanhos em invernada, expor capim e alfafa ao sol, armar ratoeiras em instalações, pulverizar medicamentos em animais, distribuir alimentação por turno para bovídeos, tosquiar bovídeos, auxiliar partos, inseminar bovídeos, higienizar tetas, banhar animais, medir temperatura de leite.

Cargos e salários CBO 6231-15 - Trabalhadores na pecuária de animais de grande porte

Salário Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite)

Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite): Brasil

  • 18.063
  • Brasil
  • 1.669 - 2.940
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite) CBO 6231-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.669 e 2.940 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 18.063 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Apartador de Gado

Apartador de Gado: Brasil

  • 18.063
  • Brasil
  • 1.669 - 2.940
  • 43h
O profissional no cargo de Apartador de Gado CBO 6231-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.669 e 2.940 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 18.063 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Operador de Ordenhadeira

Operador de Ordenhadeira: Brasil

  • 18.063
  • Brasil
  • 1.669 - 2.940
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Ordenhadeira CBO 6231-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.669 e 2.940 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 18.063 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Retireiro - na Pecuária

Retireiro - na Pecuária: Brasil

  • 18.063
  • Brasil
  • 1.669 - 2.940
  • 43h
O profissional no cargo de Retireiro - na Pecuária CBO 6231-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.669 e 2.940 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 18.063 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Retireiro Inseminador

Retireiro Inseminador: Brasil

  • 18.063
  • Brasil
  • 1.669 - 2.940
  • 43h
O profissional no cargo de Retireiro Inseminador CBO 6231-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.669 e 2.940 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 18.063 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Trabalhador - na Pecuária - Exclusive Conta Própria e Empregador

Trabalhador - na Pecuária - Exclusive Conta Própria e Empregador: Brasil

  • 18.063
  • Brasil
  • 1.669 - 2.940
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador - na Pecuária - Exclusive Conta Própria e Empregador CBO 6231-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.669 e 2.940 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 18.063 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Vaqueiro Inseminador

Vaqueiro Inseminador: Brasil

  • 18.063
  • Brasil
  • 1.669 - 2.940
  • 43h
O profissional no cargo de Vaqueiro Inseminador CBO 6231-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.669 e 2.940 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 18.063 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite) São Paulo

Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite): São Paulo, SP

  • 94
  • São Paulo, SP
  • 1.671 - 2.726
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite) CBO 6231-15 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 1.671 e 2.726 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 94 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite) Goiânia

Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite): Goiânia, GO

  • 27
  • Goiânia, GO
  • 1.817 - 3.021
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite) CBO 6231-15 trabalhando em Goiânia - GO, ganha entre 1.817 e 3.021 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 27 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite)

Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite): Minas Gerais

  • 7.126
  • Minas Gerais
  • 1.635 - 2.710
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite) CBO 6231-15 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.635 e 2.710 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 7.126 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite)

Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite): Goiás

  • 1.761
  • Goiás
  • 1.807 - 3.037
  • 44h
O profissional no cargo de Trabalhador da Pecuária (Bovinos Leite) CBO 6231-15 trabalhando em Goiás, ganha entre 1.807 e 3.037 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.761 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Operador de Ordenhadeira

Operador de Ordenhadeira: Minas Gerais

  • 7.002
  • Minas Gerais
  • 1.626 - 2.700
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Ordenhadeira CBO 6231-15 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.626 e 2.700 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 7.002 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Operador de Ordenhadeira São Paulo

Operador de Ordenhadeira: São Paulo, SP

  • 94
  • São Paulo, SP
  • 1.671 - 2.726
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Ordenhadeira CBO 6231-15 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 1.671 e 2.726 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 94 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Operador de Ordenhadeira

Operador de Ordenhadeira: Goiás

  • 1.761
  • Goiás
  • 1.807 - 3.037
  • 44h
O profissional no cargo de Operador de Ordenhadeira CBO 6231-15 trabalhando em Goiás, ganha entre 1.807 e 3.037 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.761 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Operador de Ordenhadeira

Operador de Ordenhadeira: São Paulo

  • 1.509
  • São Paulo
  • 1.759 - 2.641
  • 44h
O profissional no cargo de Operador de Ordenhadeira CBO 6231-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.759 e 2.641 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.509 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Operador de Ordenhadeira Uberlândia

Operador de Ordenhadeira: Uberlândia, MG

  • 202
  • Uberlândia, MG
  • 1.710 - 2.733
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Ordenhadeira CBO 6231-15 trabalhando em Uberlândia - MG, ganha entre 1.710 e 2.733 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 202 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Retireiro - na Pecuária Uberlândia

Retireiro - na Pecuária: Uberlândia, MG

  • 202
  • Uberlândia, MG
  • 1.710 - 2.733
  • 43h
O profissional no cargo de Retireiro - na Pecuária CBO 6231-15 trabalhando em Uberlândia - MG, ganha entre 1.710 e 2.733 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 202 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.
Salário Retireiro - na Pecuária Patos de Minas

Retireiro - na Pecuária: Patos de Minas, MG

  • 193
  • Patos de Minas, MG
  • 1.980 - 3.330
  • 42h
O profissional no cargo de Retireiro - na Pecuária CBO 6231-15 trabalhando em Patos de Minas - MG, ganha entre 1.980 e 3.330 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 193 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6231-15.